O estrago...

agosto 01, 2013 Anabela (Aproveitar a Vida) 3 Comentários

Ontem partilhei no facebook uma chatice que tive cá em casa.

Este mês vou pintar algumas divisões cá de casa com tintas naturais. Uma opção mais cara do que as tintas ditas comerciais mas que a longo-prazo penso que farão muita diferença na nossa saúde. Muitas vezes esquecemos que as tintas e vernizes das nossas casas também são feitas com químicos e que, mesmo depois de secos, continuamos a respirá-los no dia-a-dia. Mas sobre isto tenho um post praticamente terminado, que publicarei mais à frente.

Por isso cá em casa optámos por investir um pouco mais nesta área. Contactámos a BIOFA, uma empresa que comercializa tintas naturais e comprámos primário, tinta de interior e um corante preto, porque quero fazer um cinza muito clarinho. Pena foi o que aconteceu com a primeira encomenda que recebi. Nada culpa da empresa, que acondicionou muito bem os produtos mas sim dos CTT que não sabem o que quer dizer frágil. Juro que penso que até devem fazer de propósito. Não sei se a encomenda foi enviada com seguro, só sei que foram impecáveis e que, no dia seguinte, tinha cá em casa uma lata igual à que tinha rebentado. 

Agora a parte mais importante. Só consegui limpar a porcaria toda duas horas depois do sucedido e acreditam que em nenhum momento me cheirou a tinta? Pois, é verdade, nada de nada. O maridão também comentou isso. Uma maravilha.

Depois farei outro post para vos dar o feedback sobre as tintas aplicadas.

Ficam as imagens do estrago...




E as fotos nem fazem justiça à imensa porcaria em que ficou o chão.

assinatura

Poderá também gostar destes artigos

3 comentários:

  1. Acredito! Na maioria dos casos é isso mesmo que acontece, e também eu para mal dos meus pecados já pensei mesmo que deve ser de propósito... é que estão-se nas tintas! Não é deles sabes... como não é deles não dão importância. Mas não pode ser assim... são pagos para fazer um serviço e não para estragá-lo. Enfim! Beijinho *

    ResponderEliminar
  2. Ainda bem que nos deste a conhecer esta empresa, muito interessante. Vou lá cheirar.
    Obrigada pela partilha!

    ResponderEliminar
  3. Quando são coisas frágeis mais vale mandar vir por outras empresas que os CTT são uma lástima nessa área.

    ResponderEliminar