Avançar para o conteúdo principal

Dicas para um frigorífico organizado

Nunca me tinha lembrado de fazer um post sobre isto mas já que pediram, aqui vai. Adianto que nem sempre tenho o frigorífico assim tão bonitinho e a foto que tirei é de uma segunda-feira, por isso está tão recheado. E, convenhamos, uma foto assim, com tudo mais arrumadinho, é sempre mais inspiradora e motivadora, certo?

Uma das tarefas de domingo é preparar fruta, legumes e o que mais puder, para aliviar os primeiros dias da semana, aqueles que são mais chatos e cansativos. Assim é uma forma de prolongar o descanso e a tranquilidade do fim-de-semana.

Mas voltemos ao frigorífico. Eu não era nada organizada com o dito cujo mas desde que percebi que, se este estiver arrumado, consigo ser mais eficiente no dia-a-dia, então passei a dar-lhe mais atenção. O meu sogro até costuma brincar e dizer esta frase cada vez que o vamos visitar, "vê-se logo que a Anabela chegou, o frigorífico está arrumado!". Não se preocupem, a minha sogra não se importa que lhe arrume o frigorífico, até agradece. Mas faço isso porque sou eu que cozinho cada vez que lá vou. Eu gosto muito de o fazer e ela detesta, por isso estamos bem. Assim sendo, se sou eu que cozinho, tenho de ter o frigorífico arrumado.

Mas chega de conversa e vamos às dicas.

Tenha um sítio certo para cada alimento
Esta é a dica mais importante e aquela que permite a organização do frigorífico a longo-prazo. Esta é a forma como arrumo as coisas no meu. Não quer dizer que seja a melhor, mas é a minha.


1ª prateleira: Queijos, charcutaria e manteigas. Por vezes também coloco compotas e frascos de pickles que não cabem na porta;
2ª prateleira: Iogurtes e ovos;
3ª prateleira: Cesto de "comer primeiro" e fruta cortada ou outros alimentos que sejam mais perecíveis;
4ª prateleira: Sopa, carne ou peixe crus (é onde coloco assim que os compro para depois os organizar antes de congelar) legumes cortados e lavados, cervejas, água gaseificada e restos de ingredientes como ervilhas, cogumelos, milho, etc...
Gavetas: da esquerda para legumes e da direita para fruta;
Porta: Compotas em cima, cremes e coberturas na segunda (estão vazias mas não por muito tempo...), condimentos na terceira e por último leite, água, sumos e vinho.

Use a cesta de "Comer primeiro"
Tem ajudado imenso a não ter restos de comida estragados. Evita maus cheiros no frigorífico e dá sempre um ar mais arrumadinho também.

Utilize recipientes transparentes (preferencialmente de vidro)


Estas eram as caixas que utilizava no dia-a-dia, para guardar coisas no frigorífico. Com o tempo percebi que tinham um grande problema, serem opacas e, por isso, era preciso abrir para ver o que tinham dentro. Aos poucos tenho estado a trocar por recipientes de vidro. São muito bons e vale a pena o investimento. Gosto destes pela forma como fecham.

 
Assim consigo ver o que guardo dentro do frigorífico mais rapidamente e isso poupa-me imenso tempo.

Evite deixar os alimentos na embalagens originais
Isto aplica-se tanto para as manteigas ou margarinas, como para os queijos, charcutaria, alimentos enlatados, etc... Além de ser mais saudável, esteticamente fica sempre mais bonito. Bom bom era podermos levar os recipientes de vidro e comprar as coisas avulso. Seria tão bom para o nosso planeta...


Faça uma limpeza rápida, semanalmente
Todas estas dicas que falei anteriormente facilitaram a criação deste hábito. Limpar o frigorífico semanalmente ou antes de colocar as compras, faz com  que, inevitavelmente, o arrume melhor e essa organização vai-se mantendo mais tempo. Limpo com água e vinagre. Qualquer cheiro que possa ter, costuma sair. 

E pronto, isto é o que faço por aqui. E por ai, como se organizam?
assinatura

Comentários

  1. Está mesmo arrumadinho. Parabéns, eu não consigo, eheh
    Boa semana.

    ResponderEliminar
  2. Não me organizo :(

    Mas este post serve de motivação, vou registar as dicas e copiá-las descaradamente :P

    bjs

    ResponderEliminar
  3. Óptimas dicas! Por aqui faço tudo igual (até as gavetas destinadas aos legumes e fruta são os mesmos!) só falta retirar tudo dos pacotes originais, isso não costumo fazer, mas terei em atenção no futuro pois opto por colocar em caixas próprias (a caixa dos queijos, a dos chouriços, etc, etc)!
    Beijinho e boa semana!

    ResponderEliminar
  4. Boa Anabela!! obrigada pela partilha

    ResponderEliminar
  5. Olá Anabela :)

    Tenho um post (meio feito) muito, mas mesmo muito parecido como este :) Mas o teu está mais completo, por isso, nem vale a pena.
    Adorei a ideia do cesto, mas ia roubar-me muito espaço. Cá em casa tb há lugar certo para tudo, acho que funciona melhor.
    Todas as 5ºs f. tb limpo o meu com água e vinagre e e organizo-o. Costuma estar sempre impecável, porque normalmente só eu é que lhe mexo.
    Tb acho importante organizá-lo uma vez por semana, dado que faço as compras na sexta e, no fim de semana a minha sogra manda-me sempre ovos e muitos legumes. Se não fizesse a dita organização semanal, corria o risco de trazer coisas da minha sogra que não precisava, ou de esquecer de comprar o que precisava. Quando chego a casa com as compras, vai tudo para o devido lugar. Não custa nada quando e trata de uma rotina.
    Tb tenho a mesma opinião à cerca dos recipientes, funciona melhor quando são transparentes e os de vidro são mais bonitos, claro.
    Há tempos, num desafio de fotografia, tive de o mostrar, não estava cheio, mas dá para ficar com uma ideia. Se quiseres espreita aqui:

    http://cronicasdeumamae.blogspot.pt/2012/02/day-4-inside-your-fridge.html

    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Ana :)

      Olha, acho que devias fazer o post na mesma, porque há sempre uma coisa ou outra diferente e que pode ser importante para alguém.

      Já tinha visto o link anteriormente. Afinal sigo o teu cantinho. Adorei ver o teu frigorífico por dentro, super arrumadinho.

      Bjs

      Eliminar
  6. Apesar de não ter o frigorífico tão organizado quanto o teu, normalmente existe lugar fixo para as coisas.
    IEngraçado verificar que as minhas prateleiras estão organizadas exatamente ao contrário das tuas.
    Na primeira, a contar de baixo, é que tenho as coisas da charcutaria.
    Gosto muito dessa ideia do cesto de comer primeiro, mas dificilmente a adotaria porque tinha de arranjar um cesto grande e isso roubar-me-ia muito espaço que é preciso para outras coisas.
    Os recipientes em vidro não são apenas bons por serem transparentes, mas por serem mais higiénicos que os de plástico.
    Obrigada pela partilha deste post tão útil.
    Gostei muito.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  7. Boa tarde!
    Apenas queria dizer que descobri o seu blgue ontem e já sou uma fã :)
    Muitos parabéns pelo bom trabalho. A partir de hoje terá mais uma fiel seguidora :)

    ResponderEliminar
  8. Olá,

    eu fui uma das "chatas" que pediu a realização deste post.
    Obrigada :)
    Agora é só meter mãos à obra!
    Beijinhos,

    Ana

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Panquecas (ou crepes) sem ovos

Apetecia-me tanto panquecas e não tinha ovos em casa. Que chatice! Lembrei-me então de procurar nesse mundo maravilhoso que é a internet, se havia forma de fazer as ditas cujas sem ovos. E espantem-se, havia! A receita é a que deixo já de seguida. A minha opinião? Gostei, embora a textura fique densa em vez de fofinha. Mas não me surpreendeu, já estava à espera disto. Penso é que é capaz de ficar melhor se fizerem crepes. Só a minha opinião. Fica a receita.
Panquecas sem ovos
- 1 copo ou chávena (cerca de 200ml) de farinha - 3/4 copo de leite (para crepe colocar 1 e 1/3 copo) - 2 colheres de sopa de óleo - 1 colher de chá de fermento em pó - 1/2 colher de chá de sal
Colocar os ingredientes secos numa taça e misturar bem. Juntar o óleo e o leite aos poucos e mexer bem para não formar grumos. Aquecer uma frigideira anti-aderente (pode deitar um pouco de manteiga, se preferir) e colocar um pouco da massa. Quando esta ficar com furinhos, está boa para virar. Deixe ficar dourada de ambos o…

Como conseguir refeições rápidas e saudáveis [com uma lista de ingredientes a ter sempre em casa]

Das várias ementas e preparações da semana que já publiquei, só numa delas partilhei as refeições que iria fazer nos almoços. De resto todas as ementas que lá estão, são para as refeições que fazemos ao jantar. 
Mas lá porque não falo sempre dos almoços, não quer dizer que não tenha de os fazer. E aqui tenho alguns truques para conseguir ter uma refeição minimamente saudável, em poucos minutos. 
Normalmente oriento-me pelo menu que o Tiago tem na escola, para garantir que não repito acompanhamentos e que alternamos carne e peixe. Uso também restos do jantar da noite anterior e garanto que há sempre sopa. Muitas vezes o meu almoço e do maridão é uma boa tigela de sopa, que acompanhamos com uma sandes, um wrap ou algo do género.





Deixo-vos então uma série de truques que me ajudam a acelerar a confecção das refeições (muitos já falei noutros posts) e os ingredientes que tenho sempre em casa, para garantir que despacho o almoço em pouco tempo. É claro que a lista varia de acordo com as prefer…

Livros "A Arte de Organizar a sua Vida" e "Adeus Coisas"

O primeiro livro "A Arte de Organizar a sua Vida", da autora de Hideko Yamashita, explica o método DAN-SHA-RI. Este método não é mais do que a união de três expressões japonesas que resumem os pontos mais importantes na arte de organizar a vida. São elas:

1. DAN, limitar a entrada do que não merece estar na nossa vida

2. SHA, eliminar tudo aquilo que não precisamos

3. RI, vivência tranquila, desapegada de coisas, com foco no “ser” e não no “ter”

O segundo livro "Adeus Coisas", do autor Fumio Sasaki relata a experiência pessoal de como passou de uma vida cheia de stress e rodeado de objectos, para um dia-a-dia simples mas mais feliz.



A minha opinião sobre os livros é que ambos são bons, valem bem a pena a compra mas se tivesse que escolher um, seria o "Adeus Coisas". Passo a explicar.

O que encontrei de diferente neste livro é que mais do que despejar teoria de como devemos livrar-nos de tralha e os benefícios disso (quando já se leu alguma coisa sobre mi…