Avançar para o conteúdo principal

Descobrir Portugal - Porto Covo

Fonte
Foi difícil mas cá está o report sobre a nossa viagem a Porto Covo.

Já tinha ouvido falar tão bem desta freguesia do concelho de Sines, que há muito que a queria visitar. Não me desiludiu. Esta pequena aldeia turística é encantadora. O Largo Marquês de Pombal fala por si, com as suas casas típicas tão bem conservadas. De notar a cor vibrante em todas as portas. Foi raro encontrar uma mal tratada. As praias são lindíssimas e ainda descobrimos duas ou três só para nós. Que privilégio!
 Descobrir_Portugal_Porto_Covo_blog_aproveitaravida
 Descobrir_Portugal_Porto_Covo_blog_aproveitaravida
Fica então descrito que praias visitámos, onde ficámos alojados, o que comemos e ainda as coisas que não correram tão bem. 

Praias
- Praia grande
- Praia da Ilha do Pessegueiro
- Praia do Malhão
- Algumas praias pequenas (não sei o nome) que fomos descobrindo ao longo da costa
Descobrir_Portugal_Porto_Covo_blog_aproveitaravida
 Descobrir_Portugal_Porto_Covo_blog_aproveitaravida
 Descobrir_Portugal_Porto_Covo_blog_aproveitaravida
 Descobrir_Portugal_Porto_Covo_blog_aproveitaravida
 Descobrir_Portugal_Porto_Covo_blog_aproveitaravida
Alojamento
Ficámos aqui e recomendo vivamente. Preço razoável e a casa estava impecável. Recente, perto do centro (dá para ir a pé) mas sem termos o incómodo do barulho. Com todas as comodidades. Um mini mercado mesmo em frente, com um pão maravilhoso e um Take Away (não chegámos a experimentar) nas traseiras. Não é turismo rural, nem tem nenhuma vista fantástica porque o objectivo era conhecer o local e não ficar a descansar no alojamento. Não fazia sentido pagar mais se não estaríamos em casa a maior parte do tempo. Numa próxima oportunidade queria tentar algo mais perto do mar. 

Restauração
Como optámos por alugar casa em vez de quarto, fizemos lá a maior parte das refeições. Levei comida praticamente pronta e só comemos fora duas vezes. Apenas vou aconselhar esta pizzaria porque realmente comemos muito bem e não há nada a dizer do serviço. Em relação ao outro espaço, foi este mas se tivesse lido estes comentários antes, não o teria escolhido. Infelizmente confirmei duas das queixas que apontam. Serviço demorado e as entradas são caríssimas. Apesar disso, comi um polvo à Lagareiro divinal.
Descobrir_Portugal_Porto_Covo_blog_aproveitaravida
 Descobrir_Portugal_Porto_Covo_blog_aproveitaravida
  
O que não correu tão bem
Isto é uma crítica tremenda à Junta de Freguesia. As praias não estão sinalizadas (apenas têm o nome no próprio local). Não fazemos ideia para onde nos levam os imensos caminhos de areia que se vêem ao longo da estrada principal. E mesmo sem termos arriscado muito, quase que íamos ficando presos na areia. Hoje posso contar isto como uma aventura mas no momento ficámos assustados e verdadeiramente irritados. Como é que um local com tanto turista (e com um potencial enorme), tem esta qualidade de acessos??? Tudo abandonado, estradas com buracos onde só quem tem um jipe ou algo similar consegue passar sem ir com o coração nas mãos. Só vos digo, vão preparados!
Outra coisa que também não me agradou foram as praias mais perto do porto de Sines ou da Central Elétrica da EDP. Como seria de esperar, as vistas eram horrorosas. 

Assim, de repente, não me lembro de mais nada. Conto de lá voltar, por isso se puderem deixar alguma dica nos comentários, ficarei muito agradecida.

Comentários

  1. As vistas perto da central da EDP não são mto boas, mas o mar lá é mais quentinho. A água do mar é usada para arrefecer a central e sem ser alvo de qualquer poluição. ;)

    ResponderEliminar
  2. Adoro a praia de São Torpes bem ao lado da central electrica.Os miúdos adoram, com água quentinha :)

    ResponderEliminar
  3. Adoro Porto Covo, passei aí uns tempos fantásticos.

    ResponderEliminar
  4. Marco Aurélio - Brasil9 de julho de 2014 às 12:53

    Anabela.....
    Meu blog é um blog um pouco pesado para aqui. Por isso, eu venho apenas com meu nome.
    Adoraria conhecer Portugal e não perco nenhuma oportunidade de "viajar" para ai, mesmo pela internet.
    Onde fica essa praia???? Há uma cidade de referência????

    ResponderEliminar
  5. Olá Anabela, Porto Covo é muito bom para férias, já lá estive e adorei.
    Quanto à praia de São Torpes vale pela água quentinha.
    Beijinhos:)

    ResponderEliminar
  6. Recomendo é uma zona muito agradável para se passear !! Adoro toda a Costa Vicentina!

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Panquecas (ou crepes) sem ovos

Apetecia-me tanto panquecas e não tinha ovos em casa. Que chatice! Lembrei-me então de procurar nesse mundo maravilhoso que é a internet, se havia forma de fazer as ditas cujas sem ovos. E espantem-se, havia! A receita é a que deixo já de seguida. A minha opinião? Gostei, embora a textura fique densa em vez de fofinha. Mas não me surpreendeu, já estava à espera disto. Penso é que é capaz de ficar melhor se fizerem crepes. Só a minha opinião. Fica a receita.
Panquecas sem ovos
- 1 copo ou chávena (cerca de 200ml) de farinha - 3/4 copo de leite (para crepe colocar 1 e 1/3 copo) - 2 colheres de sopa de óleo - 1 colher de chá de fermento em pó - 1/2 colher de chá de sal
Colocar os ingredientes secos numa taça e misturar bem. Juntar o óleo e o leite aos poucos e mexer bem para não formar grumos. Aquecer uma frigideira anti-aderente (pode deitar um pouco de manteiga, se preferir) e colocar um pouco da massa. Quando esta ficar com furinhos, está boa para virar. Deixe ficar dourada de ambos o…

Organização do móvel da cozinha - antes e depois

Organização é um tema que gosto bastante de falar aqui no blog. Não faço tantos posts quanto gostaria mas isso não quer dizer que não vá fazendo pequenas organizações aqui e acolá. Gosto de ler tudo o que está relacionado porque os benefícios que me tem trazido são imensos. São eles:
- Redução de stress  e ansiedade; - Menos acumulação de tralha se existir um lugar para cada coisa; - Maior produtividade (porque não perdemos tempo a procurar coisas); - Maior rapidez nas limpezas; - Mais descanso ou momentos de lazer;
Mas com isto não quero dizer que a organização se faz num abrir e fechar de olhos. Leva tempo, garanto-vos. Primeiro porque não se consegue fazer tudo de uma vez (para ser bem feito, há que pensar bem no que se pretende) e, segundo, porque a organização escolhida pode não resultar. É mesmo na tentativa-erro. 
Cá em casa há ainda muito que fazer mas com calma e um bocadinho de cada vez, conseguimos uma maior fluidez no dia-a-dia.
Um dos cantinhos que há muito "gritava…

Como conseguir refeições rápidas e saudáveis [com uma lista de ingredientes a ter sempre em casa]

Das várias ementas e preparações da semana que já publiquei, só numa delas partilhei as refeições que iria fazer nos almoços. De resto todas as ementas que lá estão, são para as refeições que fazemos ao jantar. 
Mas lá porque não falo sempre dos almoços, não quer dizer que não tenha de os fazer. E aqui tenho alguns truques para conseguir ter uma refeição minimamente saudável, em poucos minutos. 
Normalmente oriento-me pelo menu que o Tiago tem na escola, para garantir que não repito acompanhamentos e que alternamos carne e peixe. Uso também restos do jantar da noite anterior e garanto que há sempre sopa. Muitas vezes o meu almoço e do maridão é uma boa tigela de sopa, que acompanhamos com uma sandes, um wrap ou algo do género.





Deixo-vos então uma série de truques que me ajudam a acelerar a confecção das refeições (muitos já falei noutros posts) e os ingredientes que tenho sempre em casa, para garantir que despacho o almoço em pouco tempo. É claro que a lista varia de acordo com as prefer…