Avançar para o conteúdo principal

O [meu] quarto


É a divisão da casa que mais gosto neste momento. Sinto-me sempre tranquila cada vez que lá entro. Aos poucos vai ficando como eu e o maridão gostamos. Felizmente estamos em sintonia quanto ao estilo decorativo. Branco de base com pinceladas de cor dadas pelas plantas, pelos materiais naturais e pelos [poucos] objectos decorativos. E é assim que, aos poucos, vamos alterando um espaço que outrora era pesado, com cores demasiado fortes e que pouco tinha a ver connosco. Estamos a ir no bom caminho.

O que falta fazer:

- mudar fotografias do quadro
- Pintar a minha mesinha de cabeceira
- Mudar a mesinha de cabeceira do maridão
- Comprar mais uma planta
- Mudar portas do roupeiro
- Mudar a altura dos cortinados
- Fazer almofadas decorativas com padrões suaves

Saiba mais sobre o meu dia-a-dia
 FACEBOOK | PINTEREST | INSTAGRAM

Comentários

  1. As fotos revelam um ambiente muito tranquilo, acolhedor e espaçoso. E que generosas dimensões tem o teu quarto :)
    Um espaço só é realmente sentido como nosso quando sentimos que traduz o nosso estado de espírito e a nossa forma de estar na vida. Ainda bem que tudo é passível de mudança.
    Penso que deve ser do teu conhecimento que não é aconselhável dormir diariamente com plantas no quarto, por libertarem dióxido de carbono.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Luarte.

      Tem sim, o quarto é enorme, assim como toda a casa. Tenho muita sorte, mesmo!

      Em relação às plantas, com estas não há problema. Até é bom tê-las no quarto porque libertam oxigénio durante a noite.

      Beijocas

      Eliminar
  2. Anabela, gosto muito!
    Acha que um dia pode fazer uma publicação com fotos a 360º, para dar uma noção do todo?
    E porque é que quer mudar a altura dos cortinados? Pergunto isto, porque mudei de casa há pouco tempo e nesta os varões estão colocados mesmo perto do teto!
    LP

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá LP.

      Quando o quarto estiver preparado, farei isso. Até lá só consigo mostrar alguns bocadinhos.

      Em relação aos cortinados poderá ver a razão nesta imagem http://www.apartmenttherapy.com/psa-hang-curtains-high-wide-elements-of-style-170163

      Já fiz isto num dos quartos e resulta muito bem. O quarto até fica mais iluminado.

      Cumprimentos

      Eliminar
  3. Se calhar é uma ideia ultrapassada, mas sempre ouvi dizer que as plantas à noite consomem oxigénio e libertam dióxido de carbono. Que apenas à exposição solar, durante a fotossíntese, é que libertam oxigénio. Estarei enganada?
    De qualquer forma, não faz mal estarem no quarto, dado que é um consumo mínimo :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. No caso de certas plantas como a que vês na imagem, não. Esta até liberta oxigénio de noite. Não há problema.

      Mas obrigada pela preocupação.

      Bjs

      Eliminar
  4. é lindo, deve de ser tão tranquilo dormir aí. :)))

    ResponderEliminar
  5. Olá Anabela o teu quarto transmite tranquilidade e realmente é muito espaçoso.
    Muito bom gosto, beijinho:)

    ResponderEliminar
  6. Olá Anabela :)
    Esse quarto é lindissimo!! Super confortante, gosto muito da harmonia do branco com o tom natural da madeira. Se me permites, eu nem mudaria a altura dos cortinados, gosto de os ver assim, colocava era entre cada janela um simples meio tranparente, já agora é bom vermos o exterior... sem que nos vejam a nós, eheh :)
    Tens que mostrar a cabeceira da cama e as mesinhas;) fiquei curiosa!
    Um beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá querida Lúcia.

      Essa harmonia que falas é do que gosto muito também. Os cortinados normalmente estão abertos, sem ter nada no meio porque temos uma vista de campo atrás. Apenas coloquei assim para a foto. Pendurar os cortinados mais alto traz mais luminosidade ao quarto. Para espaços pequenos é um truque para parecerem maiores. Ora vê esta imagem. https://s-media-cache-ak0.pinimg.com/236x/98/6b/61/986b613f4e917df1291300c7687b23a4.jpg

      A cabeceira da cama podes ver aqui http://www.aproveitaravida.pt/2015/01/tutorial-capa-para-cabeceira-da-cama.html.

      O resto ainda não está feito. Mas hei-de mostrar tudo a seu tempo.

      Bjs

      Eliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Panquecas (ou crepes) sem ovos

Apetecia-me tanto panquecas e não tinha ovos em casa. Que chatice! Lembrei-me então de procurar nesse mundo maravilhoso que é a internet, se havia forma de fazer as ditas cujas sem ovos. E espantem-se, havia! A receita é a que deixo já de seguida. A minha opinião? Gostei, embora a textura fique densa em vez de fofinha. Mas não me surpreendeu, já estava à espera disto. Penso é que é capaz de ficar melhor se fizerem crepes. Só a minha opinião. Fica a receita.
Panquecas sem ovos
- 1 copo ou chávena (cerca de 200ml) de farinha - 3/4 copo de leite (para crepe colocar 1 e 1/3 copo) - 2 colheres de sopa de óleo - 1 colher de chá de fermento em pó - 1/2 colher de chá de sal
Colocar os ingredientes secos numa taça e misturar bem. Juntar o óleo e o leite aos poucos e mexer bem para não formar grumos. Aquecer uma frigideira anti-aderente (pode deitar um pouco de manteiga, se preferir) e colocar um pouco da massa. Quando esta ficar com furinhos, está boa para virar. Deixe ficar dourada de ambos o…

Organização do móvel da cozinha - antes e depois

Organização é um tema que gosto bastante de falar aqui no blog. Não faço tantos posts quanto gostaria mas isso não quer dizer que não vá fazendo pequenas organizações aqui e acolá. Gosto de ler tudo o que está relacionado porque os benefícios que me tem trazido são imensos. São eles:
- Redução de stress  e ansiedade; - Menos acumulação de tralha se existir um lugar para cada coisa; - Maior produtividade (porque não perdemos tempo a procurar coisas); - Maior rapidez nas limpezas; - Mais descanso ou momentos de lazer;
Mas com isto não quero dizer que a organização se faz num abrir e fechar de olhos. Leva tempo, garanto-vos. Primeiro porque não se consegue fazer tudo de uma vez (para ser bem feito, há que pensar bem no que se pretende) e, segundo, porque a organização escolhida pode não resultar. É mesmo na tentativa-erro. 
Cá em casa há ainda muito que fazer mas com calma e um bocadinho de cada vez, conseguimos uma maior fluidez no dia-a-dia.
Um dos cantinhos que há muito "gritava…

O que ando a comer ao pequeno-almoço

Ontem foi um dia complicado. Não que tenha acontecido alguma coisa de mal mas sim porque andei a correr, literalmente. Tive a consulta de rotina do Tiago, dos três anos. Esperei cerca de 30 minutos (depois da hora) e estive quase uma hora lá dentro. Ele está óptimo e recomenda-se. Apenas pequenas alterações na parte da sesta, a ver se as noites ficam melhores. Mas isto é tema para outro post. 
Ora, andei a correr porque quase não chegava a tempo da explicação das 16h, ainda por cima com uma nova aluna. Que stress, só vos digo. Tiago não dormiu sesta devido à hora da consulta e às 18h já ninguém o podia aturar. Deitar cedo era mais que imperativo. 
Foi um dia de correria mas que começou muito bem com um pequeno-almoço que tenho repetido todos os dias nas últimas duas semanas. E calculo que vos vá parecer bem esquisito mas eu adoro a mistura do pão, o queijo-creme e o tomate. Salpicado com coentros fica uma maravilha. Bem sei que isto não agrada à maioria e se calhar alguns até farão c…