Livro "Querida Mãe" - Eduardo Sá

By Anabela (Aproveitar a Vida) - abril 20, 2017

opinião_livro_querida_mãe_eduardo_sá
Créditos
Tenho que dizer que foi um parto difícil, a leitura deste livro. Nunca tinha lido nada deste autor e esta leitura apenas se proporcionou agora porque o livro me foi oferecido. 

O livro fala essencialmente da forma hoje em dia se educam [erradamente] as crianças e de toda a problemática à volta disso. Está dividido em cinco capítulos:

  1. As crianças
  2. Os adoslescentes
  3. A escola
  4. A família
  5. A mãe
Em cada um deles fala um pouco sobre as questões mais pertinentes como as dificuldades escolares, as relações familiares difíceis, a falta de tempo para brincar, o pesado horário escolar ou a culpa dos pais.

Não querendo deixar uma impressão demasiado negativa sobre o livro, descrevo apenas o que gostei e não gostei sobre o mesmo. Fica ao critério de cada um decidir se vale a pena ler ou não.

O que gostei: a perspectiva do autor sobre os vários temas relacionados com a educação. Que não tem de ser um 8 nem um 80, que o nosso sistema educativo não está a ir num bom caminho e que as crianças não são números nem coisas, são pessoas que merecem ser respeitadas. Muitas foram as passagens do livro em que sorri por ter acabado de ler algo que digo tantas vezes aos pais. A necessidade das crianças brincarem ou o excesso de actividades extra-curriculares são apenas alguns exemplos.

O que não gostei: o livro não tem uma linguagem muito acessível e é demasiado repetitivo (a razão de ter sido difícil terminar a leitura). Li a mesma frase mais do que uma vez e o autor dá uma volta enorme para dizer algo simples. Achei cansativo. 
O título também engana muito. Não achei que o livro fosse direccionado para as mães, de todo. Fala para pais e educadores em geral. 

Para saberem a minha opinião sobre outros livros, podem ir aqui.

  • Share:

You Might Also Like

2 comentarios

  1. Por acaso andava curiosa sobre esse livro, até porque gosto das crónicas do Eduardo Sá nalgumas revistas que vou apanhando. Mas assim sendo acho que vou poupar uns trocos e alguma amiga tiver para emprestar, logo leio! ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se tiver oportunidade, pegue no livro num hipermercado ou onde possa dar uma olhadela para ver o tipo de linguagem. Se achar que vale a pena e que não pode esperar pela amiga, compre.
      As opiniões são sempre muito subjectivas. O que eu posso não apreciar, outros podem gostar muito.
      Bjs

      Eliminar