Avançar para o conteúdo principal

A nossa sala - Desgraças à vista

Este inverno foi muito rigoroso. A imensa humidade que se fez sentir estragou aquilo que já estava mal desde o começo. Temos problemas de salitre bem visíveis numa das paredes da sala. O resto está a desmoronar-se aos poucos. E é neste ambiente que vamos estando dia após dia. Por isso não é de espantar que tosses e afins teimem em desaparecer.

Há que tomar uma atitude rápida porque é nesta divisão que passamos a maior parte do nosso tempo. E também tenho que confessar que é nela que gostaria de fazer grandes alterações. Tanto eu como o maridão gostamos muito de paredes brancas, lisas e de dar alguma cor através de detalhes. Estou cansada de ver tanto castanho, tanta coisa escura. Deixa-me em baixo. Além do problema das paredes, há tanta coisa que está mal nesta divisão. A começar pela distribuição da luz, pelos próprios candeeiros, pelos móveis sempre iguais. Há mesmo muita coisa que quero mudar. Hei-de trazer-vos um moodboard para a sala (ajuda muito na visualização do resultado final) com tudo o que desejo alterar mas por agora ficam só com as imagens da desgraça. Espero conseguir, a curto prazo (sim, vamos pedir orçamento para tratar das paredes), mostrar-vos imagens de um antes e depois de grande contraste.
(desculpem as fotos que estão horríveis, não sei o que se passou)
 







Comentários

  1. Bolaaas!!!
    Tens aí muito trabalhinho, a humidade é terrível, dá cabo de tudo.
    Fico à espera do resultado final, tenho a certeza que vai ficar maravilhoso.
    Bjs,
    MJ

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Espero que ajude a aclarar a sala que, neste momento, é a divisão da casa que está mais escura e com falta de personalidade.

      Vamos lá ver o que conseguimos fazer.

      Bjs

      Eliminar
  2. Boa sorte! Isso está mesmo mau... quanto a uma nova decoração, fico à espera do moodboard mas pelo que vi na sala de estudo tenho a certeza que ficará muito giro.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Gosto muito de decoração nórdica e o maridão também. Provavelmente sairá muito virado para esse lado. Ainda estou a organizá-lo. Aguarda.

      Bjs

      Eliminar
  3. Olá bom dia...
    Depois de a minha mulher ter visto o blog e as fotos da sala, deu-me a dica de a contactar.
    Os problemas que apresenta são desafiantes mas com possivel resolução e como gosto de desafios, terei todo o gosto em ajudar a resolver o problema e concretizar os seus intentos de mudança.Não existem impossiveis na vida.Se possivel gostaria de agendar uma visita por forma a delinear a solução.

    Grato pela atenção, e com os melhores cumprimentos

    Carlos Carvalho
    Tlm: 918737819 / 969688123
    E-Mail : cmsc76@gmail.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada pelo seu contacto. De momento temos uma pessoa amiga que vem ver a desgraça de perto e vai fazer um orçamento.

      Espero até ao Verão ter uma sala em condições.

      Cumprimentos,
      Anabela

      Eliminar
  4. Boa sorte com os trabalhos, que a "coisa" parece ser um pouco complicada.

    ResponderEliminar
  5. Olá.
    Se o problema for humidade não sei como te ajudar, mas se for realmente salitre posso dar uma dica: nós compramos uma casa com 40 anos e fizemos obras em toda a casa (ficou nova). A casa não tinha nem tem pinta de humidade (graças a deus) mas tinha paredes com algumas manchas brancas resultantes da salitre (da areia com que foi feito o cimento na altura) e que nos disseram que não há forma de retirar. Podemos pintar que ela vai voltar a aparecer.
    A solução que nos deram (e até agora +/- 3 anos tem resultado) foi colocarmos pladur nas paredes. Ficamos com paredes novas e lisinhas. Se um dia a salitre atacar em algum ponto mais crítico é fácil de recortar aquela parte do pladur, aplicar novo e voltar a pintar.
    Espero que esta dica te possa ajudar.
    Beijinhos
    Carla

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Gostei dessa solução e não me tinha lembrado disso. Preocupa-me é que estejamos a respirar a porcaria que fica atrás do pladur. Mas é realmente uma solução a pensar. A sala é grande e o orçamento não deve ficar barato. Mas vamos ver o que vai sair dali.

      Bjs e obrigada pela ideia.

      Eliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Panquecas (ou crepes) sem ovos

Apetecia-me tanto panquecas e não tinha ovos em casa. Que chatice! Lembrei-me então de procurar nesse mundo maravilhoso que é a internet, se havia forma de fazer as ditas cujas sem ovos. E espantem-se, havia! A receita é a que deixo já de seguida. A minha opinião? Gostei, embora a textura fique densa em vez de fofinha. Mas não me surpreendeu, já estava à espera disto. Penso é que é capaz de ficar melhor se fizerem crepes. Só a minha opinião. Fica a receita.
Panquecas sem ovos
- 1 copo ou chávena (cerca de 200ml) de farinha - 3/4 copo de leite (para crepe colocar 1 e 1/3 copo) - 2 colheres de sopa de óleo - 1 colher de chá de fermento em pó - 1/2 colher de chá de sal
Colocar os ingredientes secos numa taça e misturar bem. Juntar o óleo e o leite aos poucos e mexer bem para não formar grumos. Aquecer uma frigideira anti-aderente (pode deitar um pouco de manteiga, se preferir) e colocar um pouco da massa. Quando esta ficar com furinhos, está boa para virar. Deixe ficar dourada de ambos o…

Organização do móvel da cozinha - antes e depois

Organização é um tema que gosto bastante de falar aqui no blog. Não faço tantos posts quanto gostaria mas isso não quer dizer que não vá fazendo pequenas organizações aqui e acolá. Gosto de ler tudo o que está relacionado porque os benefícios que me tem trazido são imensos. São eles:
- Redução de stress  e ansiedade; - Menos acumulação de tralha se existir um lugar para cada coisa; - Maior produtividade (porque não perdemos tempo a procurar coisas); - Maior rapidez nas limpezas; - Mais descanso ou momentos de lazer;
Mas com isto não quero dizer que a organização se faz num abrir e fechar de olhos. Leva tempo, garanto-vos. Primeiro porque não se consegue fazer tudo de uma vez (para ser bem feito, há que pensar bem no que se pretende) e, segundo, porque a organização escolhida pode não resultar. É mesmo na tentativa-erro. 
Cá em casa há ainda muito que fazer mas com calma e um bocadinho de cada vez, conseguimos uma maior fluidez no dia-a-dia.
Um dos cantinhos que há muito "gritava…

Como conseguir refeições rápidas e saudáveis [com uma lista de ingredientes a ter sempre em casa]

Das várias ementas e preparações da semana que já publiquei, só numa delas partilhei as refeições que iria fazer nos almoços. De resto todas as ementas que lá estão, são para as refeições que fazemos ao jantar. 
Mas lá porque não falo sempre dos almoços, não quer dizer que não tenha de os fazer. E aqui tenho alguns truques para conseguir ter uma refeição minimamente saudável, em poucos minutos. 
Normalmente oriento-me pelo menu que o Tiago tem na escola, para garantir que não repito acompanhamentos e que alternamos carne e peixe. Uso também restos do jantar da noite anterior e garanto que há sempre sopa. Muitas vezes o meu almoço e do maridão é uma boa tigela de sopa, que acompanhamos com uma sandes, um wrap ou algo do género.





Deixo-vos então uma série de truques que me ajudam a acelerar a confecção das refeições (muitos já falei noutros posts) e os ingredientes que tenho sempre em casa, para garantir que despacho o almoço em pouco tempo. É claro que a lista varia de acordo com as prefer…