Avançar para o conteúdo principal

Ainda do desfralde (update e mais uma duvidazinha)


Pois bem, acho que já fui persistente o suficiente, venham de lá essas fraldas outra vez porque com chuva a roupa não seca rapidamente.

Com o cocó não há problema algum, nem quer fazer na fralda  e diz sempre antes de fazer. Com o xixi a conversa tem sido outra. Se não nos lembramos de levar, ele não pede e faz nas cuecas. E sabe bem onde fazer, daí a minha confusão.

Outra coisa que estranho é que ele descuida-se menos quando lhe metemos fralda (porque continuamos a metê-lo no bacio, é apenas para evitar roupa molhada), do que quando não está com ela. 

Enfim, tenho mesmo de ser paciente e aguardar pelo seu timing.

A minha pergunta é se eles eventualmente passam a pedir ou se passaram muito tempo a serem vocês a levá-los ao W.C.? É que, como já disse acima, o Tiago pede sempre cocó, xixi é que não.

Também me ponho a pensar se o intestino e a bexiga têm timings diferentes, será? 

Contem-me como foi por ai.


assinatura

Comentários

  1. Estamos exactamente assim por aqui (excepto no cocó q não pede nem quer fazer no bacio), xixi faz sempre no bacio mas se nao a levo faz na fralda ou nas cuecas e nao pede.... Vou colar-me ao teu post e ver o q te dizem

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Cola-te à vontade :)

      É que mais do que a teoria, o que ajuda realmente são as experiências de outras mamãs.

      Bjs

      Eliminar
  2. O cocó e e o xixi têm timings diferentes por isso é natural ele conseguir controlar o intestino mas não a urina.
    Eu tive mais sorte pois a minha pequenita deixou de fazer nas fraldas quase de um dia para o outro (já com o meu mais velho também aconteceu ao ritmo dele, mais do que ao meu). Agora consegue inclusivé controlar o xixi de noite desde que eu deixe que passe 30 minutos do jantar e a ponha no bacio antes de se deitar. Já há 3 semanas que não se descuida e nestas 3 semanas apenas 3 vezes fez xixi na fralda da noite.
    Acho que isto vai muito do nível de evolução deles e não vale muito a pena nós estarmos a pressionar pois enquanto não conseguem controlar-se o resultado vai ser sempre aquém do que queremos- durante meses a minha filha pedia-me para fazer xixi mas acabava por fazer pelas pernas abaixo pois não conseguia aguentar o tempo suficiente para eu chegar com ela ao bacio. Foi quase um ano deste ritmo e agora há 3 semanas mudou, vá eu saber porquê, uma vez que eu continuo a fazer a mesma coisa. É mesmo ela que já se consegue controlar o suficiente para chegar ao bacio ou chamar-me para a ajudar.
    Tem de se respirar fundo e ir um bocado ao ritmo deles (sempre insistindo claro).
    beijocas e bons progressos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Su,

      Pois, é isso mesmo, tenho que respeitar o ritmo dele, porque o problema é mesmo o que dizes. O timing deles é sempre diferente do nosso.

      Mas precisava mesmo de saber uma das coisas que contas, esse tempo que levam até começarem a pedir para ir. E apesar da tua pequenina pedir para fazer xixi, levaste um ano até conseguir que ela conseguisse aguentar até chegar ao bacio. Só prova que ainda faltava ali alguma evolução em termos de músculos, que de repente aconteceu.

      Vou respirar fundo sim, até porque ele ainda só tem 27 meses. Não vale a pensa apressar.
      Obrigada pelo testemunho.

      Bjs

      Eliminar
    2. A minha pequenita acaba de fazer 3 anos por isso estás a ver que não falta muito para ele entrar na fase final. Não vale a pena stressar pois eles não conseguem mesmo corresponder por muito que os ajudemos. Ele vai dar "o salto" e começar a controlar-se quando menos esperares.
      força querida.
      beijocas

      Eliminar
  3. Olha, só tenho sobrinhos, mas como passavam todos os fins de semana comigo acompanhei muito essa parte, eles não pediam, mas começavam a apertar a pernita ou a dizer que vinha xixi. E fazíamos sempre uma festa se faziam alguma coisa no penico (mesmo que metade tivesse ido para as cuecas :) ) Bjs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Por aqui nem aperta a perna, nem diz que vem xixi. Aliás, se perguntarmos se quer fazer xixi a resposta é sempre a mesma...NÃO!

      Bjs

      Eliminar
  4. olá Anabela,

    que bela aventura essa!!! A minha pequenota tirou a fralda de um dia para o outro, mas a verdade é que eu já tinha tentado quando ela tinha 2 anitos. Durante dois ou três dias tentei durante o dia tirar a fralda para que se habituasse a ir ao "potinho", mas a verdade é que concluí que ela ainda não tinha maturidade suficiente para se abstrair da brincadeira e pedir para fazer xixi ou cocó. Quando chegou a Primavera seguinte e os dias já estavam mais quentinhos (faltavam 5 meses para ela fazer 3 anitos) decidi experimentar novamente, sempre sem dramas e muito calmamente. Fiquei surpreendida, não só não fazia nada na roupa, durante o dia, como durante a noite, tudo corria às mil maravilhas. claro que tinha sempre o cuidado de a por a fazer xixi antes de dormir.
    Acho que cada criança te o seu ritmo e temos que se nós a avaliar a situação. Já experimentaste as fraldas-cueca? Poderá ser uma estratégia para ele achar graça ao ritual da casa-de-banho. são divertidas, têm a bonecada que eles gostam e poderá ser que decida não sujar os "amigos" coloridos da fralda!!!

    Beijinhos!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Criadora, já usei a fralda-cueca mas entretanto ia usando as fraldas reutilizáveis. Mas acho que vou tentar novamente comprar destas porque é mais fácil baixar e levantar para o levar a casa-de-banho.

      Obrigada pelo testemunho.

      Bjs

      Eliminar
  5. Tenho duas meninas (lindas por sinal...) uma de 7 anos e outra de 2 anos e 9 meses. As duas tiveram maneiras diferentes de desfralde. A 1ª tentei com 27 meses, mas com insucesso então parei e tentei de novo daí a 2 meses e foi perfeito. Passado dois meses tentei à noite e desfralde feito. Quanto à mais pequenina tirei uma semana de férias (tinha ela 2 anos e 6 meses) e fiz o desfralde durante o dia e passado uma semana tinha feito o desfralde total (dia e noite), pois ela própria recusou a fralda de noite. Por isso cada criança é diferente, com ritmos diferentes...

    Boa sorte ( e paciência)

    Bjs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Engraçado que o meu ultimamente lá vai dizendo que a fralda pica. A princípio ainda estranhei mas ele diz pica com tudo o que experimentei e passado um bocado nem se lembra. Será que é ele que já acha aquilo estranho?

      No entanto descuida-se na mesma. Terei de ter mesmo paciência e esperar...

      Bjs

      Eliminar
  6. anabela, so te posso te dizer para teres paciencia, cada menino é diferente! o meu só tirou totalmente a fralda do xixi, durante o dia, quase aos 3 anos (o cóco nessa altura já pedia para fazer na sanita tal como o teu) e quase nao usou bacio, achava mais giro fazer "pontaria" na sanita como o pai! depois só nesta primavera já com 3 anos e 6 meses (mais ou menos) deixou a fralda da sesta e no verao deixou a fralda da noite, é portanto um processo com várias etapas que pode ser demorado (pelo menos no meu filho quase demorou 1 ano para tirar totalmente a fralda).
    ah para a fralda da noite, acho que tivemos mais sucesso porque comprei uns lencois do "faísca" e dizia-lhe antes dele dormir que nao podia molhar o faísca, também ajudou termos comprado cuecas dos personagens que ele gosta (homem aranha, faísca, mickey...)
    boa sorte!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada por me contares a tua "aventura" :)

      Já percebi que é a palavra de ordem é a paciência e lá vou eu ver se encontro fralda-cueca com algum boneco que ele goste.

      Beijocas

      Eliminar
  7. O timing da bexiga e o dos intestinos não têm nada a ver um com o outro!
    Com a minha piolha, aconteceu ao contrário, lá ia fazendo xixi quando a levávamos, muitas vezes pedia já com o xixi feito! Já cm o cocó... sempre que tinha vontade escondia-se para fazer na fralda, a miúda teve um pavor enorme de fazer cocó na sanita! :$
    Mas mesmo com o xixi ela nunca mais se decidia, e a minha filha por norma é 8 ou 80! Portanto, embora eu saiba que ela lá tinha o ritmo dela, acabei por ter que lhe dizer que não havia mais fraldas, e que não podia comprar mais. Que as poucas que ainda havia, ficavam para a noite. teve que ser assim! No dia seguinte mandei-a para a escola de cueca, com 5 mudas de roupa, e... só se descuidou uma vez, no 1º dia! Passados uns 4 ou 5 dias, ela decidiu que também já não queria à noite (já há umas semanas que acordava com a fralda seca). Nunca se descuidou!
    O cocó é que foi pior, só quando a consegui apanhar agachada e escondida a fazer, a agarrei, puxei-lhe as calças para baixo e pu-la na sanita, mesmo ao tempo em que o cocó saía é que consegui! Ela lá percebeu que o cocó ia para baixo com o autoclismo, e nunca mais fez nas cuecas. Essa fase é que ainda demorou umas 3 semanas, mas depois passou!
    mas é a tal coisa, eu só tomei a iniciativa, porque nisto já ela ia fazer 3 anos, já estava mais que preparada fisicamente para isso! ;)
    Muita paciência, mesmo!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois, lá está, tenho percebido isso porque com o cocó ficou logo muito independente desde o início.

      Sabes o que te digo? Parece-me que o meu piolho será como a tua piolha...

      Bjs

      Eliminar
    2. Eu só tomei a iniciativa por ela, porque já sei como ela é: ela demora imenso até chegar às coisas, mas depois quando começa nunca mais!
      Começou a andar tarde (mais devido a uma displastia da anca), mas assim que deu os 1ºos passos sozinha eu nunca mais consegui pô-la no carrinho, nem NUNCA pediu colo após andar um bocado.
      A chucha escondi-lhe a meio da noite (tive que que lhe tirar por ordem da higienista oral), ela lá entendeu que tinha sido o Pai Natal a ir buscá-la, e só a pediu num serão, depois nunca mais.
      Como vi que a parte da fralda era só mesmo "arrancar", ela já tinha maturidade física e psicológica para isso, acabei por dar eu o 1º passo, e resultou logo. Mas ela na altura tinha 30 meses, e como fazia os 3 anos em Dezembro, achei que se não lha tirasse antes do inverno, que depois se tornava tarde, mesmo.

      Vais ver que quando menos esperares, vai correr bem! :)
      Beijinhos*

      Eliminar
  8. Olá Anabela,
    Sou mãe de dois e tanto por eles como por outras crianças que conheço, não há timing médio nem nada parecido, varia muito de criança para criança. Não me parece que haja muito a fazer a não ser ter paciência. É como a chupeta, uns deixam-na mais cedo e mais facilmente, outros nem por isso, cada criança tem o seu ritmo. Uma leitora sugeriu a fralda-cueca, será que ajudaria? Ficaria assim entre o meio termo, não custa tentar... ou talvez pedires a opinião do/da pediatra, quando lá fores?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois, realmente não há timing igual para todos. Mas o que tenho percebido é que, ao contrário do que se fazia antigamente, as crianças deixam as fraldas muito mais perto dos 3 dos que dos 2. Eu também só tentei porque achei que poderia estar preparado. Já me tinha dado alguns sinais, como partilhei num post.

      Entretanto verifiquei que não.

      A fralda-cueca já usei mas vou voltar a usar. Não falei ainda com o pediatra sobre isso porque teve uns problemas de saúde e foi mais sobre isso que se falou. Mas é algo a falar na próxima consulta.
      De qualquer forma o ter paciência ajudará decerto.

      Bjs

      Eliminar
  9. MInha querida, é preciso muita paciência e esta época do ano não ajuda. Tenho dois filhos, um rapaz e uma rapariga e foram totalmente diferentes. O João fez muito xixi nas cuecas e pelas pernas abaixo, mas quando tirei a fralda de dia ( no verão) não voltei a pôr. Lavei muita roupa e limpei muito xixi em casa. A Mariana foi mais fácil, talvez porque ela estava no infantário e tinham rotinas. O João só foi para o jardim de Infância aos 3 anos. Com 27 meses já ambos não usavam fralda e controlavam muito bem. De noite a situação foi mais complicada. Com o João tirei a fralda de vez e em quinze dias habituou-se e levantava-se para fazer. Com a Mariana a situação foi muito complicada, usou fralda d enoite até aos 7 anos. Cada criança é um caso. DEvemos ter muita paciência e não forçar, nem repreender.
    bjs
    Zezinha

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Zezinha.

      Obrigada por este testemunho. Falas aqui num ponto importante que me aconteceu e foi também o que me levou a dizer que o Tiago teve um retrocesso. O facto de ter uma fase em que raramente fazia na fralda da sesta e depois mudou completamente. Chega a fazer sempre xixi antes de ir dormir e mesmo assim tem acordado com a fralda a rebentar pelas costuras...

      Vou esperar para ver quando é que ele dá o tal "salto".

      Bjs

      Eliminar
  10. Gostei do seu blog e já o comecei a seguir.Também tenho um blog bébé, passe por lá e dê-me a sua opinião.Beijinho e parabéns pelo trabalho.
    http://aromasesaboresdoparaiso.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  11. ola, tenho dois rapazinhos um com 4 e outro com 3 o primeiro deixou a de dia com 2.5 anos mais ou menos com alguns xixis pela casa ate em cima do irmão que se punha a gatinhar por baixo :) o segundo deixou aos 19 meses por imitação com ele não tive praticamente trabalho nenhum que o irmão e que o ensinou ate o ensinou a segurar a pilinha senão molhava porque vinha para cima :) mas com ambos a técnica que eu utilizei era tshirts compridas assim não perdiam tempo puxar as roupas para baixo e onde estivéssemos estava o penico que tem o formato de cadeira. assim tinham sempre tempo de chegar e não dizia para pedirem, dizia para irem tanto que por vezes estávamos a jantar e la estava um no penico. iniciei os desfraldes mais ou menos em abril e vestia as tais camisolas compridas e punha umas meias grossas por cima do joelho para nao terem frio nas pernas. pareciam umas meninas mas foi eficaz :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Até me fizeste rir com a tua história. Mas olha uma coisa que faço é deixar o bacio na sala, para ele ver. Mas nem assim, é preciso tirar-lhe a fralda e metê-lo mesmo!

      Beijocas

      Eliminar
  12. Antes de mais deixa-me dizer que é natural esse retrocesso. Admitindo que o processo não estaria consolidado, esta altura do ano (com chuva e frio) dificulta em muito a coisa.
    Falando do meu caso pessoal. O meu do meio foi uma dor de cabeça para tirar as fraldas de dia, porque ele recusava ir ao bacio, não admitia sentar-se sequer. E com muita insistencia lá ia e lá deixava uns xixis, mas coisas mais sólidas era mentira e chegou a estar uma semana sem defecar até que desisti, por recomendação da própria médica, como ela dizia, eles são teimosos e nós, por norma temos que ser mais teimosos que eles, mas há fases em que temos que ceder e esta é uma delas. Acabou por lhe passar e quando foi para tirar a fralda de noite, foi ele próprio que o quis fazer. Aliás chegava a ser um problema, mas ao contrário porque insistiamos que le tinha que fazer xixi antes de deitar e ele não queria (este meu filho tem bexiga de elefante) e aí tinahmos que o chantagear. "Se não vais fazer xixi temos que te pôr a fralda". Também acabou por passar e continua a não fazer xixi antes de se deitar (diz que não tem vontade) e também não tem acidentes.
    O meu mais novo, pede, senta-se mas não faz. Levanta-se e dois minutos depois aí está ele um xixi e um cocó no chão.
    A minha mais velha, tirei-lhe as fraldas numas férias antes dela entrar para o infantário, tudo muito pacifico, mas no fim de semana antes de entrar pela primeira vez teve "acidentes" aos magotes. Acabei por a levar no primeiro dia de aulas com fralda, e expliquei que ela já não usava mas com o somatório dos acidentes no fim de semana queria prevenir. Afinal foi tudo fruto de stress da entrada na escolinha e passou-lhe rapidamente. Muito pacificamente. Como v~es, com três filhos, todos fruto da mesma mãe e como tal da mesma educação e com três histórias diferentes.

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Panquecas (ou crepes) sem ovos

Apetecia-me tanto panquecas e não tinha ovos em casa. Que chatice! Lembrei-me então de procurar nesse mundo maravilhoso que é a internet, se havia forma de fazer as ditas cujas sem ovos. E espantem-se, havia! A receita é a que deixo já de seguida. A minha opinião? Gostei, embora a textura fique densa em vez de fofinha. Mas não me surpreendeu, já estava à espera disto. Penso é que é capaz de ficar melhor se fizerem crepes. Só a minha opinião. Fica a receita.
Panquecas sem ovos
- 1 copo ou chávena (cerca de 200ml) de farinha - 3/4 copo de leite (para crepe colocar 1 e 1/3 copo) - 2 colheres de sopa de óleo - 1 colher de chá de fermento em pó - 1/2 colher de chá de sal
Colocar os ingredientes secos numa taça e misturar bem. Juntar o óleo e o leite aos poucos e mexer bem para não formar grumos. Aquecer uma frigideira anti-aderente (pode deitar um pouco de manteiga, se preferir) e colocar um pouco da massa. Quando esta ficar com furinhos, está boa para virar. Deixe ficar dourada de ambos o…

Organização do móvel da cozinha - antes e depois

Organização é um tema que gosto bastante de falar aqui no blog. Não faço tantos posts quanto gostaria mas isso não quer dizer que não vá fazendo pequenas organizações aqui e acolá. Gosto de ler tudo o que está relacionado porque os benefícios que me tem trazido são imensos. São eles:
- Redução de stress  e ansiedade; - Menos acumulação de tralha se existir um lugar para cada coisa; - Maior produtividade (porque não perdemos tempo a procurar coisas); - Maior rapidez nas limpezas; - Mais descanso ou momentos de lazer;
Mas com isto não quero dizer que a organização se faz num abrir e fechar de olhos. Leva tempo, garanto-vos. Primeiro porque não se consegue fazer tudo de uma vez (para ser bem feito, há que pensar bem no que se pretende) e, segundo, porque a organização escolhida pode não resultar. É mesmo na tentativa-erro. 
Cá em casa há ainda muito que fazer mas com calma e um bocadinho de cada vez, conseguimos uma maior fluidez no dia-a-dia.
Um dos cantinhos que há muito "gritava…

O que ando a comer ao pequeno-almoço

Ontem foi um dia complicado. Não que tenha acontecido alguma coisa de mal mas sim porque andei a correr, literalmente. Tive a consulta de rotina do Tiago, dos três anos. Esperei cerca de 30 minutos (depois da hora) e estive quase uma hora lá dentro. Ele está óptimo e recomenda-se. Apenas pequenas alterações na parte da sesta, a ver se as noites ficam melhores. Mas isto é tema para outro post. 
Ora, andei a correr porque quase não chegava a tempo da explicação das 16h, ainda por cima com uma nova aluna. Que stress, só vos digo. Tiago não dormiu sesta devido à hora da consulta e às 18h já ninguém o podia aturar. Deitar cedo era mais que imperativo. 
Foi um dia de correria mas que começou muito bem com um pequeno-almoço que tenho repetido todos os dias nas últimas duas semanas. E calculo que vos vá parecer bem esquisito mas eu adoro a mistura do pão, o queijo-creme e o tomate. Salpicado com coentros fica uma maravilha. Bem sei que isto não agrada à maioria e se calhar alguns até farão c…