Avançar para o conteúdo principal

Alimentação infantil

Olá a todos.

O tema de hoje é a alimentação infantil. Já sabem que sou a esquisita no que toca a produtos comerciais e, sempre que posso, tento fazer as coisas em casa. Quando não posso fazê-las tento procurar o que seja o mais natural possível.

Com o Tiago não é diferente, aliás, sou ainda mais cuidadosa. Ele sempre teve uns intestinos preguiçosos, teve bastantes cólicas e hoje em dia, tenho de ter atenção redobrada pois teve uma situação que nos assustou mas que felizmente foi resolvida apenas com alteração nos alimentos.

Para não me alongar muito, vou apenas contar as escolhas que faço para o Tiago. Primeiro que tudo dou mama (ele ainda mama 4 a 5 vezes por dia, às vezes mais), depois nunca tive necessidade de lhe dar sopas ou frutas comerciais  (felizmente), faço os meus próprios iogurtes que adoço com fruta e bolacha apenas, (já cheguei a dar-lhe comerciais, mas dos normais, simples e sem açúcar que ele comeu muito bem)  nunca lhe dei iogolinos (um "iogurte" que não precisa de frio tem de ter, obrigatoriamente, químicos) e outros parecidos; e sou muito selectiva nas papas que lhe dou. É de uma dessas papas que venho falar hoje. Desde que iniciou as papas que só lhe tenho dado da Nutribén (as menos doces) mas recentemente descobri umas ainda melhores, vendidas em lojas de produtos naturais, que se chamam Holle (marca alemã, se não me engano). Comparei ingredientes e vi que estas últimas eram mais saudáveis. Uma das razões é que apenas contém o açúcar presente nos frutos. Percebi isso muito bem quando lhe dei uma das normais sem fruta e aquilo não sabia a nada. Passei então a dar-lhe as de fruta pois comer de forma saudável não quer dizer comer coisas sem sabor. E estas sabem bem, muito bem até. A foto é esta:


Uma coisa que penso ser importante reter é que estes alimentos novos (Iogolinos e afins) que não necessitam de frio têm forçosamente de ter mais aditivos, conservantes. Será que não podemos fazer melhor pelos nossos filhos, no que respeita à alimentação? Temos mesmo de lhes dar este tipo de alimentos? Mesmo quando saio levo uma bolsa térmica pequena com um boião de fruta caseiro misturado com iogurte e bolachas. Nunca se estragou. Para o almoço ou jantar fora de casa tenho um termos. Neste momento já não o uso porque o Tiago come da nossa comida, o que facilita tudo, mas até aqui era assim que fazia.

E vocês como fazem por ai?

Desejo um dia saudável a todos.

Comentários

  1. Olá, nunca dei nada dessas "artificialidades" à L.Sempre passei a varinha mágica e dava-lhe a fruta.Qd saiamos levava o termos com a sopa e uma fruta que não oxidasse ralada num tupperware.Quanto à papa dava-lhe da cerelac, ela nunca gostou muito e raramente comia, hoje já não come, só de olhar quase vomita :)
    Iogurtes caseiros, não gosta, só gosta dos de polpa da mimosa.

    Agora, se puder comer uns chocolatinhos, umas bolachinhas,uns docinhos...ai ai, não quer outra coisa.

    No meu caso, e na maioria penso eu, com o passar dos anos vai sendo cada vez mais dificil controlar o que eles comem, começam a seleccionar muito..

    Mas não há-de ser nada :)

    Bj grande e desculpa o testamento

    ResponderEliminar
  2. eu levo sempre a sopa dela no termos e depois dou-lhe do que eu estiver a comer. Se for num restaurante tenho sempre atenção ao que peço, para não lhe dar porcarias. Costumo preferir peixe. Cá por casa é igual, é peixe que mais se cozinha, muitas vezes fresco, outras vezes congelado, conforme o tipo. Fruta já come de toda, mas às vezes levo-lhe boiões da Bledina. Iogolinos desde que vomitou imenso à custa de um, nunca mais dei. Iogurtes dou de vez em quando, sobretudo normais de aroma, iguais aos que eu como. Papa come de todas, prefere Cerelac, não tenho dúvidas, mas gosta muito de Nutriben e é a nossa segunda escolha. Leite é da Mimosa 1-3 anos, mama já quase não há. Mas sopa faço sempre eu em casa e levo, só lhe dei de restaurante duas vezes e até comeu bem, mas não foi igual. O resto é ter cuidado com o que lhe dou para não comer porcarias. Acho que a porcaria maior é mesmo a cerelac. Beijinho!

    ResponderEliminar
  3. Olá Casa Encantada,

    Pois, é verdade, aqui o Tiago felizmente ainda não está muito selectivo mas já sei que também vou passar por isso, é normal. O que tento fazer é adiar ao máximo certas coisas porque basta experimentar a primeira vez e pronto, está tudo estragado! :))))

    Bjs

    ResponderEliminar
  4. Olá Filipa.

    Realmente é bastante simples dar-lhes comida saudável. Mas infelizmente há por ai muitas pessoas que se ficam sempre pela facilidade de abrir embalagens comerciais...
    Penso que tomaste uma decisão muito acertada ao deixar de dar Iogolino. No Centro de saúde onde o Tiago é acompanhado recomendam para nunca dar esse tipo de sobremesas e mesmo os iogurtes dar dos simples sem açúcar. Eu é que junto fruta para ficar mais saboroso.

    Quanto aos restaurantes, as vezes que fui dava sempre o almoço ao Tiago em casa primeiro. Ainda não fomos desde o aniversário dele. É provável que faça como tu, sopa de casa e depois come o que nós comermos.

    Bjs

    ResponderEliminar
  5. Olá, o problema é quando os pais tentam adiar, e quando vais a descobrir, já sabem o que são chupas, rebuçados, gomas, porque alguém lhes deu na tua ausência...

    Ao inicio ficava possuida, agora já descontraí e lá lhe vou explicando que não pode ser todos os dias e ela lá vai entendendo :)

    Bj

    ResponderEliminar
  6. Olá Anabela,passei só para te falar em relação à papa.
    Tenho uma amiga com um bebé de 18 meses.Ela foi á nutricionista para ela e aproveitou fez um plano para o filho.A nutricionista aconselhou a dar papa maizena ou custard,no caso da maizena a receita vem na embalagem, e em vez de colocar açucar, adoçar com fruta triturada. Posso-te dizer que dei à L. e ela adorou...não sei se queres experimentar, a mim pareceu-me boa ideia.

    Bj e não precisas de publicar o comentario que é enorme, era para te enviar mail mas deu-me a preguicite :)

    Bj grande

    ResponderEliminar
  7. Casa Encantada.Obrigada, mil vezes obrigada pela dica, nunca tal me ocorreu. Hei-de experimentar, provavelmente gostará já que para o papá é uma perdição.

    Bjs

    ResponderEliminar
  8. Olá Anabela


    Sigo o seu blogue com imenso interesse e desta vez tenho uma pergunta: algum dia deu leite em pó ao seu menino? Pergunto isto porque estou grávida (1ª viagem) e não sei como vai correr a amamentação... não queria dar nada industrial à minha menina e a receita de leite caseiro que vi na Net não me convenceu a 100%... há aqui alguma mamã que, juntamente com a Anabela, que prefere coisas naturais, tem alguma ideia a dar?

    Obrigada!|

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Panquecas (ou crepes) sem ovos

Apetecia-me tanto panquecas e não tinha ovos em casa. Que chatice! Lembrei-me então de procurar nesse mundo maravilhoso que é a internet, se havia forma de fazer as ditas cujas sem ovos. E espantem-se, havia! A receita é a que deixo já de seguida. A minha opinião? Gostei, embora a textura fique densa em vez de fofinha. Mas não me surpreendeu, já estava à espera disto. Penso é que é capaz de ficar melhor se fizerem crepes. Só a minha opinião. Fica a receita.
Panquecas sem ovos
- 1 copo ou chávena (cerca de 200ml) de farinha - 3/4 copo de leite (para crepe colocar 1 e 1/3 copo) - 2 colheres de sopa de óleo - 1 colher de chá de fermento em pó - 1/2 colher de chá de sal
Colocar os ingredientes secos numa taça e misturar bem. Juntar o óleo e o leite aos poucos e mexer bem para não formar grumos. Aquecer uma frigideira anti-aderente (pode deitar um pouco de manteiga, se preferir) e colocar um pouco da massa. Quando esta ficar com furinhos, está boa para virar. Deixe ficar dourada de ambos o…

Livros "A Arte de Organizar a sua Vida" e "Adeus Coisas"

O primeiro livro "A Arte de Organizar a sua Vida", da autora de Hideko Yamashita, explica o método DAN-SHA-RI. Este método não é mais do que a união de três expressões japonesas que resumem os pontos mais importantes na arte de organizar a vida. São elas:

1. DAN, limitar a entrada do que não merece estar na nossa vida

2. SHA, eliminar tudo aquilo que não precisamos

3. RI, vivência tranquila, desapegada de coisas, com foco no “ser” e não no “ter”

O segundo livro "Adeus Coisas", do autor Fumio Sasaki relata a experiência pessoal de como passou de uma vida cheia de stress e rodeado de objectos, para um dia-a-dia simples mas mais feliz.



A minha opinião sobre os livros é que ambos são bons, valem bem a pena a compra mas se tivesse que escolher um, seria o "Adeus Coisas". Passo a explicar.

O que encontrei de diferente neste livro é que mais do que despejar teoria de como devemos livrar-nos de tralha e os benefícios disso (quando já se leu alguma coisa sobre mi…

Como conseguir refeições rápidas e saudáveis [com uma lista de ingredientes a ter sempre em casa]

Das várias ementas e preparações da semana que já publiquei, só numa delas partilhei as refeições que iria fazer nos almoços. De resto todas as ementas que lá estão, são para as refeições que fazemos ao jantar. 
Mas lá porque não falo sempre dos almoços, não quer dizer que não tenha de os fazer. E aqui tenho alguns truques para conseguir ter uma refeição minimamente saudável, em poucos minutos. 
Normalmente oriento-me pelo menu que o Tiago tem na escola, para garantir que não repito acompanhamentos e que alternamos carne e peixe. Uso também restos do jantar da noite anterior e garanto que há sempre sopa. Muitas vezes o meu almoço e do maridão é uma boa tigela de sopa, que acompanhamos com uma sandes, um wrap ou algo do género.





Deixo-vos então uma série de truques que me ajudam a acelerar a confecção das refeições (muitos já falei noutros posts) e os ingredientes que tenho sempre em casa, para garantir que despacho o almoço em pouco tempo. É claro que a lista varia de acordo com as prefer…