Avançar para o conteúdo principal

Lembram-se disto?

Olá novamente :)

Ontem também andámos a fazer isto.



Quem se lembra de fazer isto na escola? Eu adorei aprender como é que a natureza funciona e lembro-me de ir ver o copo todos os dias para saber se havia alterações. E em cada dia o feijão germinava mais um bocadinho.

Achei que era engraçado mostrar ao Tiago. Ele ainda é pequenino, eu sei, mas não faz mal  nenhum começar a ensinar os milagres da natureza desde cedo e lá por fazer agora não quer dizer que não faça mais tarde quando ele tiver uma compreensão diferente.

Agora é só esperar e ir espreitando a ver se dá alguma coisa. Vai ser giro depois plantar na horta do Tiago :) 

Desejo um tarde primaveril a todos.

Comentários

  1. Ainda no outro dia o meu home, falou em fazer algo do género para o nosso Piki ver! Achei que era cedo, mas se calhar... não é! :)

    ResponderEliminar
  2. Eu lembro-me de fazer isso na escola, era tão giro!! Bjs

    ResponderEliminar
  3. Era tão giro...
    A minha no infantário também andam em plantações.
    Plantaram alguns vegetais num garrafão recortado.
    E vão também plantar morangueiros lá nos canteiros da escolinha.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  4. Também me lembro de fazer isso na escolinha e adorava. Uma boa actividade para fazer com o meu pequenino.

    ResponderEliminar
  5. São as experiências que marcam as nossas vidas e que nos fazem aprender cada um dos milagres da multiplicação.
    bjs Sandra
    http://projetandopessoas.blogspot.com//

    ResponderEliminar
  6. Eu lembro-me muito bem de fazer isso na escola!

    ResponderEliminar
  7. Estou a ver ali ao cantinho que também aproveitou as promoções de arvores do Lidl :)
    Estou desejoso de ver os meus mirtilos a crescer.
    É super importante ensinarmos aos pequenos como nascem as coisas, muitas crianças hoje em dias julgam que as alfaces nascem no Pingo Doce ou no Continente :(

    ResponderEliminar
  8. Que giro, tenho umas chávenas transparentes na janela da minha cozinha com o mesmo efeito! Até umas sementes de trepadeira estão a germinar! E lá vou eu conversando com a minha filhota de 5 meses sobre o assunto (ela olha para mim sem perceber nada e ri-se). Noutro dia até lhe dei uns mini vasinhos para ela brincar :) Começa cedo! Acho lindo mostrar ás crianças as maravilhas da natureza, o Tiago já vai percebendo qualquer coisa!
    Também comprei desses arbustos. Espero que para o ano já abundem frutos silvestres lá por casa :)

    ResponderEliminar
  9. Olá, muito gira a ideia! Também já fiz com o meu filho e contei-lhe a história de um livro fabuloso chamada "Ainda Nada!" da editora Kalandraka que requisitei na biblioteca da casa da cultura em Coimbra. É a história do Sr. Luís que coloca uma sementinha na terra e depois fica à espera que ela cresça ... Deixo a sugestão.

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Finalmente consegui!!!

Olá a todos.

Há já algum tempo que pedi ajuda aqui no blog para perceber o que é que fazia mal quando tentava fazer pão em bolinhas. O post foi este e nele recebi uma ajuda preciosa da Humming. Na altura recusei-me terminantemente a comprar um máquina de fazer pão porque queria aprender a fazer sozinha. Bom, mas parece que a minha teimosia não venceu porque acabei por comprar uma.

De qualquer forma continuei com o mesmo problema, o pão fica massudo e nunca com aquele aspecto fofinho que vejo em muitos blogues. Acabei por me resignar à evidência de que o problema estaria no meu forno, ou, pelo menos, pensava eu.

Bom, mas o que quero contar é que no outro dia (não sei bem porquê) fiz uma coisa diferente que foi desfazer o fermento em cima da farinha em vez de o derreter na água morna. Então não é que a massa ficou muito melhor para moldar e as bolinhas ficaram fofinhas?! Nem queria acreditar! Será que andava a fazer isto mal o tempo todo? Fica aqui uma imagem das bolas fofinhas que me sa…

Panquecas (ou crepes) sem ovos

Apetecia-me tanto panquecas e não tinha ovos em casa. Que chatice! Lembrei-me então de procurar nesse mundo maravilhoso que é a internet, se havia forma de fazer as ditas cujas sem ovos. E espantem-se, havia! A receita é a que deixo já de seguida. A minha opinião? Gostei, embora a textura fique densa em vez de fofinha. Mas não me surpreendeu, já estava à espera disto. Penso é que é capaz de ficar melhor se fizerem crepes. Só a minha opinião. Fica a receita.
Panquecas sem ovos
- 1 copo ou chávena (cerca de 200ml) de farinha - 3/4 copo de leite (para crepe colocar 1 e 1/3 copo) - 2 colheres de sopa de óleo - 1 colher de chá de fermento em pó - 1/2 colher de chá de sal
Colocar os ingredientes secos numa taça e misturar bem. Juntar o óleo e o leite aos poucos e mexer bem para não formar grumos. Aquecer uma frigideira anti-aderente (pode deitar um pouco de manteiga, se preferir) e colocar um pouco da massa. Quando esta ficar com furinhos, está boa para virar. Deixe ficar dourada de ambos o…

Como conseguir refeições rápidas e saudáveis [com uma lista de ingredientes a ter sempre em casa]

Das várias ementas e preparações da semana que já publiquei, só numa delas partilhei as refeições que iria fazer nos almoços. De resto todas as ementas que lá estão, são para as refeições que fazemos ao jantar. 
Mas lá porque não falo sempre dos almoços, não quer dizer que não tenha de os fazer. E aqui tenho alguns truques para conseguir ter uma refeição minimamente saudável, em poucos minutos. 
Normalmente oriento-me pelo menu que o Tiago tem na escola, para garantir que não repito acompanhamentos e que alternamos carne e peixe. Uso também restos do jantar da noite anterior e garanto que há sempre sopa. Muitas vezes o meu almoço e do maridão é uma boa tigela de sopa, que acompanhamos com uma sandes, um wrap ou algo do género.





Deixo-vos então uma série de truques que me ajudam a acelerar a confecção das refeições (muitos já falei noutros posts) e os ingredientes que tenho sempre em casa, para garantir que despacho o almoço em pouco tempo. É claro que a lista varia de acordo com as prefer…