Avançar para o conteúdo principal

Ementa e preparação da semana #3

ementa_e_organizacao_da_semana_blog_aproveitar_a_vida

Posso resumir a preparação desta semana em três palavras, aproveitamento, poupança e descanso. Acho esta combinação perfeita, não vos parece?

E a razão de conseguir juntar estas palavras na organização da semana é simplesmente porque colho agora os benefícios de tudo o que fui preparando com antecedência. Ah, e junta-se também a necessidade urgente de descongelar a arca e o congelador do frigorífico. 

Não fiz grande coisa este domingo. Preparei uma boa quantidade de sopa de abóbora, um puré (feito com batata doce e um resto de millet que tinha feito na semana anterior), lavei e descasquei vegetais e frutas, fiz umas bolachas de cacau deliciosas e um bolo de limão. A preguiça foi tanta que nem iogurtes fiz. Comprei um daqueles baldes de iogurte grego light do LIDL e iogurtes naturais bio do Jumbo.

Portanto, esta semana coloco a ementa e preparação de forma um pouco diferente. Mostro-vos como, a partir do inventário, conseguem descobrir refeições deliciosas e, das duas uma, ou nem precisam de ir ao supermercado ou então vão lá apenas para comprar um ou outro ingrediente que falta. Esta semana acrescento também as refeições que fiz para o almoço e as que tenho planeadas para o fim-de-semana.

E o melhor de tudo é que, ao terem refeições congeladas (que resultaram de terem cozinhado a dobrar certas receitas), vão conseguir colocar na mesa um almoço ou jantar saudável, a horas decentes, sem passarem tempos infinitos na cozinha.





Inventário

 - Bacalhau com natas (a minha mãe tinha feito uma quantidade industrial...)
 - Empadão de peixe (aquele que congelei aqui
 - 1 caixa de carne picada com legumes (1 refeição)
 - 1 sopa
 - 1 caixa de frango desfiado (daquele que fiz no forno nesta semana)
 - 1 polvo 
 - Bolinhos de peixe (dão para 1 refeição)
 - Bifes de perú (dão para 2 refeições)
 - 1 saco com bifes de frango já temperados (para 1 refeição) 
 - Hamburgueres caseiros (2 refeições)
 - Almôndegas caseiras (2 refeições)
 - 1 bife de vaca
 - Um resto de camarões
 - 1 linguiça
 - Cubinhos de bacon (1 refeição)
 - Mistura de cenoura, milho e ervilhas
 - Ervilhas
 - Couve coração
 - Brócolos
 - Alho francês
 - Abóbora
 - Courgette
 - Cenoura (inteira e ralada)
 - Bolas de pão
 - Queijo ralado 
 - 4 tortilhas

Na despensa tinha arroz, massa espiral integral (que comprei em promoção), esparguete, millet, couscous, feijão vermelho e feijão azuki, grão, um frasco de pickles, duas latas de atum ao natural, duas embalagens de natas e farinha T65 integral. Não está muito composta precisamente porque ando a fazer refeições com base no que ainda tenho para gastar (a tal poupança) e vou usando primeiro o que tenho em casa. No frigorífico tenho sempre ovos e tinha ainda queijo, queijo-creme, presunto, 1 embalagem de cogumelos, pimentos (da horta do papá), azeitonas, abacate, alface, tomate, cenouras e um resto de massa filo. 


Planeamento

Para os almoços (o Tiago almoça na escola):

 2ª feira - Sopa com quesadilhas (as tortilhas descongelei aquecendo na frigideira e depois recheei com um bife de peru grelhado previamente, milho, pimento, cebola, azeitona e queijo)

 3ª feira - Hamburguer no pão e sopa (uso sempre alface, tomate, abacate e queijo)
 4ª feira - Ervilhas com ovos escalfados

 5ª feira - Esparguete ao alhinho com atum e o resto dos camarões.

 6ª feira - Bife de vaca grelhado com brócolos ao vapor para mim e bife de perú com arroz de cenoura para o maridão.

 sábado - Crepes chineses com molho agridoce (vou usar couve coração, cenoura, ervilhas e o frango desfiado)

 domingo - Salada de polvo com batatas


Para os jantares (incluo sempre sopa e salada):

 2ª feira - Massa integral e a carne picada com legumes (só tive que cozer a massa)

 3ª feira - Bolinhos de peixe com o puré (só tive que cozinhar os bolinhos na frigideira, o puré já tinha feito no domingo)

 4ª feira -  Bacalhau com natas (foi só meter no forno)

 5ª feira - Quiche de alho francês (usei esta receita mas deixei de usar massa na base)

 6ª feira - Bifes de frango com arroz de cenoura (os bifes é só colocar na frigideira porque já está tudo temperado e o arroz faz-se num instante porque tenho cenoura ralada congelada)

 sábado - Pizza fechada (vou gastar a linguiça, o pimento e o resto do cogumelos que não usei na quiche)

 domingo - Empadão de peixe (é só meter no forno, o que me ajuda a libertar tempo para preparar a semana)

E foi assim que me organizei desta vez. Por aí, como foi? Contem-me tudo.

A primeira foto deste post é uma das páginas do meu bullet journal. Não me canso de falar nele porque é uma óptima forma de me organizar. Se querem descobrir porquê e estão tentados a iniciar um, então sugiro a leitura deste post completo sobre como fazer um.





Comentários

  1. Se há coisa que tenho sempre actualizado em casa, são os inventários. Não tenho tido necessidade de congelar refeições. Mas, começo a sentir essa necessidade. Na semana que vem, irei tentar organizar-me neste aspecto. Que belas dicas, como sempre. beijinhos

    https://saboresdoninho.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Cláudia.
      Pois, depende sempre da rotina de cada um e do tempo e dinheiro que se dispõe para a alimentação. Estas dicas e truques que partilho são os que funcionam para mim. Cada um deve depois adaptar ao seu dia-a-dia. Pelo menos é o que faço quando encontro dicas partilhadas noutros sites.
      Bjs

      Eliminar
  2. Olá Anabela,
    Pois eu ando numa de fazer a ementa da semana, mas tenho falhado. Gosto e já tive a experiência que só de saber o que vou fazer com antecedência já é bom, mas ainda não consegui de orientar para fazer sempre, mas é uma coisa que quero impor lá e casa, porque ajuda imenso. Adiantar refeições, quando tenho um tempo extra, tento, ou então cozinhar o dobro e depois congelar também resulta muito bem :)
    Obrigada pelas dicas e por estar partilhas, são sempre muito úteis :)
    Beijinhos e boa semana :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Sandra.
      A melhor dica que falaste é a de ir sempre cozinhando a dobrar e congelar. E isto aplica-se até mesmo em situações em que não estamos a cozinhar. Por exemplo, quando preciso de cortar cebola para congelar, não a corto de propósito. Faço-o quando estou a preparar uma refeição que leve cebola no início.
      E não é preciso agradecer. partilho as dicas com muito gosto.
      Bjs

      Eliminar
  3. Olá,

    Como tenho uma filhota com 9 anos o "menu" é decidido entre as duas, ela almoça na escola pelo que ao almoço só para nós acaba por ser +- uma repetição do jantar + uma salada/legumes.
    - 2 º Carne grelhada vaca com arroz branco e legumes salteados - a carne já estava temperada - grelhar -arroz em 10 minutos e mistura de vegetais para saltear.
    - 3 ª perna de peru no forno com batatas e salada- perna temperada no frigorífico desde domingo e batata descascadas enquanto a carne grelhava na 2ª + espargado de nabiças que foram cortadas e cozidas e congeladas no domingo para 3 x.
    - 4ª esparguete/courgete espiralizada com salcichas - verdadeiras grelhadas- (esparquete devo fazer na 3ª feira e guardar.)
    -5 ª feira bacalhau à bras + salada - espero conseguir adiantar cebola picada / alho durante a semana.
    - 6 ª hambúrguer no pão/ e salada.hamburguer foi preparado numa semana anterior e congelado (comprei carne moldei e congelei)
    O que tem ajudado:
    - ao fazer a ementa, consigo visualizar o que é preciso fazer e adiantar algumas tarefas, descascar legumes, picar cebola, temperar, descongelara tempo e horas... Para além de evitar a pergunta sacramental: O que é o jantar ?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Isabel,que comentário espectacular. Tão bom perceber o quanto estas dicas são preciosas e ajudam tantas pessoas. Gostei particularmente do último traço.
      Bjs

      Eliminar
  4. Ando numa de gastar o que tenho na arca, para reiniciar os inventários.
    Ainda não faço ementas, mas ontem temperei a carne para hoje, a ver se hoje deixo o peixe a descongelar para amanhã... pequenas mudanças mas que ajudam!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, fazer alguma coisa, mesmo que pouca, já é uma grande ajuda. É preciso começar por algum lado. Um detalhe aqui e outro acollá muitas vezes é o empurrão necessário para mudanças maiores.
      Bjs

      Eliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Panquecas (ou crepes) sem ovos

Apetecia-me tanto panquecas e não tinha ovos em casa. Que chatice! Lembrei-me então de procurar nesse mundo maravilhoso que é a internet, se havia forma de fazer as ditas cujas sem ovos. E espantem-se, havia! A receita é a que deixo já de seguida. A minha opinião? Gostei, embora a textura fique densa em vez de fofinha. Mas não me surpreendeu, já estava à espera disto. Penso é que é capaz de ficar melhor se fizerem crepes. Só a minha opinião. Fica a receita.
Panquecas sem ovos
- 1 copo ou chávena (cerca de 200ml) de farinha - 3/4 copo de leite (para crepe colocar 1 e 1/3 copo) - 2 colheres de sopa de óleo - 1 colher de chá de fermento em pó - 1/2 colher de chá de sal
Colocar os ingredientes secos numa taça e misturar bem. Juntar o óleo e o leite aos poucos e mexer bem para não formar grumos. Aquecer uma frigideira anti-aderente (pode deitar um pouco de manteiga, se preferir) e colocar um pouco da massa. Quando esta ficar com furinhos, está boa para virar. Deixe ficar dourada de ambos o…

Livros "A Arte de Organizar a sua Vida" e "Adeus Coisas"

O primeiro livro "A Arte de Organizar a sua Vida", da autora de Hideko Yamashita, explica o método DAN-SHA-RI. Este método não é mais do que a união de três expressões japonesas que resumem os pontos mais importantes na arte de organizar a vida. São elas:

1. DAN, limitar a entrada do que não merece estar na nossa vida

2. SHA, eliminar tudo aquilo que não precisamos

3. RI, vivência tranquila, desapegada de coisas, com foco no “ser” e não no “ter”

O segundo livro "Adeus Coisas", do autor Fumio Sasaki relata a experiência pessoal de como passou de uma vida cheia de stress e rodeado de objectos, para um dia-a-dia simples mas mais feliz.



A minha opinião sobre os livros é que ambos são bons, valem bem a pena a compra mas se tivesse que escolher um, seria o "Adeus Coisas". Passo a explicar.

O que encontrei de diferente neste livro é que mais do que despejar teoria de como devemos livrar-nos de tralha e os benefícios disso (quando já se leu alguma coisa sobre mi…

Como conseguir refeições rápidas e saudáveis [com uma lista de ingredientes a ter sempre em casa]

Das várias ementas e preparações da semana que já publiquei, só numa delas partilhei as refeições que iria fazer nos almoços. De resto todas as ementas que lá estão, são para as refeições que fazemos ao jantar. 
Mas lá porque não falo sempre dos almoços, não quer dizer que não tenha de os fazer. E aqui tenho alguns truques para conseguir ter uma refeição minimamente saudável, em poucos minutos. 
Normalmente oriento-me pelo menu que o Tiago tem na escola, para garantir que não repito acompanhamentos e que alternamos carne e peixe. Uso também restos do jantar da noite anterior e garanto que há sempre sopa. Muitas vezes o meu almoço e do maridão é uma boa tigela de sopa, que acompanhamos com uma sandes, um wrap ou algo do género.





Deixo-vos então uma série de truques que me ajudam a acelerar a confecção das refeições (muitos já falei noutros posts) e os ingredientes que tenho sempre em casa, para garantir que despacho o almoço em pouco tempo. É claro que a lista varia de acordo com as prefer…