Avançar para o conteúdo principal

Rotinas simples para ganhar tempo


O post de hoje pode ser um pouco repetitivo em relação ao que se lê por ai. Mas não quis deixar de o escrever porque aquilo que quero transmitir é que não precisamos começar a implementar todas as dicas que lemos e mais algumas, para pouparmos tempo. Às vezes na confusão de querermos fazer tudo, acabamos por perder tempo em vez de o ganhar. Foi por este motivo que deixei de ter rotinas de limpeza e listas para as mais variadas coisas. É por isto também que tento simplificar ao máximo a forma como me organizo. Antes de vos dizer as pequenas alterações que fiz no meu dia-a-dia e que resultaram, gostaria que se centrassem primeiro em dois pontos importantes.

O primeiro é pensar por que é que queremos mais tempo. Quando temos objectivos ou alguma motivação à nossa frente, torna mais fácil a mudança e implementação do hábito. Escrevam esses objectivos e leiam sempre que acharem necessário.

O segundo ponto é tentarem que esses objectivos sejam em vosso benefício. Seja para lerem mais, para poderem passear ou fazer um workshop, para beberem um café enquanto lêem uma revista sem pensar que há muito que fazer, para ouvir (mais) música e por ai fora... Se repararem não disse para se dedicarem à família, não tem que ser assim. A questão é que muitas vezes esquecemo-nos de nós próprios e chegamos a um ponto de exaustão, em que tudo o que fazemos é sempre pelo outros. E nós, onde ficamos? Por isso aconselho a serem um pouquinho egoístas porque se estiverem bem, passarão essa boa disposição à família. Tudo correrá melhor.

Aqui ficam então as rotinas que implementei e que deram bastantes frutos a curto-prazo.

Preparar roupa no dia anterior
Das coisas em que mais tempo ganho. Primeiro ajuda-me a vestir melhor no dia-a-dia e segundo porque levanto-me e é ir directo para o duche porque já lá tenho tudo preparado. Faço o mesmo para o Tiago. 

Deixar sempre a cozinha arrumada antes de deitar 
Não pensem que deixo a casa toda arrumadinha antes de deitar. Longe disso. Estamos ensonados e a última coisa que queremos é colocar almofadas no sítio e dobrar cobertores. É directo para a cama senão acabamos por perder o embalo do sono. A questão com a cozinha é que a arrumo antes de ir para o sofá. Temos jantado mais cedo (um dos objectivos da minha lista) e por isso acabo por arrumar a cozinha mais cedo e de forma rápida. Para isso há um segredo simples, o de ir lavando a loiça ou colocando na máquina à medida que vou fazendo o jantar. Normalmente o que fica para lavar é apenas a loiça que está a ser usada na mesa. Tudo o resto já está orientado. Uma boa forma de começar o dia é entrar numa cozinha limpa e arrumada.

Ter massas (pizza, quiches, etc...) e misturas de legumes congelados
E não, não faço de propósito para congelar. O que costumo fazer é dobrar ou triplicar a receita quando faço uma. Apenas perco tempo a fazer a mistura de legumes porque depois ganho a duplicar na preparação das refeições.

Fazer refeições a dobrar
Não consigo ter o hábito de cozinhar várias receitas num só dia mas aquilo que tenho feito de forma consistente é cozinhar como se tivesse uma família de seis pessoas em vez de três. Uma dose comemos na hora e a outra congelo. Vou depois tirando à medida que preciso. Ah, claro que só dobro a receita quando esta dá para congelar.

Usar o jarro eléctrico
A sério, se não usam, passem a fazê-lo. Chego até a arriscar dizer que vale a pena comprar um, pelo tempo que poupamos ao usá-lo na cozinha. Sempre que necessitam de colocar água numa receita e esperar que ferva (arroz, massas, etc...), podem pô-lo em acção. Uma maravilha.


Levantar cedo 
Pode ser complicado para muitos mas a verdade é que se consegue fazer muita coisa de manhã, quando estamos com a cabeça mais descansada e mais concentrados. Agora, não precisam levantar-se de madrugada. Se, por exemplo, se levantam às 8h00, experimentem fazê-lo às 7h30. Trinta minutos fazem muita diferença e é um hábito mais fácil de ganhar se for feito aos poucos. Tentem ter algo planeado para fazer e uma imagem ou frase que vos motive. Custará menos a sair da cama.

De momento é o que me lembro que tem resultado comigo. Pequenos passos que fizeram muita diferença no meu dia-a-dia. E por aí? Como estamos de rotinas que poupam tempo?

assinatura

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Panquecas (ou crepes) sem ovos

Apetecia-me tanto panquecas e não tinha ovos em casa. Que chatice! Lembrei-me então de procurar nesse mundo maravilhoso que é a internet, se havia forma de fazer as ditas cujas sem ovos. E espantem-se, havia! A receita é a que deixo já de seguida. A minha opinião? Gostei, embora a textura fique densa em vez de fofinha. Mas não me surpreendeu, já estava à espera disto. Penso é que é capaz de ficar melhor se fizerem crepes. Só a minha opinião. Fica a receita.
Panquecas sem ovos
- 1 copo ou chávena (cerca de 200ml) de farinha - 3/4 copo de leite (para crepe colocar 1 e 1/3 copo) - 2 colheres de sopa de óleo - 1 colher de chá de fermento em pó - 1/2 colher de chá de sal
Colocar os ingredientes secos numa taça e misturar bem. Juntar o óleo e o leite aos poucos e mexer bem para não formar grumos. Aquecer uma frigideira anti-aderente (pode deitar um pouco de manteiga, se preferir) e colocar um pouco da massa. Quando esta ficar com furinhos, está boa para virar. Deixe ficar dourada de ambos o…

Organização do móvel da cozinha - antes e depois

Organização é um tema que gosto bastante de falar aqui no blog. Não faço tantos posts quanto gostaria mas isso não quer dizer que não vá fazendo pequenas organizações aqui e acolá. Gosto de ler tudo o que está relacionado porque os benefícios que me tem trazido são imensos. São eles:
- Redução de stress  e ansiedade; - Menos acumulação de tralha se existir um lugar para cada coisa; - Maior produtividade (porque não perdemos tempo a procurar coisas); - Maior rapidez nas limpezas; - Mais descanso ou momentos de lazer;
Mas com isto não quero dizer que a organização se faz num abrir e fechar de olhos. Leva tempo, garanto-vos. Primeiro porque não se consegue fazer tudo de uma vez (para ser bem feito, há que pensar bem no que se pretende) e, segundo, porque a organização escolhida pode não resultar. É mesmo na tentativa-erro. 
Cá em casa há ainda muito que fazer mas com calma e um bocadinho de cada vez, conseguimos uma maior fluidez no dia-a-dia.
Um dos cantinhos que há muito "gritava…

O que ando a comer ao pequeno-almoço

Ontem foi um dia complicado. Não que tenha acontecido alguma coisa de mal mas sim porque andei a correr, literalmente. Tive a consulta de rotina do Tiago, dos três anos. Esperei cerca de 30 minutos (depois da hora) e estive quase uma hora lá dentro. Ele está óptimo e recomenda-se. Apenas pequenas alterações na parte da sesta, a ver se as noites ficam melhores. Mas isto é tema para outro post. 
Ora, andei a correr porque quase não chegava a tempo da explicação das 16h, ainda por cima com uma nova aluna. Que stress, só vos digo. Tiago não dormiu sesta devido à hora da consulta e às 18h já ninguém o podia aturar. Deitar cedo era mais que imperativo. 
Foi um dia de correria mas que começou muito bem com um pequeno-almoço que tenho repetido todos os dias nas últimas duas semanas. E calculo que vos vá parecer bem esquisito mas eu adoro a mistura do pão, o queijo-creme e o tomate. Salpicado com coentros fica uma maravilha. Bem sei que isto não agrada à maioria e se calhar alguns até farão c…