Não sou perfeita, sou só humana

By Anabela (Aproveitar a Vida) - maio 17, 2014

Fonte
Há dias em que me ponho a pensar no longo caminho que já percorri e nas alterações que já fiz para ter uma vida mais saudável. Essas alterações passam por muitas áreas. Li e leio muito, tento implementar umas dicas, outras sei que à partida não fazem muito sentido para o dia-a-dia que tenho e, por isso, não as vou (nem quero) conseguir implementar. A corrida e ser vegetariana são duas coisas que não tenho pretensão de alcançar. A primeira porque detesto mesmo e a segunda porque prefiro fazer refeições vegetarianas de forma moderada e não deixar a carne ou o peixe, que continuo a gostar muito.

Penso que o segredo é ser realista e nunca fundamentalista e ter o bom senso de nunca fazer nada em excesso. Dá para os outros, não dá para mim. Paciência. Não é o fim do mundo. Há que saber ser feliz com o que se tem, com o que se consegue alcançar. Porque sou só humana, não sou perfeita.

Eu e os meus pensamentos, desculpem lá. 

  • Share:

You Might Also Like

6 comentarios

  1. Pelo menos você já conseguiu introduzir mudanças. Um dia eu chego lá. Gostei deste post.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Devagar tenho conseguido lá chegar. O segredo é fazer aos poucos, sem grandes complicações.

      Bjs

      Eliminar
  2. Eu também não gosto de radicalismos! Acho que mudar é bom principalmente quando para melhor. O mais difícil, já fizeste, foi mudar, agora acho que importante é manter a moderação.
    Um dia também vou mudar... :)
    Bjs e boa semana.
    MJ

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Maria João, disseste aí uma palavra importante, moderação. Como em tudo na vida, o bom senso deve imperar.

      Bjs

      Eliminar
  3. não poderia concordar mais com este post.

    ResponderEliminar
  4. Concordo plenamente com você. Acredito que de tudo que vamos descobrindo o legal é ver o que dá ou não certo na nossa vida e adaptar os conceitos às nossas necessidades, mas não simplesmente seguir regras porque dizem que é certo.

    Abraço!

    ResponderEliminar