Avançar para o conteúdo principal

Manteiga de alho e ervas caseira - Receita e nota importante

Manteiga_caseira

Mas o post de hoje é para falar de algo que já tinha feito anteriormente, manteiga caseira. A receita não é muito diferente, simplesmente juntei um dente de alho bem esmagado no almofariz, em vez de alho em pó. Faz muita diferença! Juntei cebolinho na mesma e mexi muito bem antes de colocar num recipiente de vidro.

 
 
Manteiga caseira
 
Ingredientes:
- 2 pacotes de natas
- 1 colher (de café) mal cheia de sal fino
- 1 raminho de cebolinho
- 1 dente de alho grande ou 2 pequenos

Cá está a manteiga de alho e ervas, disponível no frigorífico para pequenos petiscos.


E agora a NOTA IMPORTANTE, só consigo fazer a manteiga com as natas Milbona do LIDL. Gastei dois pacotes de outras marcas, quer das de bater, quer das de culinária e nada, a gordura não se separa do leite. Depois estive a ler bem os ingredientes e cheguei à conclusão que será do emulsionante usado. Um emulsionante é um químico que faz com que a solução onde é adicionado seja mais homogénea, ou seja, que não se separe, daí não conseguir fazer a manteiga. Ora das natas que vi, só as do LIDL não têm esse ingrediente e, por isso, consegui fazer a dita cuja em menos de um minuto.

Achei importante partilhar isto porque senão acabam por tentar fazer aí em casa e não conseguem.

Desejo um dia fabuloso a todos.
assinatura

Comentários

  1. Eu também faço manteiga em casa, muitas vezes. Por norma faço simples. Costumo usar as natas do LIDL, mas já usei da parmalat, mimosa, e outras marcas e sempre consegui fazer! O que noto é que dão menos "manteiga" e mais soro e demoram mais tempo (algumas) de resto sempre resultou! Eu coloco sempre 2 pacote na batedeira eléctrica e bato na velocidade máxima (com uma folha de papel a cobrir por causa dos salpicos) até que se separe a manteiga do soro.

    Bjs

    Mónica

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Então mas na batedeira eléctrica não fazes apenas natas batidas??? Costumas deixar quanto tempo? É que tenho ali um pacote de natas batido, à espera de ser aproveitado, porque não consegui fazer.

      Tenho taça rotativa por isso é só deixar a trabalhar.

      Bjs

      Eliminar
  2. Já percebi a nossa diferença eu uso a máquina!!! Experimenta fazer com uma batedeira eléctrica! Se tiveres das que têm o copo rotativo melhor, pois ai nem tens de te preocupar é só colocar a trabalhar! Ai vais conseguir fazer com qualquer manteiga, sendo que as natas de bater são melhores que de culinária.

    Bjs

    Mónica

    ResponderEliminar
  3. Olá Anabela,

    Acabei de ver a reportagem sobre os iogurtes caseiros na RTP e já sou fã do teu blog!!!
    Onde posso encontrar a receita para confecionar a manteiga caseira? É só bater as natas até não mais poder?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá. Ainda bem que ficou fã, é sinal que escrevo alguma coisa de jeito.

      É isso mesmo, é só bater as natas até começar a ver as natas a separarem-se do soro. Espero que a experiência corra bem.

      Bjs

      Eliminar
    2. Depois venho cá contar como correu :)

      Eliminar
    3. Já fiz a minha primeira manteiga caseira!
      Utilizei natas do Continente e, ao início, achei que a experiencia não ia correr bem porque as natas não passava de natas batidas... até que 30 minutos depois.... Plim! Fez-se manteiga!
      Acho que para a próxima tenho que fazer em maior quantidade, bater um pouco mais e escorrer melhor. Mas estou muito satisfeita com a minha experiência e o sabor é muito bom!

      Eliminar
  4. Anabela, é mesmo uma questão de tempo. Em tempos fiz um bocadinho de manteiga com os pequenitos do pré-escolar e deu com outras natas, mas realmente demorou mais tempo.

    Só pergunto a tua opinião: como as natas já levam químicos e a quantidade de manteiga obtida não é assim tão grande, achas que compensa fazer manteiga em casa, em vez de comprar?

    Beijinhos

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  5. Anabela, é mesmo uma questão de tempo. Em tempos fiz um bocadinho de manteiga com os pequenitos do pré-escolar e deu com outras natas, mas realmente demorou mais tempo.

    Só pergunto a tua opinião: como as natas já levam químicos e a quantidade de manteiga obtida não é assim tão grande, achas que compensa fazer manteiga em casa, em vez de comprar?

    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Gostei muito desta pergunta.Olha, não faço manteiga em casa por uma questão económica mas sim porque posso juntar o que quiser e fica algo diferente, além de que fico muito contente quando consigo substituir um produto comercial por um caseiro. Mas assim por alto, dois pacotes de natas que juntos não ultrapassaram 1€ deram quase a mesma quantidade que um pacote de manteiga comercial. Se calhar até fica ela por ela. Fica ao critério de cada um optar por substituir ou fazer apenas em ocasiões especiais.

      Espero ter ajudado.

      Bjs

      Eliminar
  6. Já a uns meses que nao vinha ao Blog, só encontro posts muito bons e interessantes.

    ResponderEliminar
  7. Bom dia
    Durante quantos dias podemos guardar esta manteiga fresca no frigorífico?
    Obrigada
    Teresa Amaral

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Teresa.

      Não dura muito tempo, talvez entre 5 a 7 dias. Não faça muita de cada vez pois esta manteiga se não for escorrida num pano, vai libertando pequenas gotinhas de água. É esta água que vai estragando a manteiga. Por isso faça só em ocasiões especiais ou então pouca quantidade de cada vez.

      Bjs

      Eliminar
    2. Obrigada Anabela pela sua resposta.
      Teresa Amaral

      Eliminar
    3. Obrigada Anabela pela sua resposta
      Teresa Amaral

      Eliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Panquecas (ou crepes) sem ovos

Apetecia-me tanto panquecas e não tinha ovos em casa. Que chatice! Lembrei-me então de procurar nesse mundo maravilhoso que é a internet, se havia forma de fazer as ditas cujas sem ovos. E espantem-se, havia! A receita é a que deixo já de seguida. A minha opinião? Gostei, embora a textura fique densa em vez de fofinha. Mas não me surpreendeu, já estava à espera disto. Penso é que é capaz de ficar melhor se fizerem crepes. Só a minha opinião. Fica a receita.
Panquecas sem ovos
- 1 copo ou chávena (cerca de 200ml) de farinha - 3/4 copo de leite (para crepe colocar 1 e 1/3 copo) - 2 colheres de sopa de óleo - 1 colher de chá de fermento em pó - 1/2 colher de chá de sal
Colocar os ingredientes secos numa taça e misturar bem. Juntar o óleo e o leite aos poucos e mexer bem para não formar grumos. Aquecer uma frigideira anti-aderente (pode deitar um pouco de manteiga, se preferir) e colocar um pouco da massa. Quando esta ficar com furinhos, está boa para virar. Deixe ficar dourada de ambos o…

Livros "A Arte de Organizar a sua Vida" e "Adeus Coisas"

O primeiro livro "A Arte de Organizar a sua Vida", da autora de Hideko Yamashita, explica o método DAN-SHA-RI. Este método não é mais do que a união de três expressões japonesas que resumem os pontos mais importantes na arte de organizar a vida. São elas:

1. DAN, limitar a entrada do que não merece estar na nossa vida

2. SHA, eliminar tudo aquilo que não precisamos

3. RI, vivência tranquila, desapegada de coisas, com foco no “ser” e não no “ter”

O segundo livro "Adeus Coisas", do autor Fumio Sasaki relata a experiência pessoal de como passou de uma vida cheia de stress e rodeado de objectos, para um dia-a-dia simples mas mais feliz.



A minha opinião sobre os livros é que ambos são bons, valem bem a pena a compra mas se tivesse que escolher um, seria o "Adeus Coisas". Passo a explicar.

O que encontrei de diferente neste livro é que mais do que despejar teoria de como devemos livrar-nos de tralha e os benefícios disso (quando já se leu alguma coisa sobre mi…

Como conseguir refeições rápidas e saudáveis [com uma lista de ingredientes a ter sempre em casa]

Das várias ementas e preparações da semana que já publiquei, só numa delas partilhei as refeições que iria fazer nos almoços. De resto todas as ementas que lá estão, são para as refeições que fazemos ao jantar. 
Mas lá porque não falo sempre dos almoços, não quer dizer que não tenha de os fazer. E aqui tenho alguns truques para conseguir ter uma refeição minimamente saudável, em poucos minutos. 
Normalmente oriento-me pelo menu que o Tiago tem na escola, para garantir que não repito acompanhamentos e que alternamos carne e peixe. Uso também restos do jantar da noite anterior e garanto que há sempre sopa. Muitas vezes o meu almoço e do maridão é uma boa tigela de sopa, que acompanhamos com uma sandes, um wrap ou algo do género.





Deixo-vos então uma série de truques que me ajudam a acelerar a confecção das refeições (muitos já falei noutros posts) e os ingredientes que tenho sempre em casa, para garantir que despacho o almoço em pouco tempo. É claro que a lista varia de acordo com as prefer…