Avançar para o conteúdo principal

Detergentes caseiros - Simplificar (Parte I)


Olá a todos.

Tenho notado que cada vez mais pessoas procuram mudar os seus estilos de vida, muito por culpa da crise, é certo, mas quem sabe se, no fim, isto não é algo bom? Faz-nos procurar mais o ser em vez do ter (já que não há dinheiro...) e isso deixa-me imensamente feliz, sinto que estamos a caminhar na direcção certa e a afastarmo-nos cada vez mais desse bicho feio que é o consumismo. Reparo que uma dessas mudanças passa por começar a utilizar produtos de limpeza feitos em casa.

No entanto há que simplificar e não tentar fazer um produto para isto e outro para aquilo (muito por culpa da variedade da oferta comercial) só para ter pronto e depois esperar que surja a oportunidade de os usarem.

Por isso, nas minhas andanças pela organização/simplificação os meus detergentes caseiros e comerciais não escaparam.

Antes a minha dispensa estava assim (quero que vejam a parte de cima apenas porque o resto está igual):


Agora está assim:


Muito melhor, pelo menos para mim. É importante que a organização seja adequada ao dia-a-dia de cada um e esta serve para o que preciso.

As caixas contêm:

Detergente para roupa: - 1 medida de sabão ralado + 1/2 medida de Carbonato de sódio (poderão juntar também 1/2 medida de branqueador, nesta "fornada" não coloquei);

Amaciador de roupa - Derreter o sabão no litro de água (sem deixar ferver), retirar do lume, juntar todos os outros ingredientes, mexer bem e engarrafar.

- Um sabonete natural ralado (não usem sabão) derretido num litro de água
- 4 litros de água fria
- 2 colheres de sopa de glicerina
- 1 embalagem de água de rosas (se encontrarem leite, melhor, eu não encontrei)
- 5 a 6 gotas de um óleo essencial a gosto (eu usei jasmim que adoro) 

Detergente para a máquina de lavar loiça - uso as pastilhas comerciais se a loiça estiver muito suja ou então partes iguais de borato de sódio com bicarbonato de sódio.

Medicamentos - Tinha-os numa caixa com o dobro do tamanho. Felizmente não temos precisado de aumentar o stock, e ao tirar tudo o que já tinha passado de prazo, consegui reduzir para esta caixa apenas. Ficou num local mais elevado porque com o traquinas que tenho em casa todo o cuidado é pouco.

Matérias-primas - Esta é a mais importante e a razão do título do post. Não precisam fazer stock de produto para isto ou para aquilo. Basta terem as matérias-primas essenciais (bicarbonato de sódio, glicerina, vinagre, borato de sódio, carbonato de sódio, etc.) e com uma bíblia de receitas conseguem fazer o que precisam na hora (mais logo já dou alguns exemplos disto)...


                                                 A Bíblia                                       A caixa

Ainda uso lixívia (única forma drástica de afastar as formigas) e também podem ver o meu limpa-móveis caseiro.

E é assim que simplifico a minha vida no que diz respeito aos detergentes.

Desejo um dia simples a todos.
assinatura

Comentários

  1. Olá Anabela
    Muito obrigada pelas partilhas.
    Sabe onde posso compra carbonato de sódio em Lisboa?
    Já procurei em várias drogarias e nenhuma tem este produto.
    Grata pela atenção e ajuda
    Cps
    Olga

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Olga.

      Quando acabar esta embalagem também vou ter o mesmo problema. É que esta foi trazida por um primo, de Inglaterra. Cá já andei a ver numas drogarias perto de mim e não encontro :( Estamos tramadas!

      Bjs

      Eliminar
    2. Olá Olga e Anabela. Também faço os meus detergentes caseiros e tive o mesmo problema. O carbonato de sódio é uma parte simples do bicabornato de sódio. Basta levar o bicabornato de sódio ao forno a 200 graus centígrados durante uma hora e obtêm o carbonato de sódio :-) Tchanam!!!! Abraços

      Eliminar
  2. ola Anabela! por diversas razões (ambientais, saúde e económicas) também tenho feito cada vez mais produtos de limpeza e higiene caseiros. para tal tenho procurado essencialmente na net e tenho seguido algumas receitas tuas. quanto ao livro-bíblia que apresentas, eu já o vi referenciado noutro blog, mas não o consigo encontrar para venda. onde arranjaste o teu?
    muito obrigada por mais uma boa partilha!
    beijinhos da costa alentejana, Xana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Alexandra.

      Aqui podes encontrar o livro. Foi onde o comprei. É um link normal, tirado directamente do site, não tenho nenhuma loja amazon.

      http://www.amazon.co.uk/Better-Basics-Home-Annie-Berthold-Bond/dp/0609803255/ref=sr_1_1?ie=UTF8&qid=1337793708&sr=8-1

      Bjs

      Eliminar
  3. Discordo contigo numa única coisa, a lixivia para afastar as formigas. Tens um produto natural e muito eficáz, o limão! Pois é, se lavares o local onde elas passam com limão vais ver que não metem lá os pés! Há quem diga que o vinagre faz o mesmo efeito, mas esse eu nunca usei e quanto ao limão digo que é eficaz.

    Bjs

    Mónica

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mónica,

      Então tenho de experimentar o limão porque o vinagre garanto que não funciona, pelo menos comigo.

      Cheguei a despejar imenso vinagre em zonas críticas e assim que secou lá voltaram elas.

      Com a lixívia, lavo o chão de tempos em tempos (normalmente uso o vinagre) e nunca mais tive problemas. É que elas andam por aqui mesmo no inverno!!!

      Bjs e obrigada pela dica.

      Eliminar
  4. Olá Anabela,

    Para as formigas, experimenta ainda espalhar uns cravinhos (cravo da índia) nos locais críticos.

    Quanto à lixívia, tens possibilidade de aproveitar cinzas de madeira? Se sim, podes fazer lixívia com as mesmas propriedades que a de compra.

    Gostei das tuas receitas, uso umas semelhantes para lavar e amaciar a roupa.
    Já experimentaste nozes de saponária?

    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Paula,

      Cravinhos nunca experimentei mas vou fazê-lo. Eu experimento tudo, é que as safadas são tantas...

      Quanto às cinzas, não tenho essa possibilidade mas agora fiquei curiosa. Tu já experimentaste?

      Já as nozes andei a ver e a ver e ainda não comprei porque não surgiu a oportunidade, mas hei-de comprar. Pergunto também se costumas usar. Lava bem a roupa?

      Bjs

      Eliminar
  5. M.Fernanda.
    Blog muito interessante, procurem o carbonato de sódio nas farmácias é onde compro as palhetas de boráto de sódio que é otimo como desodorizante de calçado principalmente ténis .

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ai Maria, és a nossa salvação. Obrigada mesmo! Amanhã já lá passo.

      Bjs

      Eliminar
    2. Maria, só para te dizer que já cá tenho o carbonato de sódio. Muito obrigada mesmo pela dica.
      Bjs

      Eliminar
  6. coloca-se em um frasco com spray, 10g de cravo da índia, em meio litro de álcool,deixa descansar por 48 horas e depois e só usar contra as formigas e traças.

    bjs

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Panquecas (ou crepes) sem ovos

Apetecia-me tanto panquecas e não tinha ovos em casa. Que chatice! Lembrei-me então de procurar nesse mundo maravilhoso que é a internet, se havia forma de fazer as ditas cujas sem ovos. E espantem-se, havia! A receita é a que deixo já de seguida. A minha opinião? Gostei, embora a textura fique densa em vez de fofinha. Mas não me surpreendeu, já estava à espera disto. Penso é que é capaz de ficar melhor se fizerem crepes. Só a minha opinião. Fica a receita.
Panquecas sem ovos
- 1 copo ou chávena (cerca de 200ml) de farinha - 3/4 copo de leite (para crepe colocar 1 e 1/3 copo) - 2 colheres de sopa de óleo - 1 colher de chá de fermento em pó - 1/2 colher de chá de sal
Colocar os ingredientes secos numa taça e misturar bem. Juntar o óleo e o leite aos poucos e mexer bem para não formar grumos. Aquecer uma frigideira anti-aderente (pode deitar um pouco de manteiga, se preferir) e colocar um pouco da massa. Quando esta ficar com furinhos, está boa para virar. Deixe ficar dourada de ambos o…

Organização do móvel da cozinha - antes e depois

Organização é um tema que gosto bastante de falar aqui no blog. Não faço tantos posts quanto gostaria mas isso não quer dizer que não vá fazendo pequenas organizações aqui e acolá. Gosto de ler tudo o que está relacionado porque os benefícios que me tem trazido são imensos. São eles:
- Redução de stress  e ansiedade; - Menos acumulação de tralha se existir um lugar para cada coisa; - Maior produtividade (porque não perdemos tempo a procurar coisas); - Maior rapidez nas limpezas; - Mais descanso ou momentos de lazer;
Mas com isto não quero dizer que a organização se faz num abrir e fechar de olhos. Leva tempo, garanto-vos. Primeiro porque não se consegue fazer tudo de uma vez (para ser bem feito, há que pensar bem no que se pretende) e, segundo, porque a organização escolhida pode não resultar. É mesmo na tentativa-erro. 
Cá em casa há ainda muito que fazer mas com calma e um bocadinho de cada vez, conseguimos uma maior fluidez no dia-a-dia.
Um dos cantinhos que há muito "gritava…

Como conseguir refeições rápidas e saudáveis [com uma lista de ingredientes a ter sempre em casa]

Das várias ementas e preparações da semana que já publiquei, só numa delas partilhei as refeições que iria fazer nos almoços. De resto todas as ementas que lá estão, são para as refeições que fazemos ao jantar. 
Mas lá porque não falo sempre dos almoços, não quer dizer que não tenha de os fazer. E aqui tenho alguns truques para conseguir ter uma refeição minimamente saudável, em poucos minutos. 
Normalmente oriento-me pelo menu que o Tiago tem na escola, para garantir que não repito acompanhamentos e que alternamos carne e peixe. Uso também restos do jantar da noite anterior e garanto que há sempre sopa. Muitas vezes o meu almoço e do maridão é uma boa tigela de sopa, que acompanhamos com uma sandes, um wrap ou algo do género.





Deixo-vos então uma série de truques que me ajudam a acelerar a confecção das refeições (muitos já falei noutros posts) e os ingredientes que tenho sempre em casa, para garantir que despacho o almoço em pouco tempo. É claro que a lista varia de acordo com as prefer…