Avançar para o conteúdo principal

O banquinho especial

O maridão nunca teve grande queda para a bricolage, muito porque nunca teve ninguém que lhe ensinasse. Tudo o que sabe hoje em dia é porque se esforçou por aprender. Às vezes na base da tentativa-erro e outras através de imensos vídeos na internet. Tem feito grandes progressos e por isso lhe dou os mais sinceros parabéns. Pelo esforço, pela dedicação e por nunca desistir por mais desafiante que fosse o projecto.


Hoje trago-vos um dos muitos que tem feito e que é especial, por dois motivos. Primeiro porque é uma coisa para o Tiago e segundo porque foi feito com aproveitamento de várias placas de madeira. Depois do banco feito, passei uma camada de primário antes de o pintar de branco. O artista foi o Tiago, que decorou lindamente o seu banquinho. No final passei uma camada de verniz para assegurar que o desenho não ficava estragado e também para facilitar a limpeza.


O banquinho tem sido bastante utilizado. Quer para lavar os dentes, quer para subir para onde não deve, quer para se sentar ou até elevar as pernas quando está "no trono". Tem sido fantástico.

E agora que estou a colocar as fotos no post, pergunto: "onde está o meu bebé?
assinatura

Comentários

  1. Uma recordação para a vida!!!
    Parabéns ao papá pelo trabalho realizado.
    Bjs,
    MJ

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É mesmo isso. E é daqueles objectos que não me importo nada de guardar. Sim, o papá está mesmo de parabéns.

      Bjs

      Eliminar
  2. Esse banquinho com esses lindos desenhos é uma obra de arte!
    Eles crescem tão rápido...
    Espero-te no meu cantinho. Até breve!
    Beijos
    http://lernoslabios.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Catarina. Antes de mais quero dizer-te que ainda não visitei o teu cantinho mas quero fazê-lo com calma. Já vi que realmente temos muito em comum.

      Quanto ao Tiago, por vezes nem damos conta do quão alto ele está. Como o vemos sempre todos os dias a toda a hora, passa um pouco despercebido. É quando vejo fotos que me dou conta :)

      Bjs

      Eliminar
  3. Está um banquinho bem janota. Parabéns aos três. Bjs

    ResponderEliminar
  4. Muitos parabéns ao marido pela trabalho e ao filho pela decoração. Ideia gira para copiar!!!

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Panquecas (ou crepes) sem ovos

Apetecia-me tanto panquecas e não tinha ovos em casa. Que chatice! Lembrei-me então de procurar nesse mundo maravilhoso que é a internet, se havia forma de fazer as ditas cujas sem ovos. E espantem-se, havia! A receita é a que deixo já de seguida. A minha opinião? Gostei, embora a textura fique densa em vez de fofinha. Mas não me surpreendeu, já estava à espera disto. Penso é que é capaz de ficar melhor se fizerem crepes. Só a minha opinião. Fica a receita.
Panquecas sem ovos
- 1 copo ou chávena (cerca de 200ml) de farinha - 3/4 copo de leite (para crepe colocar 1 e 1/3 copo) - 2 colheres de sopa de óleo - 1 colher de chá de fermento em pó - 1/2 colher de chá de sal
Colocar os ingredientes secos numa taça e misturar bem. Juntar o óleo e o leite aos poucos e mexer bem para não formar grumos. Aquecer uma frigideira anti-aderente (pode deitar um pouco de manteiga, se preferir) e colocar um pouco da massa. Quando esta ficar com furinhos, está boa para virar. Deixe ficar dourada de ambos o…

Organização do móvel da cozinha - antes e depois

Organização é um tema que gosto bastante de falar aqui no blog. Não faço tantos posts quanto gostaria mas isso não quer dizer que não vá fazendo pequenas organizações aqui e acolá. Gosto de ler tudo o que está relacionado porque os benefícios que me tem trazido são imensos. São eles:
- Redução de stress  e ansiedade; - Menos acumulação de tralha se existir um lugar para cada coisa; - Maior produtividade (porque não perdemos tempo a procurar coisas); - Maior rapidez nas limpezas; - Mais descanso ou momentos de lazer;
Mas com isto não quero dizer que a organização se faz num abrir e fechar de olhos. Leva tempo, garanto-vos. Primeiro porque não se consegue fazer tudo de uma vez (para ser bem feito, há que pensar bem no que se pretende) e, segundo, porque a organização escolhida pode não resultar. É mesmo na tentativa-erro. 
Cá em casa há ainda muito que fazer mas com calma e um bocadinho de cada vez, conseguimos uma maior fluidez no dia-a-dia.
Um dos cantinhos que há muito "gritava…

O que ando a comer ao pequeno-almoço

Ontem foi um dia complicado. Não que tenha acontecido alguma coisa de mal mas sim porque andei a correr, literalmente. Tive a consulta de rotina do Tiago, dos três anos. Esperei cerca de 30 minutos (depois da hora) e estive quase uma hora lá dentro. Ele está óptimo e recomenda-se. Apenas pequenas alterações na parte da sesta, a ver se as noites ficam melhores. Mas isto é tema para outro post. 
Ora, andei a correr porque quase não chegava a tempo da explicação das 16h, ainda por cima com uma nova aluna. Que stress, só vos digo. Tiago não dormiu sesta devido à hora da consulta e às 18h já ninguém o podia aturar. Deitar cedo era mais que imperativo. 
Foi um dia de correria mas que começou muito bem com um pequeno-almoço que tenho repetido todos os dias nas últimas duas semanas. E calculo que vos vá parecer bem esquisito mas eu adoro a mistura do pão, o queijo-creme e o tomate. Salpicado com coentros fica uma maravilha. Bem sei que isto não agrada à maioria e se calhar alguns até farão c…