Puré de maçã pasteurizado

outubro 15, 2013 Anabela (Aproveitar a Vida) 10 Comentários


Durante as férias de Verão deste ano provei, pela primeira vez, um prato de carne assada com molho/puré de maçã a dar o seu toque especial. Gostei imenso ou não fosse eu adepta do sabor agridoce.

Mas pensei que se quisesse repetir cá em casa tinha de ser rápido e prático. Algo pronto a usar. Lembrei-me então do processo de pasteurização que utilizei para o meu molho de tomate (aprendido no blog da Joana Roque) e pensei que poderia fazer o mesmo para a maçã. E assim surgiram os meus dois frasquinhos de puré de maçã pasteurizado. 

Enquanto estava a fazê-lo lembrei-me que isto pode ser uma excelente forma de ter polpa de fruta à mão, para os mais pequeninos. Além de pouparem tempo e saúde, poupam também algum dinheiro. 

Fiz assim:

1º passo - Descasquei a fruta e cortei em pedaços;
2º passo - Deixei cozer em lume brando com um pouco de água no fundo e umas gotas de limão;
3º passo - Esterilizei os frascos durante uns minutos no microondas (entre 2 a 3) e as tampas em água a ferver durante 5 minutos;
4º passo - Triturei a polpa de maçã, dividi pelos frascos e fechei bem;
5º passo - Coloquei os frascos numa panela com água até quase ao topo dos frascos e coloquei ao lume. Deixei levantar fervura e assim ficou durante 10 minutos (contados num temporizador);
6º passo - Desliguei o lume e deixei arrefecer totalmente, dentro da panela. Normalmente ficam lá dentro durante a noite.

É um método que dá algum trabalho, não vou dizer que não, e compensa mais quando se faz uma grande quantidade. Uma dica que deixo é ver antes quantos frascos cabem dentro da panela porque o processo não pode parar a meio. Assim, se verificarem primeiro não correm o risco de depois ficarem com frascos de fora.


Além de poder utilizar como molho numa carne assada, já usei para sobremesas e ou para juntar num iogurte para o Tiago. Pode dar trabalho mas este é compensado na altura de usar.

Já experimentaram alguma vez este método? Contem-me tudo.
assinatura

Poderá também gostar destes artigos

10 comentários:

  1. Nunca experimentei, mas parece uma boa ideia :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pode dar algum trabalho mas depois compensa na hora de usar.

      Bjs

      Eliminar
  2. Gostei da ideia, vou fazer e depois digo como correu.
    Obrigada pela partilha!
    Bjkas.

    ResponderEliminar
  3. Adoro tudo o que tem a ver com maças ,e essa é uma excelente e saudável ideia
    bj
    Lulu

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E o tempo que poupas? Congelado é pior porque se te esqueces, depois esperar que descongele é uma chatice. Assim é só abrir o frasco e servir.

      Bjs

      Eliminar
  4. Já tinha lido sobre este método no blog da Joana, mas nunca me atrevi a experimentar. Mas agora, ao ler este teu post, fez-se luz e vontade. Depois de já ter feito marmelada, deram-me mais uns quantos marmelos. Em vez de fazer marmelada com eles, acho que vou experimentar fazer puré de marmelo conservado com este método... Assim, posso comer puré de marmelo com açúcar mascavado, que adoro, sempre que quiser!

    Um beijinho e obrigada pela partilha!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Força na experiência e depois diz-me como ficou.

      Bjs

      Eliminar
    2. Anabela, já fiz e correu tudo bem (apesar de depois me ter apercebido que fiz algumas coisas incorrectamente... mas a prática faz o mestre!).
      Rendeu dois frascos iguais aos teus e ainda não abri para experimentar. Mas achei o processo fácil e até rápido de preparar (acho que uma compota dá mais trabalho...).
      Depois vou colocar no blog e já digo como ficou de sabor.
      Se quiseres ir espreitando:
      www.terapiadostachos.blogspot.com

      Beijinho e bom fim-de-semana!

      Eliminar
    3. Ainda bem que já experimentaste e que correu bem. Vou espreitando, de certeza.

      Bjs

      Eliminar