Avançar para o conteúdo principal

Sweet Monday* - Vantagens de fazer inventário de alimentos

Vantagens_de_fazer_inventário_dos_alimentos
Créditos
A dica que vos trago hoje é relacionada com três temas, organização, produtividade e poupança, esta última de tempo e dinheiro. E acrescento que era um hábito que não tinha. Infelizmente pude constatar como ele é importante para nunca se desperdiçar comida. Esta semana proponho que façam o inventário do vosso congelador, despensa e frigorífico.

Não é preciso fazer tudo de uma vez. Por isso é que deixo a semana toda para o fazerem. O que é preciso mesmo é incorporar este hábito com alguma regularidade (semanal ou mensal, dependendo do menu) para que na hora de fazer o menu, tudo seja mais rápido, organizado e vos permita poupar uma ida ao supermercado quando ainda têm comida em casa. É apenas uma questão de encontrar a receita certa. 

Ao fazer o meu inventário, descobri que ainda tinha:

- uma posta de bacalhau (receita - Meia desfeita)
- uns miúdos de frango (receita - empadão de carne)
- 2 caixas de grão cozido (para utilizar na primeira receita)
- 1 kg de amêijoas (que comprei uma vez pensando que não tinha)
- 1 saquinho de favas da horta do papá
 
Saiba mais sobre o meu dia-a-dia
FACEBOOK | PINTEREST | INSTAGRAM

Comentários

  1. Anabela! Cada dia gosto mais do seu blogue! Dicas organizativas são sempre tão bem vindas!
    Beijinho e uma boa semana:)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Manuel, fico muito contente por isso.

      Vão surgir mais, muitas mais.

      Bjs

      Eliminar
  2. Eis uma bela ideia Anabela. Quantas vezes compro isto e aquilo e quando chego ao frigorífico reparo que no fundo da gaveta, ainda lá estava um saco...Tenho lido os teus menus da semana com atenção. ODEIO cozinha, mas infelizmente somos o meu marido e eu que fazemos a comida lá em casa. A minha imaginação é zero e o meu jeito, menos de zero. E gostaria de tornar a tarefa das refeições menos penosa para mim. Sim, porque é mesmo penosa, nem imaginam! Bjs, obg pela dica.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Val.

      Para quem cozinhar é uma dor de cabeça, todas as dicas que facilitam essa árdua tarefa são muito bem vindas. Sem dúvida que saber com antecedência o que se vai cozinhar é uma ajuda para diminuir o stress associado. Esta é só uma delas. Ainda bem que ajudou.

      Bjs

      Eliminar
  3. Olha que bela ideia!!! Parece-me muito bem sim! Já tenho uma check list dos medicamentos com as validadea e afins, mas nunca me lembrei de empregar a ideia no que respeita ao frigorífico e gavetas de congelação... Vou tratar disso hoje e amanhã! Obrigada pela boa ideia!!! Posso propor uma sugestão...? Q tal juntar as receitas todas num separador ou num tag? Assim ficávamos com as receitas todas juntas e podíamos escolher a se adaptassem as sobras e afins do frigorífico... É uma sugestão!
    Beijinhos da costa alentejana, Xana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Xana.

      Quando falas em juntar as receitas, é as dos menus? Estou a organizar as etiquetas para que se tornem mais simples de pesquisar. Mas é um processo longo e que só faço quando tenho um bocadinho de tempo livre aqui e acolá. E são raros.

      Bjs

      Eliminar
    2. Pois é isso mesmo! As receitas todas juntas e assim cada um pode fazer o menu de acordo com as receitas que vais sugerindo! Quanto ao arranjo do blog... Ui ui eu tenho o meu há pouco tempo e já percebi que é preciso tempo para estar sempre organizado!
      Beijinhos

      Eliminar
    3. Isso seria possível se as receitas fossem minhas. Como a maior parte são apenas links que partilho,Não seria muito correto fazer essa organização como se da minha autoria se tratassem. Assim, o melhor a fazer será fazer uma pesquisa por ementa semanal, no campo ao aqui ao lado e ir visitando cada um dos posts. Mas obrigada pela sugestão na mesma. Vou pensar nisso para arrumar as que vou partilhando, para ser mais fácil a procura.

      Bjs

      Eliminar
  4. Tentei fazer um menu para esta semana, para o jantar, para tornar menos complicada a escolha e para acelerar o processo, mas realmente senti esta necessidade: não tinha a real noção do que tinha em casa!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fazemos ao contrário, não é? Escolhemos receitas e depois compramos ingredientes. Deveria ser, ver o que há em casa para saber que receitas escolher. Vamos sempre aprendendo.

      Bjs

      Eliminar
  5. Adoro posts de organização :D
    Essa lista da imagem é engenhosa! Adorei a ideia!!! É só colocar os tracinhos e está sempre atualizada! Nunca conseguir manter uma assim porque depressa se desatualizava.
    Confesso que costumo ter a lista atualizada por menus.
    Esta semana deparei-me com a situação delicada de ter perdido a lista de menus feita para várias semanas com o que tenho no congelador entre carne, peixe e legumes... Agora estou a sentir-me meio perdida :(
    Acho que vou agarrar a ideia da lista da foto e fazer uma idêntica.
    E já agora uma dica para mim própria: "Faz os menus no teu caderno de organização! É para isso que o tens, certo?! Pfffffff...."

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Sara.

      Também gostei imenso da dica da imagem. Não foi escolhida à toa ;)

      Bjs

      Eliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Panquecas (ou crepes) sem ovos

Apetecia-me tanto panquecas e não tinha ovos em casa. Que chatice! Lembrei-me então de procurar nesse mundo maravilhoso que é a internet, se havia forma de fazer as ditas cujas sem ovos. E espantem-se, havia! A receita é a que deixo já de seguida. A minha opinião? Gostei, embora a textura fique densa em vez de fofinha. Mas não me surpreendeu, já estava à espera disto. Penso é que é capaz de ficar melhor se fizerem crepes. Só a minha opinião. Fica a receita.
Panquecas sem ovos
- 1 copo ou chávena (cerca de 200ml) de farinha - 3/4 copo de leite (para crepe colocar 1 e 1/3 copo) - 2 colheres de sopa de óleo - 1 colher de chá de fermento em pó - 1/2 colher de chá de sal
Colocar os ingredientes secos numa taça e misturar bem. Juntar o óleo e o leite aos poucos e mexer bem para não formar grumos. Aquecer uma frigideira anti-aderente (pode deitar um pouco de manteiga, se preferir) e colocar um pouco da massa. Quando esta ficar com furinhos, está boa para virar. Deixe ficar dourada de ambos o…

Como conseguir refeições rápidas e saudáveis [com uma lista de ingredientes a ter sempre em casa]

Das várias ementas e preparações da semana que já publiquei, só numa delas partilhei as refeições que iria fazer nos almoços. De resto todas as ementas que lá estão, são para as refeições que fazemos ao jantar. 
Mas lá porque não falo sempre dos almoços, não quer dizer que não tenha de os fazer. E aqui tenho alguns truques para conseguir ter uma refeição minimamente saudável, em poucos minutos. 
Normalmente oriento-me pelo menu que o Tiago tem na escola, para garantir que não repito acompanhamentos e que alternamos carne e peixe. Uso também restos do jantar da noite anterior e garanto que há sempre sopa. Muitas vezes o meu almoço e do maridão é uma boa tigela de sopa, que acompanhamos com uma sandes, um wrap ou algo do género.





Deixo-vos então uma série de truques que me ajudam a acelerar a confecção das refeições (muitos já falei noutros posts) e os ingredientes que tenho sempre em casa, para garantir que despacho o almoço em pouco tempo. É claro que a lista varia de acordo com as prefer…

Organização do móvel da cozinha - antes e depois

Organização é um tema que gosto bastante de falar aqui no blog. Não faço tantos posts quanto gostaria mas isso não quer dizer que não vá fazendo pequenas organizações aqui e acolá. Gosto de ler tudo o que está relacionado porque os benefícios que me tem trazido são imensos. São eles:
- Redução de stress  e ansiedade; - Menos acumulação de tralha se existir um lugar para cada coisa; - Maior produtividade (porque não perdemos tempo a procurar coisas); - Maior rapidez nas limpezas; - Mais descanso ou momentos de lazer;
Mas com isto não quero dizer que a organização se faz num abrir e fechar de olhos. Leva tempo, garanto-vos. Primeiro porque não se consegue fazer tudo de uma vez (para ser bem feito, há que pensar bem no que se pretende) e, segundo, porque a organização escolhida pode não resultar. É mesmo na tentativa-erro. 
Cá em casa há ainda muito que fazer mas com calma e um bocadinho de cada vez, conseguimos uma maior fluidez no dia-a-dia.
Um dos cantinhos que há muito "gritava…