Sinusites e rinites - O que fui aprendendo e que vos pode ajudar

junho 27, 2014 Anabela (Aproveitar a Vida) 6 Comentários

Fonte
O Tiago entrou na idade em que as chatices de adenóides e afins são mais comuns. Ele, tendo pais com problemas similares, não escapou. Andou aí numa fase de tosse prolongada, em que cheguei a dar-lhe cortisona (se soubesse o que sei hoje!!!). Claro que aquilo praticamente não fez nada porque o que ele realmente precisava era de um anti-histamínico. Mas adiante, que isso é tema para outro post.

Por tudo o que vou escrevendo aqui no blog, já me conhecem um bocadinho e sabem que sou muito pela prevenção. Só deixarei o Tiago ser operado se for mesmo necessário. A especialista que o viu não apontou para esse lado (felizmente!). Disse para fazer muita praia e depois disso fazer um exame de audição. 

Eu, deste lado, vou pesquisando para aprender um bocadinho mais sobre o assunto. Descobri que fazia algumas coisas erradas e introduzi outras para ajudar a melhorar o seu sistema imunitário.

Primeiro que tudo, há que explicar a diferença entre sinusite e rinite, duas situações diferentes que muitas vezes são confundidas. 

Rinite
A rinite é uma inflamação da mucosa (revestimento interno) do nariz. Esta inflamação pode eventualmente também estender-se até à mucosa dos olhos (conjuntivite), ouvidos (otite), seios perinasais (sinusite) ou faringe (faringite). Esta inflamação resulta de uma reacção alérgica respiratória que costuma aparecer com a exposição a algo "estranho" para o organismo, como poeira, ácaros, poluição e pêlos de animais. Ela pode-se desenvolver ao longo da vida ou ser genética. 
Sintomas
Comichão no nariz, que entope e expele bastante secreção, e espirros. As crises tendem a voltar após dias, semanas ou meses. Pode dar dor de cabeça e comichão nos olhos. 

Sinusite
Inflamação e acumulação de secreção no nariz e nos seios faciais, causada por agentes infecciosos, como bactérias, fungos e vírus, ou por factores alérgicos. Os seios da face são cavidades nos ossos em redor do nariz, das bochechas e dos olhos. Essas cavidades são revestidas por membranas que produzem muco, o qual tem função de protecção. Quando os seios da face não drenam adequadamente esse muco, ele fica acumulado e estagnado, tornando a área propícia a infecções. 
Sintomas
Dor de cabeça, nariz entupido, perda de olfacto, pescoço pesado, sensação de pressão na face e corrimento nasal amarelado. Às vezes, tosse e febre.

Lendo estas diferenças percebi que o Tiago começa por ter rinite que depois, se não for atacada rapidamente, se transforma numa sinusite e otite, como já aconteceu. Para manter saudável toda a zona do nariz, percebi que é importante ter uma hidratação nasal adequada. Isto porque a mucosa nasal hidratada mantém a frequência adequada dos batimentos ciliares (aquela fina camada de cílios microscópicos da parte interna do nariz), que faz a filtragem do ar inalado e impede partículas poluentes de atingirem a parte interna do sistema respiratório. Quando estes cílios não funcionam correctamente, podemos ter as situações descritas anteriormente.

Estas são as prevenções que faço com o Tiago e noto que tem ajudado muito. Partilho-as pois podem ajudar alguém a diminuir ou eliminar crises que possam ter.

- Ofereço sempre muita água.

- Retirei do quarto dele tudo o que são objectos que acumulem pó. A maioria dos brinquedos estão na sala. Tinha livros mesmo ao pé da cara dele, enquanto dormia. Como acumulam bastante pó, retirei-os.

- Faço limpeza diária do nariz, com soro. Na posição que vêm na imagem. 
- Passei a assoar-lhe uma narina de cada vez e com pouca força. Antes não fazia isto e parecia que quanto mais o assoava, pior ele ficava. Depois percebi que a força só irritava mais as mucosas, prejudicando também os ouvidos e que ao fazer as duas narinas ao mesmo tempo podia alterar o fluxo de muco e atrapalhar a drenagem.

- Diminui o consumo de leite e derivados. 

- Passei a fazer batidos nutritivos com sementes, bagas, gengibre e frutas com forte poder antioxidante e anti-inflamatório. Para fortalecer o sistema imunitário.

- Faço praia sempre que possível. Esta parte nada difícil ;-)
- Sempre que ele começa com tosse, uso um xarope homeopático e se a coisa se agrava com imensos espirros e muita congestão nasal, uso um anti-histamínico durante alguns dias, até ele ficar melhor.

Isto é o que faço para prevenir situações mais complicadas e tenho notado que ele está mais estável. Até de noite tem uma respiração mais tranquila (quando está pior, ressona). Espero que vos ajude de alguma forma.

Tenham um dia saudável!

Fontes:

Como evitar a inflamação dos seios faciais

1. Asseie o nariz de maneira correta - uma narina de cada vez. Isso impede que, com a pressão aumentada pela força, bactérias sejam levadas aos seios faciais.

2. Mantenha o nariz desobstruído, tomando providências imediatas ao menor sinal de entupimento.

3. A ingestão de muito alimento cozido, de açúcar e refinados em geral predispõe o organismo a gripes frequentes. Certos organismos são sensíveis à proteínas de origem animal, carne, queijo, leite e ovo. Procure alimentar-se devidamente com suco de fruta em jejum, antes da primeira refeição e ao deitar.
4. Procure se vestir de acordo com a estação e evite tecidos sintéticos.
5. Observe o exercício e o repouso, procurando equilibrar os dois extremos.
6. Evite resfriados e gripes seguindo uma vida de acordo com os princípios naturais.
- See more at: http://www.curapelanatureza.com.br/2009/02/tratamento-natural-da-sinusite.html#sthash.Fr85e4DI.dpuf
http://www.ehow.com.br
http://www.portaldasaude.pt
http://mdemulher.abril.com.br
http://www.sonutricao.com.br
Como evitar a inflamação dos seios faciais

1. Asseie o nariz de maneira correta - uma narina de cada vez. Isso impede que, com a pressão aumentada pela força, bactérias sejam levadas aos seios faciais.

2. Mantenha o nariz desobstruído, tomando providências imediatas ao menor sinal de entupimento.

3. A ingestão de muito alimento cozido, de açúcar e refinados em geral predispõe o organismo a gripes frequentes. Certos organismos são sensíveis à proteínas de origem animal, carne, queijo, leite e ovo. Procure alimentar-se devidamente com suco de fruta em jejum, antes da primeira refeição e ao deitar.
4. Procure se vestir de acordo com a estação e evite tecidos sintéticos.
5. Observe o exercício e o repouso, procurando equilibrar os dois extremos.
6. Evite resfriados e gripes seguindo uma vida de acordo com os princípios naturais.
- See more at: http://www.curapelanatureza.com.br/2009/02/tratamento-natural-da-sinusite.html#sthash.Fr85e4DI.dpuf

Poderá também gostar destes artigos

6 comentários:

  1. Mas que conselhos preciosos, muito obrigada, ajguns já sabia er outros aprendi com 2 filhos assim quem cá em casa é sempre bom saber, bjs

    ResponderEliminar
  2. Passei muito trabalho com me filho qdo era pequeno. Aos 15 operou devio de septo, cornetos, sinusite, e mais alguma coisa tudo junto e foi um sofrimento esta cirurgia. De um lado ela quase não respirava. Ele melhorou bastante depois da cirurgia, era realmente necessária no caso dele, mas até hoje tem q cuidar muito pois o mofo ataca a rinite.
    Fiquei curiosa sobre seu quarto nórdico q vc comentou no face. Obrigada pela visita lá!!

    bjus

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Ana Maria.

      Obrigada por ter passado por aqui e pelo testemunho. Espero que Tiago não venha a necessitar da cirurgia.

      O quarto nórdico está quase, quase para ser mostrado. Faltam apenas alguns detalhes. Peço alguma paciência.

      Bjs

      Eliminar
  3. Olá,
    Que xarope homeopático é esse? onde consigo comprar?.

    obrigada
    Cátia Ribeiro

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Cátia. O xarope chama-se Stodal e consegue encontrar nas farmácias. É muito comum.

      Bjs

      Eliminar
  4. Muito obrigada !

    Cátia

    ResponderEliminar