Avançar para o conteúdo principal

Actividades e dicas para crianças com TDAH

Já vos contei em posts ocasionais que tenho comigo uma menina com hiperactividade e défice de atenção.  Apesar de ela tomar medicação quando vai para a escola, peço sempre que a mãe não lhe dê nada quando ela vem para aqui. Isto porque preciso de trabalhar com ela no seu estado normal e dar-lhe ferramentas que a ajudem a superar as suas dificuldades. Não sou psicóloga, por isso o que vos escrevo hoje são apenas dicas que tenho vindo a perceber que resultam e que a motivam a trabalhar mais um bocadinho (e mais concentrada!) para alcançar os resultados que deseja. Este período melhorou ainda mais e estou imensamente feliz por ela. Deixo-vos então o que tenho feito ao longo deste tempo para a ajudar a melhorar.

Jogos (memória, palavras cruzadas e sopa de letras)
Ela tem muita dificuldade em estar quieta e quando um exercício requer muito tempo de concentração, desiste facilmente. O que faço é dar-lhe os jogos mas mais fáceis e em grande formato. Assim, não exijo muito e ela consegue acabá-los, ficando sempre muito contente no final. Sempre que posso, vou aumentando o grau de dificuldade (por exemplo, se ela os acaba rápido demais).

Fichas que exercitem uma única técnica
Isto resulta na perfeição. Foi assim que consegui que assimilasse determinados conceitos como a frase negativa, o singular e plural, o antónimo e sinónimo. Agora andamos nas reduções, nas áreas e perímetros. Uma ficha inteira e com letra grande, por cada conceito (uma só para o singular, outra só para o plural e assim por diante). Só começo a misturar quando ela os sabe bem. Aconselho vivamente.

Exercícios com cartões magnéticos
O simples facto de sair do papel faz milagres. Apresentar uma folha cheia de contas é o caos total. Fica logo aborrecida e acaba por dar muitos erros. Fazer contas no quadro branco com números magnéticos é outra história muito diferente. Faz com mais atenção e pede-me menos ajuda. Melhor, impossível.

Reforço positivo 
Temos os carimbos, que comprei muito por causa da C. e mais recentemente uma tabela para fazermos carinhas tristes ou contentes. Ao alcançar um determinado número destas últimas, tem uma consequência positiva. Normalmente um passeio, uma ida ao parque ou ajudar-me na cozinha. Delira!

Fazer uma colecção
Vamos iniciar um herbário, cuja capa ela já decorou. Está muito entusiasmada. A ideia é fazer a recolha de folhas a cada passeio e depois colocamos na colecção. Vamos lá ver como vai ficar.

E isto é o que se faz por aqui. E por aí, como é?

Comentários

  1. Que belas actividades

    Vem participar no passatempo :)

    http://entretralhasepanelas.blogspot.pt/2014/04/parceria-passatempo-beartes.html

    ResponderEliminar
  2. Olá Anabela. desculpe a pergunta mas estes exercícios faz para que idade. Também tenho contacto com uma menina com TDAH e gostava de aplicá-los . Obrigada pelo blog :)

    Patrícia

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Patrícia.

      A menina tem oito mas pode aplicá-los a outras idades. Basta ajustar o grau de dificuldade.

      Bjs

      Eliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Panquecas (ou crepes) sem ovos

Apetecia-me tanto panquecas e não tinha ovos em casa. Que chatice! Lembrei-me então de procurar nesse mundo maravilhoso que é a internet, se havia forma de fazer as ditas cujas sem ovos. E espantem-se, havia! A receita é a que deixo já de seguida. A minha opinião? Gostei, embora a textura fique densa em vez de fofinha. Mas não me surpreendeu, já estava à espera disto. Penso é que é capaz de ficar melhor se fizerem crepes. Só a minha opinião. Fica a receita.
Panquecas sem ovos
- 1 copo ou chávena (cerca de 200ml) de farinha - 3/4 copo de leite (para crepe colocar 1 e 1/3 copo) - 2 colheres de sopa de óleo - 1 colher de chá de fermento em pó - 1/2 colher de chá de sal
Colocar os ingredientes secos numa taça e misturar bem. Juntar o óleo e o leite aos poucos e mexer bem para não formar grumos. Aquecer uma frigideira anti-aderente (pode deitar um pouco de manteiga, se preferir) e colocar um pouco da massa. Quando esta ficar com furinhos, está boa para virar. Deixe ficar dourada de ambos o…

Organização do móvel da cozinha - antes e depois

Organização é um tema que gosto bastante de falar aqui no blog. Não faço tantos posts quanto gostaria mas isso não quer dizer que não vá fazendo pequenas organizações aqui e acolá. Gosto de ler tudo o que está relacionado porque os benefícios que me tem trazido são imensos. São eles:
- Redução de stress  e ansiedade; - Menos acumulação de tralha se existir um lugar para cada coisa; - Maior produtividade (porque não perdemos tempo a procurar coisas); - Maior rapidez nas limpezas; - Mais descanso ou momentos de lazer;
Mas com isto não quero dizer que a organização se faz num abrir e fechar de olhos. Leva tempo, garanto-vos. Primeiro porque não se consegue fazer tudo de uma vez (para ser bem feito, há que pensar bem no que se pretende) e, segundo, porque a organização escolhida pode não resultar. É mesmo na tentativa-erro. 
Cá em casa há ainda muito que fazer mas com calma e um bocadinho de cada vez, conseguimos uma maior fluidez no dia-a-dia.
Um dos cantinhos que há muito "gritava…

O que ando a comer ao pequeno-almoço

Ontem foi um dia complicado. Não que tenha acontecido alguma coisa de mal mas sim porque andei a correr, literalmente. Tive a consulta de rotina do Tiago, dos três anos. Esperei cerca de 30 minutos (depois da hora) e estive quase uma hora lá dentro. Ele está óptimo e recomenda-se. Apenas pequenas alterações na parte da sesta, a ver se as noites ficam melhores. Mas isto é tema para outro post. 
Ora, andei a correr porque quase não chegava a tempo da explicação das 16h, ainda por cima com uma nova aluna. Que stress, só vos digo. Tiago não dormiu sesta devido à hora da consulta e às 18h já ninguém o podia aturar. Deitar cedo era mais que imperativo. 
Foi um dia de correria mas que começou muito bem com um pequeno-almoço que tenho repetido todos os dias nas últimas duas semanas. E calculo que vos vá parecer bem esquisito mas eu adoro a mistura do pão, o queijo-creme e o tomate. Salpicado com coentros fica uma maravilha. Bem sei que isto não agrada à maioria e se calhar alguns até farão c…