Avançar para o conteúdo principal

Como fazer ghee - manteiga clarificada

como_fazer_ghee_manteiga_clarificada
Antes de vos mostrar como faço ghee ou manteiga clarificada, quero dizer que, cá em casa, há muito tempo que deixei de comprar margarinas e passei a usar manteiga. A razão é simples, as margarinas além de terem corantes e sabores artificiais, têm também gorduras hidrogenadas, que tanto mal fazem ao nosso corpo. 
como_fazer_ghee_manteiga_clarificada
Manteiga que compro no Jumbo
E porque devemos clarificar a manteiga? 
Ao fazermos este processo, estamos a retirar-lhe a lactose e a caseína, tornarndo-a resistente a altas temperaturas e a possobilitar o uso a quem é intolerante à lactose.

Por aqui gosto de usar manteiga em alguns cozinhados, daí a razão de querer fazer ghee em casa, que até é um processo simples. Aqui fica.

1º - Aquecer a manteiga numa panela, em lume brando até derreter.

2º - Deixar ferver durante 20 a 30 minutos, em lume brando, vigiando sempre para não deixar queimar (não podem sair de perto da panela!)

 

3º - Com um coador ou mesmo com uma colher (o que eu usei), vão retirando a espuma que se vai formando. Quando já não formar mais espuma, retirar do lume.
Espuma que retirei





























4º - Filtrar a manteiga, com a ajuda de um tecido e colocar em frascos de vidro esterilizados (podem fazê-lo no microondas).

























E pronto, manteiga clarificada feita. Simples, não acham?
 

Comentários

  1. Anabela,
    Adorei o seu post! Meu filho tem intolerância à lactose. Vou fazer isso amanhã mesmo!
    Obrigada!
    Um abraço, Inês

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Inês.

      Espero que o seu filho possa consumir a manteiga assim. Depois diga como correu.
      Bjs

      Eliminar
  2. Olá Anabela

    Só há pouco tempo conheci o seu blog e estou a gostar muito.Venho cá quase todos os dias.
    Podia dizer-me que marca de manteiga usou para fazer ghee? Ou posso usar uma qualquer?
    Um beijinho e continue a ajudar-nos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá.

      Fico feliz por gostar do blog.
      No post mostro a manteiga que usei para fazer o ghee. É só ir mais acima espreitar ;)
      Bjs

      Eliminar
  3. Ao tempo que oiço falar em ghee e finalmente me deparo com este post! Passei a usar azeite para o pão mas por vezes apetece me uma manteiguinha :) Agora já sei, obrigada!

    ~*Viver a Viajar*~

    ResponderEliminar
  4. Obriigada, obrigada, obrigada, por tanto que nos ensinas, partilhas e inspiras!!
    Já tinha ouvido galar imenso sobre o ghee , mas não fazia a mais pequena ideia do que era e como se fazia!
    Beijinho grande, grande!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Agora já sabes :)

      Não tens de agradecer. Gosto muito de partilhar estas coisas. É uma forma excelente de me ir entretendo e não pensar em coisas parVAS.
      Bjs

      Eliminar
  5. Devemos guardar no frigorifico? ou pode ficar À temperatura ambiente? Obrigada :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá anónimo.

      Deve guardar no frigorífico. Pelo menos é assim que faço.

      Cumprimentos

      Eliminar
  6. ola boa tarde tb dá para fazer com a manteiga que se faz das natas ??obrigado

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É capaz de dar Eunyce. Nunca experimentei. Se o fizer, depois diga-me como correu.
      Bjs

      Eliminar
  7. Respostas
    1. Olá.
      Costumo usar manteiga bio, que compro no Jumbo. Pode ver foto no post.
      Cumprimentos

      Eliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Panquecas (ou crepes) sem ovos

Apetecia-me tanto panquecas e não tinha ovos em casa. Que chatice! Lembrei-me então de procurar nesse mundo maravilhoso que é a internet, se havia forma de fazer as ditas cujas sem ovos. E espantem-se, havia! A receita é a que deixo já de seguida. A minha opinião? Gostei, embora a textura fique densa em vez de fofinha. Mas não me surpreendeu, já estava à espera disto. Penso é que é capaz de ficar melhor se fizerem crepes. Só a minha opinião. Fica a receita.
Panquecas sem ovos
- 1 copo ou chávena (cerca de 200ml) de farinha - 3/4 copo de leite (para crepe colocar 1 e 1/3 copo) - 2 colheres de sopa de óleo - 1 colher de chá de fermento em pó - 1/2 colher de chá de sal
Colocar os ingredientes secos numa taça e misturar bem. Juntar o óleo e o leite aos poucos e mexer bem para não formar grumos. Aquecer uma frigideira anti-aderente (pode deitar um pouco de manteiga, se preferir) e colocar um pouco da massa. Quando esta ficar com furinhos, está boa para virar. Deixe ficar dourada de ambos o…

Como conseguir refeições rápidas e saudáveis [com uma lista de ingredientes a ter sempre em casa]

Das várias ementas e preparações da semana que já publiquei, só numa delas partilhei as refeições que iria fazer nos almoços. De resto todas as ementas que lá estão, são para as refeições que fazemos ao jantar. 
Mas lá porque não falo sempre dos almoços, não quer dizer que não tenha de os fazer. E aqui tenho alguns truques para conseguir ter uma refeição minimamente saudável, em poucos minutos. 
Normalmente oriento-me pelo menu que o Tiago tem na escola, para garantir que não repito acompanhamentos e que alternamos carne e peixe. Uso também restos do jantar da noite anterior e garanto que há sempre sopa. Muitas vezes o meu almoço e do maridão é uma boa tigela de sopa, que acompanhamos com uma sandes, um wrap ou algo do género.





Deixo-vos então uma série de truques que me ajudam a acelerar a confecção das refeições (muitos já falei noutros posts) e os ingredientes que tenho sempre em casa, para garantir que despacho o almoço em pouco tempo. É claro que a lista varia de acordo com as prefer…

Livros "A Arte de Organizar a sua Vida" e "Adeus Coisas"

O primeiro livro "A Arte de Organizar a sua Vida", da autora de Hideko Yamashita, explica o método DAN-SHA-RI. Este método não é mais do que a união de três expressões japonesas que resumem os pontos mais importantes na arte de organizar a vida. São elas:

1. DAN, limitar a entrada do que não merece estar na nossa vida

2. SHA, eliminar tudo aquilo que não precisamos

3. RI, vivência tranquila, desapegada de coisas, com foco no “ser” e não no “ter”

O segundo livro "Adeus Coisas", do autor Fumio Sasaki relata a experiência pessoal de como passou de uma vida cheia de stress e rodeado de objectos, para um dia-a-dia simples mas mais feliz.



A minha opinião sobre os livros é que ambos são bons, valem bem a pena a compra mas se tivesse que escolher um, seria o "Adeus Coisas". Passo a explicar.

O que encontrei de diferente neste livro é que mais do que despejar teoria de como devemos livrar-nos de tralha e os benefícios disso (quando já se leu alguma coisa sobre mi…