26 de junho de 2014

Guia de horta caseira - Espinafre

Fonte
Nome
Espinafre - Spinacia oleracea

Época de sementeira
Janeiro e Abril

Época de plantação 
Plante as sementes directamente no local definitivo da horta. Tem de fazer um pequeno buraco na terra, com uns 2 cm de profundidade. Pode cultivar os espinafres em filas de até 12 a 15 sementes por cada metro e com uns 30 cm de separação entre as filas.

Condições favoráveis
 
O espinafre, algumas vezes chamado de espinafre verdadeiro, cresce melhor em regiões com temperatura amena, sendo que o intervalo ideal de temperatura é de 13°C a 20°C. Entretanto, pode ser cultivado em regiões onde a temperatura média durante o ciclo de vida da planta situa-se entre 2°C e 27°C. Temperaturas elevadas podem induzir ao florescimento precoce. Pode ser cultivado com luz solar direta ou em sombra parcial. Em regiões de clima quente, escolha o local de cultivo de forma que a planta não fique exposta a luz solar direta durante as horas mais quentes do dia. O solo deve ser bem drenado, fértil, rico em matéria orgânica. Irrigue com frequência para que o solo seja mantido húmido, mas sem que permaneça encharcado.

Dicas
 As folhas do espinafre podem ser colhidas individualmente a partir de 40 a 120 dias após o plantio. Para realizar a colheita individual das folhas, a planta deve ter pelo menos 6 folhas. Colha as folhas mais externas que estão bem desenvolvidas. O espinafre também pode ser arrancado inteiro ou pode ser cortado a aproximadamente 2,5 cm acima do solo, sendo que neste último caso a planta pode produzir nova colheita.

Pragas
O espinafre também é rústico e tem resistência a muitas pragas e doenças. 
Se começarem a aparecer pulgões pretos borrife com um pulverizador de mão com água e sabão.  Outra solução para eliminar o pulgão preto é aplicar um jacto de água da mangueira directamente na planta. Repita durante vários dias até o pulgão desaparecer.


Benefícios
Ele é rico em sais minerais importantes, como o ferro, o fósforo e o cálcio; tem altas concentrações de vitaminas do complexo B e A e, por isso, contribui para a saúde de uma forma geral:
  • na formação dos dentes e ossos;
  • na construção muscular;
  • na coagulação sanguínea;
  • na conservação da visão.
  • na manutenção da  pele;
  • protecção do aparelho digestivo;
  • na saúde do sistema nervoso.
  • previne a desnutrição e anemias;
  • protege o sistema cardiovascular.
 
Fontes: http://www.hortas.info
             http://casa.umcomo.com.br
             http://boletimagrario.blogspot.pt
             http://www.remedio-caseiro.com

1 comentário:

  1. Tenho a sorte de poder fazer umas sopinhas com eles. A minha mãe tem um pequeno canteiro deles no quintal.

    ResponderEliminar