Avançar para o conteúdo principal

Como fazer detergente para máquina da loiça caseiro

Como_fazer_detergente_para_máquina_da_loiça_caseiro
Tenho que vos confessar uma coisa. Só há bem pouco tempo é que voltei a usar este detergente caseiro para a máquina da loiça. E ao contrário do que possam pensar, não, não voltei ao comercial. Basicamente mandava umas borrifadelas de vinagre de sidra para dentro da máquina (volta e meia ainda o faço porque não uso abrilhantador) e ela lavava assim. Ficava tudo impecável. No entanto, nunca me podia esquecer de duas coisas. A primeira era de ter sempre a máquina bem abastecida de sal e a segunda era de limpar o filtro com mais frequência.

Falta ainda dizer que a loiça tinha que ir para dentro da máquina minimamente decente. O problema é que nem sempre me apetecia passar a loiça por água e nas refeições com mais gordura, era claramente um problema. Assim, estas cápsulas vieram em óptima altura porque decididamente não queria voltar às comerciais, que me deixavam a loiça escorregadia e a cheirar a perfume, além de estar a prejudicar o ambiente.

Detergente caseiro para máquina da loiça

- 2 chávenas de bicarbonato de sódio ou carbonato de sódio
- 2 chávenas de borato de sódio
- 1/2 chávena de vinagre (uso de sidra)
- 15 a 20 gotas de óleo essencial de limão

Misturar os ingredientes todos numa taça (poderá ocorrer alguma efervescência) e depois poderão fazer de duas formas. Ou colocá-los numa cuvete de gelo, em silicone. Carregar bem para ficar o mais compacto possível. Deixar a secar durante, pelo menos, 24 horas. Findo esse tempo, é só tirar do molde e guardar num recipiente bem fechado. Ou então deixar secar algumas horas nessa mesma taça e depois guardar da mesma forma. 

Dou duas opções porque para estes lados a tentativa de colocar em cuvete não correu muito bem. Provavelmente porque a dita cuja é demasiado rija e quando tentava tirar a mistura, aquilo desfez-se tudo. Por isso optei por apenas misturar, deixar secar algumas horas e guardar. A dose que utilizo é uma colher de sopa (medida que vêm na imagem).

Fica tudo impecável, com um cheirinho bom (e suave) a limão.

Saiba mais sobre o meu dia-a-dia

Comentários

  1. Muito interessante. Embora não sei se comigo irá funcionar, é que eu raramneto passo alguma coisa por água antes, só mesmo se tiver muita gordura, raspo os restos e pronto. Com esta receita é necessário usar sal na mesma?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não me expliquei bem. Desde que passei a usar este detergente, que deixei de fazer isso. Tal como tu, raspo os restos e vai para a máquina.

      Sim, precisa de sal na mesma porque este serve para tornar a água mais macia, sem tanto calcário.

      Bjs

      Eliminar
    2. Ok então. Vou mesmo experimentar. Beijinhos.

      Eliminar
  2. Gostei muito desta partilha e gostava de experimentar, mas tenho um problema. Não consigo encontrar bicabornato de sódio em maiores quantidades. Na drogaria disseram-me que agora só é vendido em farmácias e, na farmacia, só vendem pacotinhos pequenos. Por favor, pode dizer-me onde comprar este produto em maiores quantidades. Obrigada pela ajuda. Maria

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu compro pacotes de 250gr de bicarbonato no Jumbo.

      Eliminar
    2. Muito obrigada pela ajuda. Vou procurar lá. Desejo que a família esteja bem e já recuperada das constipações e afins. Maria

      Eliminar
  3. Acho que é o único detergente que ainda não faço (compro um ecológico), até porque tenho máquina de lavar louça há pouco tempo. Parece-me uma boa receita!

    ResponderEliminar
  4. Quando tiver a minha máquina da roupa já sei!!! :)

    ResponderEliminar
  5. sabem onde encontrar o carbonato e o borato de sódio em Lisboa?
    pelo que consegui pesquisar, bicarbonato de sódio/ carbonato de sódio são coisas diferentes não são?

    obrigada

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, são duas coisas diferentes. Por aqui comprei numa drogaria e também na farmácia. Já tentou nalguma delas?

      Bjs

      Eliminar
    2. Existe numa drogaria antiga, na rua da Prata.

      Eliminar
  6. Vou experimentar!!! Anabela, onde compras o óleo essencial de limão?

    ResponderEliminar
  7. Olare Anabela! Hum este não conhecia!!! Diz-me cá, depois pões o detergente no mesmo compartimento das cápsulas?! Para a máquina da louca ainda compro e queria ver se me deixava disse... Por uma questão ambiental, de saúde e de orçamento!!! Beijos e obrigada, Xana

    ResponderEliminar
  8. Na zona do Porto onde poderei encontrar borato de sódio?
    Obrigada

    ResponderEliminar
  9. Adorei a dica!
    Vou fazer aqui em casa.
    Obrigada por compartilhar!

    ResponderEliminar
  10. Olá Anabela!!
    Já a experimentei!
    No meu caso não usei o óleo essencial que não tinha, e só me apercebi a meio da receita.
    Mas a louça fica um pouco baça e com uma sensação de pó.
    Também lhe aconteceu? Poderá ser do quê?
    As medidas que usei foram pequenas, uma chávena pouco maior que de café.
    Não quero mesmo nada voltar ao comercial!!
    Obrigada!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Filipa.

      Antes de mais, obrigada pelo feedback. Vamos ver se consigo ajudar.
      Os dois ingredientes que ajudam a tornar a loiça brilhante são o vinagre e o óleo essencial de limão (não serve só para perfumar).

      Sugiro que tente acrescentar mais um pouco de vinagre quando fizer a nova mistura e adicionar o óleo essencial.

      Além disso, há duas coisas que poderá ainda fazer e que poderão ajudar a solucionar o problema.

      Primeiro, verificar se o filtro está limpo e se a máquina não precisará de sal.

      Segundo, poderá adicionar vinagre de sidra no compartimento do abrilhantador.

      Espero que ajude a resolver o problema. Se puder, dê-me depois novo feedback.

      Bjs

      Eliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Panquecas (ou crepes) sem ovos

Apetecia-me tanto panquecas e não tinha ovos em casa. Que chatice! Lembrei-me então de procurar nesse mundo maravilhoso que é a internet, se havia forma de fazer as ditas cujas sem ovos. E espantem-se, havia! A receita é a que deixo já de seguida. A minha opinião? Gostei, embora a textura fique densa em vez de fofinha. Mas não me surpreendeu, já estava à espera disto. Penso é que é capaz de ficar melhor se fizerem crepes. Só a minha opinião. Fica a receita.
Panquecas sem ovos
- 1 copo ou chávena (cerca de 200ml) de farinha - 3/4 copo de leite (para crepe colocar 1 e 1/3 copo) - 2 colheres de sopa de óleo - 1 colher de chá de fermento em pó - 1/2 colher de chá de sal
Colocar os ingredientes secos numa taça e misturar bem. Juntar o óleo e o leite aos poucos e mexer bem para não formar grumos. Aquecer uma frigideira anti-aderente (pode deitar um pouco de manteiga, se preferir) e colocar um pouco da massa. Quando esta ficar com furinhos, está boa para virar. Deixe ficar dourada de ambos o…

Como conseguir refeições rápidas e saudáveis [com uma lista de ingredientes a ter sempre em casa]

Das várias ementas e preparações da semana que já publiquei, só numa delas partilhei as refeições que iria fazer nos almoços. De resto todas as ementas que lá estão, são para as refeições que fazemos ao jantar. 
Mas lá porque não falo sempre dos almoços, não quer dizer que não tenha de os fazer. E aqui tenho alguns truques para conseguir ter uma refeição minimamente saudável, em poucos minutos. 
Normalmente oriento-me pelo menu que o Tiago tem na escola, para garantir que não repito acompanhamentos e que alternamos carne e peixe. Uso também restos do jantar da noite anterior e garanto que há sempre sopa. Muitas vezes o meu almoço e do maridão é uma boa tigela de sopa, que acompanhamos com uma sandes, um wrap ou algo do género.





Deixo-vos então uma série de truques que me ajudam a acelerar a confecção das refeições (muitos já falei noutros posts) e os ingredientes que tenho sempre em casa, para garantir que despacho o almoço em pouco tempo. É claro que a lista varia de acordo com as prefer…

Organização do móvel da cozinha - antes e depois

Organização é um tema que gosto bastante de falar aqui no blog. Não faço tantos posts quanto gostaria mas isso não quer dizer que não vá fazendo pequenas organizações aqui e acolá. Gosto de ler tudo o que está relacionado porque os benefícios que me tem trazido são imensos. São eles:
- Redução de stress  e ansiedade; - Menos acumulação de tralha se existir um lugar para cada coisa; - Maior produtividade (porque não perdemos tempo a procurar coisas); - Maior rapidez nas limpezas; - Mais descanso ou momentos de lazer;
Mas com isto não quero dizer que a organização se faz num abrir e fechar de olhos. Leva tempo, garanto-vos. Primeiro porque não se consegue fazer tudo de uma vez (para ser bem feito, há que pensar bem no que se pretende) e, segundo, porque a organização escolhida pode não resultar. É mesmo na tentativa-erro. 
Cá em casa há ainda muito que fazer mas com calma e um bocadinho de cada vez, conseguimos uma maior fluidez no dia-a-dia.
Um dos cantinhos que há muito "gritava…