Avançar para o conteúdo principal

Técnica para destralhar - Parte I

Olá a todos.

Como tenho vindo a dizer, as duas palavras de ordem neste momento são organizar e simplificar. Tenho-me dedicado de corpo e alma à duas porque acredito que, a curto-prazo, darão frutos. Deixarei de perder tempo a procurar coisas, deixarei de ocupar o tempo a arrumar essas coisas, aproveitarei mais o tempo em família, conseguirei colocar em prática a minha criatividade, no fundo diminuirei os meus níveis de stress e conseguirei focar-me muito mais nos meus objetivos. E ter objetivos é saudável, torna-nos mais produtivos e felizes, eu que o diga. 

Mas tudo leva o seu tempo, por vezes ponho a casa do avesso (ou uma pequena parte dela, neste momento está a sala de estudo/atelier) e levo tempo até perceber de que forma devo organizar para que se torne funcional (ser funcional significa que a organização se mantém). Leio muita coisa por essa internet fora mas do ler ao fazer vai uma história muito longa. Aqui têm um exemplo de algo que levou o seu tempo a fazer mas que, ainda hoje está organizado, a minha maravilhosa dispensa. E continua organizada porque simplesmente está funcional. Vejo tudo o que preciso, poupo tempo a ver o que falta e uso de tudo o que está nos frascos. Não resulta se colocarmos tudo dentro de cestos só para ficar bonito e depois não sabermos de nada na mesma ou se compramos algo e não sabemos onde meter.


A foto é a inicial porque já fiz mais alterações na primeira e na última prateleiras (ainda não estava totalmente funcional) e não quero mostrar ainda pois não está terminado. Mas publicarei um post sobre isso mais detalhadamente.

O que vos quero contar, depois desta conversa toda é sobre a técnica que tenho usado cá em casa para me ajudar a destralhar. Podem vê-la neste vídeo do Peter Walsh, autor de vários livros e DVD's sobre organização.



Consiste em colocar numa caixa, todo o conteúdo de uma gaveta. Durante um mês, sempre que se precisar de algo, vai-se buscar à caixa e coloca-se  na gaveta. No fim desse mês o que ficar na caixa é para ir. Esta técnica é excelente não só para a cozinha mas para muitas outras coisas em que tenhamos dificuldade em perceber se fazem falta ou não. Por isso, desta caixa...



  ...vamos ver o que vai ser usado para meter nesta gaveta...


No início de Junho voltarei com a segunda parte deste post.

Comentários

  1. Desde que esteja funcional, dura muito tempo, nisso concordo plenamente! Fiz essa grande operação de destralhar há dois anos e ainda hoje a maior parte das coisas está como estava, por essa razão. E o que puder ser melhorado, melhora-se.

    Tem paciência com o caos temporário, não há outra forma de organizar que não passe primeiro por tirar tudo do lugar. mas depois vale a pena!

    ResponderEliminar
  2. Boa noite. Cheguei ao seu blog uns dias e tenho estado a ler tudo para tras, principalmente a parte sobre organizacao, que muito me interessa. Estou a adorar! Continue, as suas dicas e exemplos sao muito bons.

    ResponderEliminar
  3. uma das técnicas que adotei ultimamente consiste em: entra 1 sai 1... uso mais no vestuário mas dá para quase tudo. Compro uma blusa, outra tem de ir (geralmente vai para doar).

    ResponderEliminar
  4. Muito boa a técnica da caixa,vou aderir.

    Obrigada.

    Bjs,
    MJ

    ResponderEliminar
  5. Olá!!
    Adorei este post.

    Beijinhos*

    Bags...

    ResponderEliminar
  6. Eu admiro essa tua coragem. Neste momento, ando numa fase inversa, guardo tudo porque me pode fazer falta daqui a uns tempos :) Vem-me muitas vezes à cabeça o ditado "quem guarda, acha" ou "quem guarda, tem" :) E o que é certo é que às vezes vou buscar coisas de ha muitos anos atras que pensei não terem uso LOL Só a roupa é que tenho mesmo que fazer uma limpeza dolorosa. Não imaginas a quantidade de calças e blusas que tenho guardadas porque ainda tenho esperença de um dia voltar a vestir 36... LOL

    ResponderEliminar
  7. A tua despensa está encantadora!

    Eu, por acaso sou apreciadora de cestinhos (vê, por exemplo, este post http://manualdafelicidade.blogspot.pt/2012/04/organizar-medicamentos.html). Acho que eles servem como limites, para não deixar entrar o que não é necessário. Mas no meu caso, cada cesto está destinado a determinado tipo de produtos, nada pode ir para lá, além disso.

    Também gosto muito de frasquinhos :)

    Beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já tinha visto, que eu acompanho o teu blog :) E adorei esse post.

      Bjs

      Eliminar
  8. Olá
    adoro os teus frasquinhos. onde os arranjaste??

    Beijinhos*

    ResponderEliminar
  9. Muito linda a tua despensa gostava de ter uma assim tambem :)
    Olha criei finalmente o meu blog para ajudar ca em casa pois estou desempregada, se puderes dá uma visitinha E continua assim, venho aqui todos os dias... beijinho para ti e para o tiaguinho http://docinhosdalily.blogspot.pt/

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Panquecas (ou crepes) sem ovos

Apetecia-me tanto panquecas e não tinha ovos em casa. Que chatice! Lembrei-me então de procurar nesse mundo maravilhoso que é a internet, se havia forma de fazer as ditas cujas sem ovos. E espantem-se, havia! A receita é a que deixo já de seguida. A minha opinião? Gostei, embora a textura fique densa em vez de fofinha. Mas não me surpreendeu, já estava à espera disto. Penso é que é capaz de ficar melhor se fizerem crepes. Só a minha opinião. Fica a receita.
Panquecas sem ovos
- 1 copo ou chávena (cerca de 200ml) de farinha - 3/4 copo de leite (para crepe colocar 1 e 1/3 copo) - 2 colheres de sopa de óleo - 1 colher de chá de fermento em pó - 1/2 colher de chá de sal
Colocar os ingredientes secos numa taça e misturar bem. Juntar o óleo e o leite aos poucos e mexer bem para não formar grumos. Aquecer uma frigideira anti-aderente (pode deitar um pouco de manteiga, se preferir) e colocar um pouco da massa. Quando esta ficar com furinhos, está boa para virar. Deixe ficar dourada de ambos o…

Organização do móvel da cozinha - antes e depois

Organização é um tema que gosto bastante de falar aqui no blog. Não faço tantos posts quanto gostaria mas isso não quer dizer que não vá fazendo pequenas organizações aqui e acolá. Gosto de ler tudo o que está relacionado porque os benefícios que me tem trazido são imensos. São eles:
- Redução de stress  e ansiedade; - Menos acumulação de tralha se existir um lugar para cada coisa; - Maior produtividade (porque não perdemos tempo a procurar coisas); - Maior rapidez nas limpezas; - Mais descanso ou momentos de lazer;
Mas com isto não quero dizer que a organização se faz num abrir e fechar de olhos. Leva tempo, garanto-vos. Primeiro porque não se consegue fazer tudo de uma vez (para ser bem feito, há que pensar bem no que se pretende) e, segundo, porque a organização escolhida pode não resultar. É mesmo na tentativa-erro. 
Cá em casa há ainda muito que fazer mas com calma e um bocadinho de cada vez, conseguimos uma maior fluidez no dia-a-dia.
Um dos cantinhos que há muito "gritava…

Como conseguir refeições rápidas e saudáveis [com uma lista de ingredientes a ter sempre em casa]

Das várias ementas e preparações da semana que já publiquei, só numa delas partilhei as refeições que iria fazer nos almoços. De resto todas as ementas que lá estão, são para as refeições que fazemos ao jantar. 
Mas lá porque não falo sempre dos almoços, não quer dizer que não tenha de os fazer. E aqui tenho alguns truques para conseguir ter uma refeição minimamente saudável, em poucos minutos. 
Normalmente oriento-me pelo menu que o Tiago tem na escola, para garantir que não repito acompanhamentos e que alternamos carne e peixe. Uso também restos do jantar da noite anterior e garanto que há sempre sopa. Muitas vezes o meu almoço e do maridão é uma boa tigela de sopa, que acompanhamos com uma sandes, um wrap ou algo do género.





Deixo-vos então uma série de truques que me ajudam a acelerar a confecção das refeições (muitos já falei noutros posts) e os ingredientes que tenho sempre em casa, para garantir que despacho o almoço em pouco tempo. É claro que a lista varia de acordo com as prefer…