Avançar para o conteúdo principal

Chá de salsa


Olá a todos.

Isto de ter um blog é uma verdadeira maravilha, a sério! Nunca eu experimentei/aprendi tanta coisa desde que o tenho. Além disso tenho leitores/seguidores maravilhosos que me ajudam, dão feedback sobre as receitas e, acima de tudo, me dão dicas sobre como melhorar a minha vida. 
 
Neste post falei que andava a braços com um princípio de infecção urinária e a tentar não tomar antibiótico. Pois heis que uma seguidora leu e enviou-me (muito obrigada Bárbara) um email fantástico com imensas dicas.

Das várias dicas que a Bárbara me disse, aquela que podia fazer assim, sem precisar de comprar nada, era o chá de salsa. A receita que me deu foi esta:

Ingredientes:

- 20 g de salsa fresca picada grosseiramente;
- 2,5 litros de água.

Preparação: Ferva a salsa na água durante cinco minutos em panela tapada, deixe em infusão durante 15 minutos e coe. Beba este chá num período de três horas para limpar a bexiga. 


Posso dizer que resulta bastante porque eu deixei de ter aquele ardor tão típico da infecção urinária. Consegui escapar ao antibiótico e agora, sempre que tiver o mais pequeno sintoma ataco logo assim. O sabor, por incrível que pareça, até gostei. Não é muito intenso e tem o seu quê de frescura. Outra coisa boa é que estou a ingerir líquidos, muito bom para quem pretende perder peso, que é o meu caso.

Mais uma vez, obrigada Bárbara, pelo carinho e atenção :)

Mais sobre a salsa aqui

Desejo um dia saudável a todos


Comentários

  1. De facto há muitas mesinhas caseiras que funcionam mesmo, um exemplo é a infusão de eucalipto, tem muitas propriedades e é óptimo por exemplo em caso de dores de dentes.
    Gosto muito de visitar aqui este teu canto parabéns
    Continua :)
    Bom feriado.
    http://depoisdofimoregresso.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  2. Não gosto de tomar medicamentos...
    Prefiro sempre que posso troca-los por mezinhas caseiras.
    Não seria possível publicares aqui o resto das dicas?! :)

    Obrigada, beijinho*

    ResponderEliminar
  3. Alerto apenas para o facto de a infusão de salsa poder ter efeitos abortivos.

    Uma vez que as infecções urinárias podem ser um "sintoma" prenunciador de gravidez convém ter cuidado quando se usa esta mezinha.

    As melhoras :)

    ResponderEliminar
  4. Olá Orquídea.

    Obrigada pelo alerta. O link que coloquei no fim do post também tem essa indicação.

    Bjs

    ResponderEliminar
  5. Olá
    Adoro saber estas coisas, tive uma bisavó que sabia imensas aplicações para ervas e plantas, era muito sábia e procurada pelos seus conhecimentos, que infelizmente partiram com ela, pena que eu era nova para me interessar por essas coisas.
    A natureza é maravilhosa e dá-nos tudo o que precisamos.

    http://rosa-chezmoi-rosa.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  6. Eu para infeções urinárias utilizo outra erva: chá de barbas de milho. É tiro e queda e evito os antibióticos. Tenho sempre em casa para o efeito, já que não passa de validade.
    Em relação à salsa desconhecia.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  7. Boa! Eu também tinha imensas infecções urinárias que passaram (não sei bem porquê) desde que fiquei grávida. Realmente não conhecia muitas receitas caseiras, apenas bebia muita água e já tinha ouvido falar do chá de barbas de milho (salsa então, nem imaginava!). Tentava a todo custo evitar o antibiótico, assim sendo ficava-me pelo spasmoplex, que serve basicamente para relaxar um pouco mais a uretra e tirar-nos aquele incómodo/sensação de querer estar sempre a urinar! E funcionava. Mas se as danadas das infecções voltarem vou mesmo experimentar a salsa! Sabia que também é usada para secar o leite a cadelas quando deixam de amamentar por algum motivo ? :))) é o que recomendo aos meus clientes (sou veterinária) ! Pode dar a dica a quem tiver cadelinhas que precisem! Beijocas!

    ResponderEliminar
  8. Olá Anabela. Será que me podias enviar por e-mail as restantes dicas para combater as infecções? Tb faço imensas e já estou farta de tomar os antibióticos. Obrigada, beijinhos.
    Se já não tiveres o meu e-mail, eu mando.

    ResponderEliminar
  9. Respostas
    1. Tomei das duas formas. De qualquer forma penso que será melhor tomar quentinho.

      Cumprimentos

      Eliminar
  10. Boa noite Anabela, descobri há pouco tempo o seu blog e adoro, parabéns!! Fiquei ainda mais interessada com este post, sou a mártir das infecções acho que já nem os antibióticos me fazem alguma coisa (a não ser a curto prazo : ( ) poderia me enviar as dicas que a Bárbara lhe enviou. Sonho em encontrar uma solução para este problema, quando todos os exames médicos dizem que está tudo bem comigo e eu continuo com esta sensação... Obrigada, se puder ajudar! Como lhe faço chegar o meu mail?? Atentamente

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá. Mande email para aproveitaravidaja@gmail.com que eu respondo com as dicas.
      Bjs

      Eliminar
    2. A salsa faz curas milagrosas no sistema urinário. Eu utilizo para limpar os rins e combater, por exemplo, o mau hálito que normalmente é provocado pelas bactérias que se alojam na boca. Vou pedir à Anabela que me envie as dicas que tiver disponíveis. Cumprimentos

      Eliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Panquecas (ou crepes) sem ovos

Apetecia-me tanto panquecas e não tinha ovos em casa. Que chatice! Lembrei-me então de procurar nesse mundo maravilhoso que é a internet, se havia forma de fazer as ditas cujas sem ovos. E espantem-se, havia! A receita é a que deixo já de seguida. A minha opinião? Gostei, embora a textura fique densa em vez de fofinha. Mas não me surpreendeu, já estava à espera disto. Penso é que é capaz de ficar melhor se fizerem crepes. Só a minha opinião. Fica a receita.
Panquecas sem ovos
- 1 copo ou chávena (cerca de 200ml) de farinha - 3/4 copo de leite (para crepe colocar 1 e 1/3 copo) - 2 colheres de sopa de óleo - 1 colher de chá de fermento em pó - 1/2 colher de chá de sal
Colocar os ingredientes secos numa taça e misturar bem. Juntar o óleo e o leite aos poucos e mexer bem para não formar grumos. Aquecer uma frigideira anti-aderente (pode deitar um pouco de manteiga, se preferir) e colocar um pouco da massa. Quando esta ficar com furinhos, está boa para virar. Deixe ficar dourada de ambos o…

Organização do móvel da cozinha - antes e depois

Organização é um tema que gosto bastante de falar aqui no blog. Não faço tantos posts quanto gostaria mas isso não quer dizer que não vá fazendo pequenas organizações aqui e acolá. Gosto de ler tudo o que está relacionado porque os benefícios que me tem trazido são imensos. São eles:
- Redução de stress  e ansiedade; - Menos acumulação de tralha se existir um lugar para cada coisa; - Maior produtividade (porque não perdemos tempo a procurar coisas); - Maior rapidez nas limpezas; - Mais descanso ou momentos de lazer;
Mas com isto não quero dizer que a organização se faz num abrir e fechar de olhos. Leva tempo, garanto-vos. Primeiro porque não se consegue fazer tudo de uma vez (para ser bem feito, há que pensar bem no que se pretende) e, segundo, porque a organização escolhida pode não resultar. É mesmo na tentativa-erro. 
Cá em casa há ainda muito que fazer mas com calma e um bocadinho de cada vez, conseguimos uma maior fluidez no dia-a-dia.
Um dos cantinhos que há muito "gritava…

Como conseguir refeições rápidas e saudáveis [com uma lista de ingredientes a ter sempre em casa]

Das várias ementas e preparações da semana que já publiquei, só numa delas partilhei as refeições que iria fazer nos almoços. De resto todas as ementas que lá estão, são para as refeições que fazemos ao jantar. 
Mas lá porque não falo sempre dos almoços, não quer dizer que não tenha de os fazer. E aqui tenho alguns truques para conseguir ter uma refeição minimamente saudável, em poucos minutos. 
Normalmente oriento-me pelo menu que o Tiago tem na escola, para garantir que não repito acompanhamentos e que alternamos carne e peixe. Uso também restos do jantar da noite anterior e garanto que há sempre sopa. Muitas vezes o meu almoço e do maridão é uma boa tigela de sopa, que acompanhamos com uma sandes, um wrap ou algo do género.





Deixo-vos então uma série de truques que me ajudam a acelerar a confecção das refeições (muitos já falei noutros posts) e os ingredientes que tenho sempre em casa, para garantir que despacho o almoço em pouco tempo. É claro que a lista varia de acordo com as prefer…