14 de junho de 2015

Dica simples numa ida ao mercado

Créditos
Há cerca de mais ou menos dois meses que passei a comprar fruta e legumes no mercado, de forma mais regular. Já o fazia antes mas não era um hábito semanal. E quando lá vou, parece quase uma terapia. Ver todas aquelas cores e aromas e escolher o que me vai apetecendo para aquela semana faz-me muito bem. Trago uma tranquilidade imensa a cada começo de semana. Mas há uma dica que sigo desde sempre e que tem ajudado muito na qualidade do que trago para casa. E essa dica passa por dar preferência às bancas com menos diversidade de frutas e legumes. É que isto muitas vezes significa que quem está a vender é o próprio produtor. Se assim for, regra geral as frutas e legumes são mais baratos e têm mais qualidade. Optar pelas bancas com uma enorme variedade e cujos vendedores não têm ar de quem trabalha no campo, para mim é como comprar fruta e legumes no hipermercado. 

O que acham desta dica? Já a seguiam? Têm outras? Contem-me tudo.

Saiba mais sobre o meu dia-a-dia  
FACEBOOK | PINTEREST | INSTAGRAM

11 comentários:

  1. Eu também prefiro ir ao mercado, do que aos hipers da zona. Tal como dizes, é como uma terapia.
    Contudo, recentemente, uma coisa me entristeceu. O meu pai tem uma "vizinha de horta" que produz e vende no mercado. O problema é que ela coloca imensos químicos nos produtos... e dá-me a sensação que as coisas não são bem controladas. Conclusão, na banca parece super-saudável, mas na prática está tudo cheio de químicos. Desde aí, que me apercebi, que nem sempre o local é tão saudável quanto parece. Acho que o que escapa, ainda são as produções biológicas (aliás, a Deco de vez em quando elabora estudos sobre o assunto e, tirando um azeite que era tudo menos bio, todos os outros produtos estavam realmente isentos de químicos). Não é para te desanimar, porque eu sempre preferi o mercado, é só para te dizer que, infelizmente esta realidade também existe.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Isso é verdade, mas a questão é que o que aparece nos hipers "acaba por ter as mesmas coisas"... com a agravante de ser colhido mais cedo e andar mais em câmaras frigorificas...

      Eliminar
    2. Mafalda, não me desanimas, tenho perfeita consciência disso. Somos enganados todos os dias. Basta veres em certos produtos a denominação de natural e se leres os ingredientes, são tudo menos naturais. Outra coisa que não compro em mercados, são ovos. Onde costumo ir, parecem ovos caseiros mas ao ver mais perto, vejo que têm carimbo como se fosse no hipermercado. Pior do que isso apresentam o código 3, que significa que são criadas em gaiolas. Como vês, há de tudo em todo o lado. Tentamos de alguma forma conseguir fazer as melhores escolhas, mas sei que não é fácil.

      Bjs

      Eliminar
  2. Também é o meu programa do fim de semana e adoro!
    Nada como frutas e legumes saborosos!
    Para não falar na simpatia de quem nos atende!

    Beijinhos,
    Carolina

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sem dúvida. Regra geral sou sempre bem atendida e os vendedores gostam de meter conversa e conhecer os clientes.

      Bjs

      Eliminar
  3. Gosto de ir ao mercado ao ar livre, que há por aqui aos sábados de manhã e adoro ver a variedade das bancas. E prefiro comprar nas bancas dos velhotes, que vendem as coisas que cultivam. Comprei umas favas há uns sábados atrás que eram divinais....

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já me aconteceu isso com batata doce. A senhora tinha uma banca pequena e só vendia batata doce. Tinham uma cor fabulosa e um sabor mesmo bom.

      Bjs

      Eliminar
  4. Também gosto de ir ao mercado/feira... e sigo a dica que dizes...
    Outra coisa que costumo fazer é, a nível de fruta, não escolher a maior e mais bonitinha... Normalmente não +e a que tem melhor sabor...

    Boa semana!

    ResponderEliminar
  5. Uma excelente dica! Realmente, faz todo o sentido!
    Boa semana!

    Sweet Pi
    http://thesweetestpiblog.blogspot.pt/

    ResponderEliminar