Avançar para o conteúdo principal

Novo cultivo :(((

Olá a todos.

Devem estar a pensar porque é que meti a cara muuuuito triste no título. Pois eu explico-vos tudo.
Penso que já disse aqui muitas vezes que adoro jardinar, gosto este que surgiu quando curava uma depressão. Ora, digamos que, subi de posto e neste momento ando muito interessada em cultivar :) Além das minhas ervas aromáticas usadas na confecção de pratos e em chás, também já cultivei tomates, morangos e tenho uma laranjeira linda, linda que tem dado laranjas muito saborosas.

Entretanto quis experimentar cultivar alfaces. Como sempre foi o meu pai que tratou de semear e depois transplantei as pequeninas folhas para o vaso que vão ver de seguida.

E agora perguntam vocês, mas onde estão as alfaces??? Pois, um dia também acordei e quando fui ver  como elas estavam também perguntei o mesmo. Vejam lá se adivinham quem as comeu?
Fiquei assim :(((((((((( mas ao menos serve-me o consolo de que alguém ficou com a pança cheia.

Desejo um dia realizado a todos.

Comentários

  1. Os caracóis são uns sacanas e as lesmas tb costumam dar uma ajuda...

    ResponderEliminar
  2. Quem come as alfaces?? Ohh, que pena. Não há nada que possas pulverizar que impeça bichinhos de comer?
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  3. Deixa lá linda. Plantas outras!!
    Bjs

    ResponderEliminar
  4. Os «bichinhos» que comem as alfaces são os pássaros!!!
    Também me aconteceu e resolvi com uma rede por cima.
    Podes ver em http://aquiharuralidade.blogspot.com/2010/11/plano-para-o-fim-de-semana-jardinar.html

    Não desanimes e não envenenes a terra nem os legumes com sprays e coisas do género.
    É melhor para a saúde e para a carteira! ;)

    Beijo.

    ResponderEliminar
  5. Ha um produto que colocas a volta do que plantaste , sem ser muito perto e sem ser em cima que nao os deixa entrar
    e bom para lesmas e caracois
    fazes como que um cordão a volta
    Assim, nao estas a usar quimicos e eles ao passar por la morrem e ja nao te vão as alfaces. E valido para alfaces e outras coisas.

    ResponderEliminar
  6. Se forem os passaros e nao os caracois podes sempre comprar rede e colocar por cima

    ResponderEliminar
  7. Caso tenham sido os srs passarinhos a comerem-te as alfaces, podes sempre optar por uma solução bastante económica.
    Garrafões de água vazios, cortas o fundo, e colocas em volta da alface.
    No inverno, dá sempre imenso jeito pois cria o efeito estufa e as alfaces crescem normalmente, e na primavera/verão, ficam protegidas dos passaros...

    Espero ter ajudado.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  8. Confirmo em primeira mão que foram os passarinhos!!!

    Quanto às soluções sugeridas... químicos por aqui nem pensar... Susmar a rede precisa de uma estrutura em varas de metal para se apoiar?...Paulinha parece-me que os garrafões cortados e colocados invertidos por cima das alfaces parece-me ser a solução ideal... estufa e protecção ao mesmo tempo... acho que é isso mesmo que o meu sogro também usa!

    Agora venha aqui a "maridinha" e decida ;)

    ResponderEliminar
  9. Peço desde já desculpas mas não tenho tido tempo de responder aos comentários. Vale-me o maridão ehehehe.

    Pois bem a "maridinha" decidiu colocar os tais garrafões que são excelentes. Já tenho ali dois de parte para o fazer.

    Obrigada pelas dicas.
    Bjs

    ResponderEliminar
  10. Cá por casa usamos sempre os garrafões e são óptimos aliados tanto para a chuva como para os intrusos (aka passarinhos)...

    Espero que resulte convosco!

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  11. ohh! Deixa lá que as minhas nem os passarinhos as querem, não crescem o suficiente para isso eheeheheh

    ResponderEliminar
  12. Paulinha já coloquei os garrafões... li na net que as alfaces detestam sol e temperaturas altas, e gostam de muita humidade...

    Coloquei-as à sombra, mas tenho 1 dúvida: Não é preciso fazer furinhos no garrafão para regar? Ou basta regar a terra que está à volta do garrafão?

    ResponderEliminar
  13. Xenomorph,

    Lá em casa não fazemos furinhos, deixamos somente o buraquinho sem tampa, em cima, e depois para regar fazemo-lo directamente na terra.
    Mas nós temos as alfaces cultivadas na horta, o espaço de terra é maior...
    Como voces plantam em vasos, poderão sempre levantar um pouco do garrafão na hora de regar...
    Espero ter ajudado!

    ResponderEliminar
  14. Paulinha,

    Acho que a técnica que usei é diferente, pois aproveitei a parte do fundo do garrafão e depois inverti e coloquei por cima das alfaces, logo não há qualquer abertura... será que devo fazer 1 furo no topo (fundo do garrafão)?

    ResponderEliminar
  15. XenoMorph,

    Ah, então colocaste ao contrário...assim sendo, talvez seja melhor mesmo fazer uns pequenos furos, só para tb a planta poder respirar... senão com o calor faz demasiado efeito de estufa e pode murchar... mas isto é so o que eu acho, pela lógica... posso estar a dizer a maior asneira :)
    Mas mesmo em todas as estufas, há janelinas com rede para o ar circular, por isso talvez seja melhor mesmo fazer os furos! Espero que resulte :)

    ResponderEliminar
  16. Olá Paulinha.

    O maridão já fez os furos e as alfacitas estão a crescer a olhos vistos!!!

    Bjs e obrigada.
    Anabela

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Panquecas (ou crepes) sem ovos

Apetecia-me tanto panquecas e não tinha ovos em casa. Que chatice! Lembrei-me então de procurar nesse mundo maravilhoso que é a internet, se havia forma de fazer as ditas cujas sem ovos. E espantem-se, havia! A receita é a que deixo já de seguida. A minha opinião? Gostei, embora a textura fique densa em vez de fofinha. Mas não me surpreendeu, já estava à espera disto. Penso é que é capaz de ficar melhor se fizerem crepes. Só a minha opinião. Fica a receita.
Panquecas sem ovos
- 1 copo ou chávena (cerca de 200ml) de farinha - 3/4 copo de leite (para crepe colocar 1 e 1/3 copo) - 2 colheres de sopa de óleo - 1 colher de chá de fermento em pó - 1/2 colher de chá de sal
Colocar os ingredientes secos numa taça e misturar bem. Juntar o óleo e o leite aos poucos e mexer bem para não formar grumos. Aquecer uma frigideira anti-aderente (pode deitar um pouco de manteiga, se preferir) e colocar um pouco da massa. Quando esta ficar com furinhos, está boa para virar. Deixe ficar dourada de ambos o…

Livros "A Arte de Organizar a sua Vida" e "Adeus Coisas"

O primeiro livro "A Arte de Organizar a sua Vida", da autora de Hideko Yamashita, explica o método DAN-SHA-RI. Este método não é mais do que a união de três expressões japonesas que resumem os pontos mais importantes na arte de organizar a vida. São elas:

1. DAN, limitar a entrada do que não merece estar na nossa vida

2. SHA, eliminar tudo aquilo que não precisamos

3. RI, vivência tranquila, desapegada de coisas, com foco no “ser” e não no “ter”

O segundo livro "Adeus Coisas", do autor Fumio Sasaki relata a experiência pessoal de como passou de uma vida cheia de stress e rodeado de objectos, para um dia-a-dia simples mas mais feliz.



A minha opinião sobre os livros é que ambos são bons, valem bem a pena a compra mas se tivesse que escolher um, seria o "Adeus Coisas". Passo a explicar.

O que encontrei de diferente neste livro é que mais do que despejar teoria de como devemos livrar-nos de tralha e os benefícios disso (quando já se leu alguma coisa sobre mi…

Como conseguir refeições rápidas e saudáveis [com uma lista de ingredientes a ter sempre em casa]

Das várias ementas e preparações da semana que já publiquei, só numa delas partilhei as refeições que iria fazer nos almoços. De resto todas as ementas que lá estão, são para as refeições que fazemos ao jantar. 
Mas lá porque não falo sempre dos almoços, não quer dizer que não tenha de os fazer. E aqui tenho alguns truques para conseguir ter uma refeição minimamente saudável, em poucos minutos. 
Normalmente oriento-me pelo menu que o Tiago tem na escola, para garantir que não repito acompanhamentos e que alternamos carne e peixe. Uso também restos do jantar da noite anterior e garanto que há sempre sopa. Muitas vezes o meu almoço e do maridão é uma boa tigela de sopa, que acompanhamos com uma sandes, um wrap ou algo do género.





Deixo-vos então uma série de truques que me ajudam a acelerar a confecção das refeições (muitos já falei noutros posts) e os ingredientes que tenho sempre em casa, para garantir que despacho o almoço em pouco tempo. É claro que a lista varia de acordo com as prefer…