Avançar para o conteúdo principal

A minha reeducação alimentar

Já aqui falei que estou a tentar fazer alterações na minha alimentação. Nunca tentei dietas loucas porque o que me interessa mesmo é manter o peso adequado para a minha altura. Emagrecer cerca de quatro quilos de forma calma e tranquila, sem pressões. E conseguir manter o peso alcançado sem grandes esforços, apenas porque ao longo do tempo fiz uma reeducação alimentar. Não me privo dos meus doces de vez em quando, nem de refeições escandalosamente calóricas. A diferença está apenas na frequência com que as faço.

As alterações que fiz foram estas:

Reduzi (não eliminei) massas, farinhas brancas e arroz
Cá em casa a refeição que faço é igual para todos.O que difere é o meu acompanhamento. Se for massa ou arroz, diminuo na quantidade e abuso da salada ou fico-me só por esta. Quanto ao pão, tento que seja escuro com cereais ou se fizer panquecas adiciono sempre farinha de centeio integral. Os cereais são sempre integrais, sem adição de açúcar e vario entre trigo e centeio.


Uso e abuso das ervas aromáticas para diminuir no sal
Com um cantinho de ervas aromáticas não há desculpas. Os benefícios são imensos, a começar pela diminuição de sal. As receitas ficam mais saborosas e aqueles caldos comerciais deixaram de ser usados, para bem da nossa saúde.


Passei a usar manteiga em vez da margarina 
Há imensa informação sobre isto e algo controversa. Para ficarem a saber o porquê da minha mudança podem ler aqui e aqui. Como uso pouca manteiga não vejo grande problema em termos de colesterol.
 
Uso apenas azeite na maioria dos cozinhados
E consigo comprar azeite directamente de um produtor.  O sabor é muito diferente porque é  mais puro, ou seja, a acidez é mínima.

Diminui drasticamente o uso de açúcar branco
Para saberem porquê, cliquem aqui ou aqui.

Uso apenas sal marinho e não refinado
Mais info aqui.

Passei a beber água filtrada
Não é o melhor que posso fazer mas sempre é melhor que nada. Nota-se muita diferença no sabor, o que é preocupante.


Uso e abuso de cereais integrais e sementes
Sobre as sementes vou falando um bocadinho mais aqui.

Opto por bolos e biscoitos caseiros, mais nutritivos
Tenho substituído parte da farinha branca por farinha de centeio integral e junto sementes (ex.: papoila) ou cereais


Como fruta acompanhada de fibra
Aprendi que a fruta, se comida sem acompanhamento de fibra vai fazer com que fique com fome rapidamente devido ao elevado teor de açúcares. Basta comê-la com cereais ou pão escuro e faz toda a diferença, garanto!

Janto cedo 
Aliado a um jantar leve porque depois é alapar no sofá ou na cama, com zero exercício. Tudo o que como será para a engorda. Já agora, deitar cedo também não fazia mal nenhum. Porque comer cedo e depois deitar tarde dá lugar a disparates. Infelizmente é uma coisa que tenho muito que melhorar.

Elaboro um menu mensal
Ajuda a não deslizar e a percebermos se estamos a comer bem.


Saladas mais coloridas
Estava a ficar mesmo muito cansada da salada de alface ou tomate. Há tantas, mas tantas opções, é só uma questão de paladar. Até passei a semear rúcula porque gostamos imenso.


E é assim que tenho feito a minha reeducação alimentar. E por aí, como vão essas dietas? Contem-me tudo.
assinatura

Comentários

  1. Também prefiro manteiga a margarina, açúcar amarelo e sal marinho. O meu mal são os doces e o pão. Adoro pão, mas recentemente estive a dar uma vista de olhos neste livro: http://www.wook.pt/ficha/sem-trigo-sem-barriga/a/id/14828337

    Este médico diz que o trigo foi geneticamente modificado e mesmo sendo integral é uma perigo para a saúde.

    Infelizmente ainda não sabemos o que comemos.

    ResponderEliminar
  2. Anabela, concordo com a maioria das tuas opções, exceto uma.
    Não concordo que se deva cozinhar com azeite. O Azeite é um alimento mais saudável sim, do que outras gorduras, mas em cru. Quando submetemos o azeite a elevadas temperaturas há uma degradação e saturação da gordura saudável que faz com que se torna mais nocivo até do que um simples óleo de girassol ou manteiga/margarina.
    O óleo de girassol - ou de amendoim, o meu favorito - é na realidade do melhor que se pode usar quando queremos refogar, cozinhar, etc. Uma outra dica útil que também pode ser usada é juntar um pouco de água ao azeite, num refogado p.e., para evitar que o mesmo queime.
    Deixei só o alerta porque creio que muita gente desconhece isto e comete o erro e passar a usar o azeite para tudo.

    Quanto ao resto, não podia concordar mais contigo. E eu só não uso manteiga por norma porque realmente eu abuso quando se trata da manteiga :P

    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Su M.

      Obrigada pelas palavras. Estamos sempre a aprender.

      O que tento fazer por aqui, não sei se ajuda, é evitar refogados, ou seja, coloco a comida na frigideira, seja peixe, carne ou legumes, com os temperos todos e só depois ligo o lume. Li algures que era melhor assim, precisamente para o azeite não queimar.

      Faço bem?

      Bjs

      Eliminar
  3. Olá Anabela! Por aqui também já se começa a comer muito melhor há uns meses. E sem fazer dieta, já perdi 4 quilos e sinto-me mesmo bem! Um coisa que queria perguntar: tenho um jarro desses com filtro e a aguá sabe tão mal, mas tão mal que das duas umas: ou a marca não vale de nada(Brita) ou estou a usar aquilo mal. A água sabe mesmo a quimicos... O seu funciona bem? Alterou o sabor da água?
    Beijinhos e obrigada

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Vera.

      Sim, funciona bem. Atenção que é necessário fazer o que dizem no papel para eliminar ar que possa estar dentro do filtro. Costuma usar assim que tira o plástico ou faz o que eles dizem para "limpar primeiro o filtro?

      Por aqui tenho-me dado bem e parece que estou a beber água engarrafada.

      Bjs

      Eliminar
    2. Anabela, já estive a ver melhor as instruções na internet e houve realmente muita coisa que não fiz... uma delas foi não lavar o filtro. Vamos lá a ver se hoje bebo agua sem sabor a quimico! Obrigada!

      Eliminar
  4. Também estou a seguir essa "dieta" há uns tempos...mas há dias que só me apetece comer um bolo gigantesco ou ir ao mc donalds!
    Só a reduçao de hidratos ajuda imeeeeeeeeeeenso a perder peso foi o que notei em mim. Como muitos vegetais agora, coisa que não fazia.

    ResponderEliminar
  5. Excelentes dicas! Também aplico muitas delas cá em casa e porque cozinho imenso com azeite, gostei muito de ler o comentário da Su M. sobre o assunto pois desconhecia a informação importante que partilhou. Sempre a aprender.
    Obrigada a ambas.

    ResponderEliminar
  6. Algumas destas coisas já faço, agora ando indecisa com o jarro de água. Aqui em casa só se bebe água engarrafada que tem subido de preço ultimamente que é uma coisa maluca, mas pelo que estive a ver os filtros da brita também são caros. Para quantos litros dará um filtro mais ou menos?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olha, por aqui nem vejo os litros. Quando a água começa a saber à da torneira (sim, porque nota-se diferença), mudo o filtro. Nem contabilizo tempo nem litros, sorry.

      Bjs

      Eliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Panquecas (ou crepes) sem ovos

Apetecia-me tanto panquecas e não tinha ovos em casa. Que chatice! Lembrei-me então de procurar nesse mundo maravilhoso que é a internet, se havia forma de fazer as ditas cujas sem ovos. E espantem-se, havia! A receita é a que deixo já de seguida. A minha opinião? Gostei, embora a textura fique densa em vez de fofinha. Mas não me surpreendeu, já estava à espera disto. Penso é que é capaz de ficar melhor se fizerem crepes. Só a minha opinião. Fica a receita.
Panquecas sem ovos
- 1 copo ou chávena (cerca de 200ml) de farinha - 3/4 copo de leite (para crepe colocar 1 e 1/3 copo) - 2 colheres de sopa de óleo - 1 colher de chá de fermento em pó - 1/2 colher de chá de sal
Colocar os ingredientes secos numa taça e misturar bem. Juntar o óleo e o leite aos poucos e mexer bem para não formar grumos. Aquecer uma frigideira anti-aderente (pode deitar um pouco de manteiga, se preferir) e colocar um pouco da massa. Quando esta ficar com furinhos, está boa para virar. Deixe ficar dourada de ambos o…

Organização do móvel da cozinha - antes e depois

Organização é um tema que gosto bastante de falar aqui no blog. Não faço tantos posts quanto gostaria mas isso não quer dizer que não vá fazendo pequenas organizações aqui e acolá. Gosto de ler tudo o que está relacionado porque os benefícios que me tem trazido são imensos. São eles:
- Redução de stress  e ansiedade; - Menos acumulação de tralha se existir um lugar para cada coisa; - Maior produtividade (porque não perdemos tempo a procurar coisas); - Maior rapidez nas limpezas; - Mais descanso ou momentos de lazer;
Mas com isto não quero dizer que a organização se faz num abrir e fechar de olhos. Leva tempo, garanto-vos. Primeiro porque não se consegue fazer tudo de uma vez (para ser bem feito, há que pensar bem no que se pretende) e, segundo, porque a organização escolhida pode não resultar. É mesmo na tentativa-erro. 
Cá em casa há ainda muito que fazer mas com calma e um bocadinho de cada vez, conseguimos uma maior fluidez no dia-a-dia.
Um dos cantinhos que há muito "gritava…

Como conseguir refeições rápidas e saudáveis [com uma lista de ingredientes a ter sempre em casa]

Das várias ementas e preparações da semana que já publiquei, só numa delas partilhei as refeições que iria fazer nos almoços. De resto todas as ementas que lá estão, são para as refeições que fazemos ao jantar. 
Mas lá porque não falo sempre dos almoços, não quer dizer que não tenha de os fazer. E aqui tenho alguns truques para conseguir ter uma refeição minimamente saudável, em poucos minutos. 
Normalmente oriento-me pelo menu que o Tiago tem na escola, para garantir que não repito acompanhamentos e que alternamos carne e peixe. Uso também restos do jantar da noite anterior e garanto que há sempre sopa. Muitas vezes o meu almoço e do maridão é uma boa tigela de sopa, que acompanhamos com uma sandes, um wrap ou algo do género.





Deixo-vos então uma série de truques que me ajudam a acelerar a confecção das refeições (muitos já falei noutros posts) e os ingredientes que tenho sempre em casa, para garantir que despacho o almoço em pouco tempo. É claro que a lista varia de acordo com as prefer…