Avançar para o conteúdo principal

Dificuldades na leitura - Método das 28 palavras

Descobri este método recentemente e decidi colocá-lo em prática com uma aluna do 2º ano, que mal sabia juntar duas sílabas. 

Não me perguntem como é que uma aluna que mal sabe ler, passa de ano. O que me dizem é que não é possível reprovar alunos no primeiro ano. Eu, sinceramente, nem comento e direcciono a minha atenção para técnicas que ajudem a aluna a ultrapassar essas dificuldades o mais rápido possível. Isto para não ficar desmotivada por ver os seus colegas a seguirem em frente e ela a ficar para trás. Decididamente, não é algo positivo.

Mas voltemos ao método. Estava eu a dizer que o descobri recentemente e depois de algumas semanas a aplicá-lo, consegui ver resultados bastante satisfatórios.

Livros de apoio sobre o método das 24 palavras

(cliquem nas imagens para mais info)

https://www.wook.pt/escolar/o-mundo-das-palavras-portugues-1-ano-camila-santos/16419359?a_aid=599b4a76bd1b3https://www.wook.pt/escolar/livro-de-fichas-o-mundo-das-palavras-portugues-1-ano-camila-santos/17000906?a_aid=599b4a76bd1b3

Entretanto a minha aluna foi diagnosticada com TDAH (Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade) e eu, sem dar por isso, já estava a utilizar um método de trabalho muito benéfico para ela. 

Fichas mais fáceis de início para lhe aumentar a motivação, reforço positivo ao rubro (ex.: desenho carinhas risonhas nas fichas, para recompensar o seu trabalho), exercícios mais práticos do que teóricos (preferir aqueles de ligar, preencher ou seleccionar em vez de um texto com perguntas), etc. Isto tudo junto deu frutos, muitos frutos. De tal forma que ela conseguiu passar de ano! Um orgulho imenso, resultado do esforço e do trabalho (apesar da imensa dificuldade de concentração...) que tivemos ao longo de um ano lectivo. Parabéns C., estou muito orgulhosa e feliz por ti.

Outros artigos que podem interessar

Dicas para melhorar a leitura


Nota importante: não é um método adequado para disléxicos pois a primeira palavra (menina) causa confusão para crianças com este problema.  

*este post contém links afiliados

Comentários

  1. Também tens este. Vem com um livro de fichas pequenino e podes adquirir também as sílabas magnéticas para formares palavras. É, de facto, um óptimo método.

    ResponderEliminar
  2. Também tens este. Vem com um livro de fichas pequenino e podes adquirir também as sílabas magnéticas para formares palavras. É, de facto, um óptimo método.

    ResponderEliminar
  3. Estranho, muito estranho uma professora do primeiro ciclo não ter estudado o método das 28 palavras na sua formação inicial.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo, não sei a quem se refere mas se for a mim digo-lhe que está enganado. A minha formação não é na área da docência mas sim na gestão. Se se refere à professora da aluna, até compreendo o seu comentário mas repare que, tal como referenciou a Lápis&Companhias, o que resultou com a minha explicanda foi, sem dúvida, o apoio individualizado aliado à técnica referida. Algo difícil de fazer numa sala de aula com tantos outros alunos.

      Cumprimentos

      Eliminar
  4. Anónimo, não percebi. Quem é a professora que não estudou o Método das 28 palavras?
    O que funcionou muito bem com a aluna da Anabela foi o ensino individualizado. Porque é o que estes alunos com TDAH precisam. E infelizmente, é isso mesmo a lei proíbe as retenções no 1º ano e para o próximo ano 2013/14 os alunos que ficarem retidos no 2º ano já deveram integrar uma turma do ano que lhe corresponde e não continuar com os mesmos colegas (3º ano) mas com a criança a fazer currículo de 2ºano. Esta situação então, ainda era mais complicada, quer para a criança, quer para a professora da turma.

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Panquecas (ou crepes) sem ovos

Apetecia-me tanto panquecas e não tinha ovos em casa. Que chatice! Lembrei-me então de procurar nesse mundo maravilhoso que é a internet, se havia forma de fazer as ditas cujas sem ovos. E espantem-se, havia! A receita é a que deixo já de seguida. A minha opinião? Gostei, embora a textura fique densa em vez de fofinha. Mas não me surpreendeu, já estava à espera disto. Penso é que é capaz de ficar melhor se fizerem crepes. Só a minha opinião. Fica a receita.
Panquecas sem ovos
- 1 copo ou chávena (cerca de 200ml) de farinha - 3/4 copo de leite (para crepe colocar 1 e 1/3 copo) - 2 colheres de sopa de óleo - 1 colher de chá de fermento em pó - 1/2 colher de chá de sal
Colocar os ingredientes secos numa taça e misturar bem. Juntar o óleo e o leite aos poucos e mexer bem para não formar grumos. Aquecer uma frigideira anti-aderente (pode deitar um pouco de manteiga, se preferir) e colocar um pouco da massa. Quando esta ficar com furinhos, está boa para virar. Deixe ficar dourada de ambos o…

Como conseguir refeições rápidas e saudáveis [com uma lista de ingredientes a ter sempre em casa]

Das várias ementas e preparações da semana que já publiquei, só numa delas partilhei as refeições que iria fazer nos almoços. De resto todas as ementas que lá estão, são para as refeições que fazemos ao jantar. 
Mas lá porque não falo sempre dos almoços, não quer dizer que não tenha de os fazer. E aqui tenho alguns truques para conseguir ter uma refeição minimamente saudável, em poucos minutos. 
Normalmente oriento-me pelo menu que o Tiago tem na escola, para garantir que não repito acompanhamentos e que alternamos carne e peixe. Uso também restos do jantar da noite anterior e garanto que há sempre sopa. Muitas vezes o meu almoço e do maridão é uma boa tigela de sopa, que acompanhamos com uma sandes, um wrap ou algo do género.





Deixo-vos então uma série de truques que me ajudam a acelerar a confecção das refeições (muitos já falei noutros posts) e os ingredientes que tenho sempre em casa, para garantir que despacho o almoço em pouco tempo. É claro que a lista varia de acordo com as prefer…

Livros "A Arte de Organizar a sua Vida" e "Adeus Coisas"

O primeiro livro "A Arte de Organizar a sua Vida", da autora de Hideko Yamashita, explica o método DAN-SHA-RI. Este método não é mais do que a união de três expressões japonesas que resumem os pontos mais importantes na arte de organizar a vida. São elas:

1. DAN, limitar a entrada do que não merece estar na nossa vida

2. SHA, eliminar tudo aquilo que não precisamos

3. RI, vivência tranquila, desapegada de coisas, com foco no “ser” e não no “ter”

O segundo livro "Adeus Coisas", do autor Fumio Sasaki relata a experiência pessoal de como passou de uma vida cheia de stress e rodeado de objectos, para um dia-a-dia simples mas mais feliz.



A minha opinião sobre os livros é que ambos são bons, valem bem a pena a compra mas se tivesse que escolher um, seria o "Adeus Coisas". Passo a explicar.

O que encontrei de diferente neste livro é que mais do que despejar teoria de como devemos livrar-nos de tralha e os benefícios disso (quando já se leu alguma coisa sobre mi…