Avançar para o conteúdo principal

Projecto da semana* - Mesa de cabeceira

E finalmente consigo mostrar-vos como ficou a minha mesa de cabeceira. Neste post tinha recolhido algumas ideias do que gostava de fazer. A minha sogra viu o post e lembrou-se que tinha uma mesa parecida a uma das imagens e ligou-me de imediato. Fiquei super contente porque pensava que teria de andar imenso tempo à procura de uma ou então de desembolsar dinheiro extra. Não foi preciso (obrigada sogrinha!).
Fiquei então com o trabalho de a recuperar. O mesa tinha uma parte do tampo descolada e partida, por isso o maridão tratou desse assunto. Colocou uma tábua por baixo e segurou-a com parafusos (não tirei fotos, lamentavelmente). Depois disso chegou a fase que detesto, lixar, lixar, lixar... Aquilo tinha uma camada de verniz enorme e se não fosse a maravilha da lixa elétrica, acho que ainda hoje não tinha acabado (pela simples razão de que vou fazendo tudo sempre aos bocadinhos). Mas é um parte que não se pode saltar, caso contrário, nem o primário agarra. Madeira pronta a pintar, foi preciso tapar uma pequena fenda no tampo, resultado da parte que estava partida. A melhor forma que encontrei para o fazer (e resultou na perfeição) foi misturar um pouco de serradura com cola de madeira. Deixei secar bem e lixei para não se notar nada. Ficou muito aceitável. Por fim, veio a parte da pintura. Optei por usar tintas naturais da Biofa, já que a mesa ia ficar bem perto da minha cara todas as noites. Gostei e já usei noutras coisas cá em casa. Deixo-vos com o resultado final e, como de costume, se tiverem dúvidas, é usar a caixa de comentários.
 
 
 
 
 

Para terem noção da diferença brutal entre o antes e o depois, mostro-vos como era o quarto nos primeiros tempos. E sim, até as paredes eram verdes, parecia eu que vivia dentro de uma alface. Sem comentários...

Outros projectos do quarto:
Cómoda
Vaso estilo nórdico
Guarda-jóias
Caderno de pensamentos
Cesto para acessórios em crochet
Cabeceira de cama
Quadro personalizado

Comentários

  1. Olá Anabela, gostei imenso da mesinha. Ela tinha um desenho bonito e pintada de branco ficou muito simples. De fato o quarto está muitíssimo diferente, mas são fazes da nossa vida. Com certeza eras mais jovens e vibravas com as cores, actualmente estarás mais serena e amiga dos neutros. Gostei muito! bjn

    ResponderEliminar
  2. Também tive o meu quarto verde ahahahaha sem comentários mesmo! Adorei a mesa, também estou a fazer remodelações no meu quarto mas falta essa parte de lixar e lixar e lixar e ainda n tive coragem. O teu ficou lindo! Parabéns!

    ResponderEliminar
  3. Olá Anabela,
    Adorei a mesinha, ficou ótima!!!
    Ontem à noite estive a fazer algo parecido com um naperon. Depois mostro.
    Bjs,
    MJ

    ResponderEliminar
  4. Que linda a tua mesinha! Abençoada sogrinha!
    Nota-se uma grande diferença no teu quarto e na minha opinião, para muito melhor, reflecte mais serenidade, mais harmonia e a força de que tanto acredito :menos é mais!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  5. Ficou muito bonito, transmite muita serenidade. E de facto está bem melhor do que o verde alface :) são fases ;)
    Bjs e bom fim de semana

    ResponderEliminar
  6. Gosto tanto da mesinha!!! Deste-lhe o ar angelical e romântico que tanto gosto ultimamante!
    Adorei ver o antes e o depois do teu quarto. Dá uma vontade tão grande de virar outra vez o meu de cabeça para baixo :)
    O teu era verde, o meu era castanho :O!!! O que se passaria na minha cabeça nessa altura?!
    Fiquei cheia de inveja do espaço do teu quarto. Gostava tanto de ter um pouquinho de espaço para colocar um banco aos pés da cama, mas não dá mesmo...
    Adoro os teus projetos da semana!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  7. a mesinha ficou muito mais bonita e o quarto está muito lindo, parabéns!

    ResponderEliminar
  8. Ai Ai... o meu quarto é castanho e verde. A mim dá-me conforto cores terra! Mas as paredes são bege e as cortinas só são verdes no lateral e brancas no meio. Mas gostei muito das tuas mudanças.

    ResponderEliminar
  9. oi Anabela, vi seu recado na pagina do jeito de casa e vim espira teu quato.
    Ta muito lindo com a nova mesinha e um charme o quarto branco com esta cabeceira em tecido, muito suave e acolhedor.
    Eu amo verde e uma vez pintei só a parede da cabeceira de verde, um tom puxando para o azeitona. E o que aconteceu é que quando eu olhava me olhava no espelho em frente a cama com a parde verde ao fundo eu me via meio amarela. NUnca mais usei roupas verde oliva, eu tinha uma blusa que amava, mas vi o qto esta cor não me favorecia. DEpois meu marido pintou a parede de um tom mostarda e depois de um bege mais escuro, foi o que ficou melhor, rs

    bjus, ótima semana pra ti!
    ana


    ResponderEliminar
  10. Linda reciclagem, parabéns!
    O quarto está um espectáculo agora.
    Beijinho:)

    ResponderEliminar
  11. Olá Anabela
    Já tinha visto o post e ainda não tinha tido tempo de passar por aqui.
    Grande transformacao, os meus parabéns pelo vosso excelente trabalho .
    Muito mais bonito e cada vez faz me msis acreditar que menos é igual a mais .
    Boa semana um grande bj
    Lulu

    ResponderEliminar
  12. Olá Anabela, já há algum tempo que a sigo no seu blog, mas só agora comento, queria dar-lhe os parabéns, gosto muito de tudo o que publica!
    Queria perguntar-lhe o que fez às mesinhas de cabeceira que vieram com a cama (não leve a mal), é que eu tenho uma mobília igualzinha à sua, e já há algum tempo que lhe queria fazer algo porque já não aguento mais a cor de cerejeira, que tornou o meu quarto muito escuro, e com o tempo comecei a ficar cançada de olhar para a cor. Ainda por cima comprei na altura também o camiseiro com 7 gavetas muito pouco altas que quase não dá para arrumar de forma eficaz a roupa. Pode dar-me alguma sugestão do que fazer com o camiseiro? (Ele é alto e tem 7 gavetas pouco fundas), desde já obrigada. E desculpe o testamento. Sónia Pereira

    ResponderEliminar
  13. É linda!!! Não tinha visto ainda, que gira e romântica ;) sabes que sou super apixonada por esses pés. O que o teu quarto já mudou, parabens!!
    Beijinho

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Panquecas (ou crepes) sem ovos

Apetecia-me tanto panquecas e não tinha ovos em casa. Que chatice! Lembrei-me então de procurar nesse mundo maravilhoso que é a internet, se havia forma de fazer as ditas cujas sem ovos. E espantem-se, havia! A receita é a que deixo já de seguida. A minha opinião? Gostei, embora a textura fique densa em vez de fofinha. Mas não me surpreendeu, já estava à espera disto. Penso é que é capaz de ficar melhor se fizerem crepes. Só a minha opinião. Fica a receita.
Panquecas sem ovos
- 1 copo ou chávena (cerca de 200ml) de farinha - 3/4 copo de leite (para crepe colocar 1 e 1/3 copo) - 2 colheres de sopa de óleo - 1 colher de chá de fermento em pó - 1/2 colher de chá de sal
Colocar os ingredientes secos numa taça e misturar bem. Juntar o óleo e o leite aos poucos e mexer bem para não formar grumos. Aquecer uma frigideira anti-aderente (pode deitar um pouco de manteiga, se preferir) e colocar um pouco da massa. Quando esta ficar com furinhos, está boa para virar. Deixe ficar dourada de ambos o…

Como conseguir refeições rápidas e saudáveis [com uma lista de ingredientes a ter sempre em casa]

Das várias ementas e preparações da semana que já publiquei, só numa delas partilhei as refeições que iria fazer nos almoços. De resto todas as ementas que lá estão, são para as refeições que fazemos ao jantar. 
Mas lá porque não falo sempre dos almoços, não quer dizer que não tenha de os fazer. E aqui tenho alguns truques para conseguir ter uma refeição minimamente saudável, em poucos minutos. 
Normalmente oriento-me pelo menu que o Tiago tem na escola, para garantir que não repito acompanhamentos e que alternamos carne e peixe. Uso também restos do jantar da noite anterior e garanto que há sempre sopa. Muitas vezes o meu almoço e do maridão é uma boa tigela de sopa, que acompanhamos com uma sandes, um wrap ou algo do género.





Deixo-vos então uma série de truques que me ajudam a acelerar a confecção das refeições (muitos já falei noutros posts) e os ingredientes que tenho sempre em casa, para garantir que despacho o almoço em pouco tempo. É claro que a lista varia de acordo com as prefer…

Organização do móvel da cozinha - antes e depois

Organização é um tema que gosto bastante de falar aqui no blog. Não faço tantos posts quanto gostaria mas isso não quer dizer que não vá fazendo pequenas organizações aqui e acolá. Gosto de ler tudo o que está relacionado porque os benefícios que me tem trazido são imensos. São eles:
- Redução de stress  e ansiedade; - Menos acumulação de tralha se existir um lugar para cada coisa; - Maior produtividade (porque não perdemos tempo a procurar coisas); - Maior rapidez nas limpezas; - Mais descanso ou momentos de lazer;
Mas com isto não quero dizer que a organização se faz num abrir e fechar de olhos. Leva tempo, garanto-vos. Primeiro porque não se consegue fazer tudo de uma vez (para ser bem feito, há que pensar bem no que se pretende) e, segundo, porque a organização escolhida pode não resultar. É mesmo na tentativa-erro. 
Cá em casa há ainda muito que fazer mas com calma e um bocadinho de cada vez, conseguimos uma maior fluidez no dia-a-dia.
Um dos cantinhos que há muito "gritava…