Avançar para o conteúdo principal

Os envelopes foram promovidos!

 Olá a todos.

E porque estes já começavam a chatear por vários motivos (serem de papel e demasiado grandes)...


... decidi mudar para estes, que são muito mais práticos, e colocar a tabela lá dentro (devidamente plastificada para poder reutilizar vezes sem conta). 


Como é óbvio, não ando com todos os envelopes na carteira e, por isso, arranjei um local prático para os colocar. Assim, antes de sair, é só ir ver o cestinho e levar os envelopes que vou necessitar nessa saída.

É claro que nem sempre resulta porque ora me esqueço de levar algum, ora não levo nenhum mesmo. Mas como essas ocasiões são uma minoria, o saldo tem sido positivo.

Desejo um dia produtivo a todos.
assinatura

Comentários

  1. Ficou muito giro. E com o tempo, vais ver que deixas de te esquecer deles!

    ResponderEliminar
  2. Bom dia Anabela, por falar em envelopes, eu estou a dinamizar um projecto que se chama "Cartas Cruzadas" que tem como objectivo mandar cartas 'como antigamente' a pessoas desconhecidas, só para as fazer mais feliz. Até ao momento já me foram pedidas mais de 30 cartas.
    Estou-lhe a falar disto porque queria arranjar uma maneira de tornar o projecto mais amigo do ambiente. Mas não sei como.. Porque os envelopes reciclados (correio verde dos ctt, que eu costumo usar) são muito caros para eu conseguir comprar às dezenas..
    E bem, como hoje falou de envelopes achei que me pudesse dar umas dicas. Por favor.

    Este é o meu blogue: http://www.letsmaketeanotwar.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  3. Parecemos umas formiguinhas sempre a "acartar" coisinhas dum lado para o outro! Adoro ser Mulher! A ideia é muito gira e a forma como arrumas em casa tb gosto. Ando de roda dos meus projectos de verão de organização e super aterefada :) Beijos da Ana do pixi2ana

    ResponderEliminar
  4. Ficou tão mimoso e organizado=)
    Fico desejando ter um lar só meu para poder gerir as minhas contas tendo em conta as vossas dicas :P

    oh Anabela, será que me podias dizer onde conseguiste encontrar os frasquinhos com tampa metalica que usas na despensa?? São giros e práticos.

    Beijinhos*

    ResponderEliminar
  5. Eheheheh, uso envelopes iguais, mas já encontrei azuis e verdes! ;)
    Dão bastante mais jeito, as notas cabem bem, e já uso há uns meses valentes, e têm durado! Mas também só andam comigo no dia em que sei que vou precisar deles, de resto estão sempre arrumados também! ;)
    Beijinhos!*

    ResponderEliminar
  6. A arrumação está bastante boa. Eu ainda uso os envelopes tradicionais de papel, já começam a ter desgaste mas ainda duram. Conforme forem estragando vou substituir com uns parecidos com os teus. Só acho que era melhor teres os envelopes num sítio mais resguardado. Assim aí à mão é um pouco arriscado, não?
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  7. Que boa ideia. Acho que vou experimentar esta dica tua.

    ResponderEliminar
  8. mto organizadinha! eu tenho um cestinho muito parecido a esse, mas é para por os comandos lá de casa :)

    ResponderEliminar
  9. excelente ideia Anabela vou seguir :)beijocas

    ResponderEliminar
  10. Por favor, alguém me explica, como se eu tivesse 6 anos, o método dos envelopes?
    Que categorias criam, que percentagens determinaram para cada uma delas, como chegam aos valores e como vão gerindo as situações ?

    ResponderEliminar
  11. Alguém, por favor, me explica como se eu tivesse 6 anos, como funciona o método dos envelopes?
    Como determinam as categorias? Como chegam aos valores relativos de cada um? Como depois os gerem?
    Eu já li vários artigos mas queria um que me explicassem mais explicadinho, tintin por tintin pois deve- me estar a escapar alguma coisa, pois ainda nao consegui por a funcionar
    Agradecida a quem se disponibilizar explicar, explicadinho.
    Obrigada

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Penso que cada um tenha o seu método, pessoalmente faço assim:
      http://diario-de-uma-familia.blogspot.pt/2012/05/tecnica-dos-envelopes-onde-para-o.html
      Espero ter podido ajudar!

      Eliminar
    2. Olá i.

      Olha dou-te algumas dicas para iniciares o processo mas tem sempre em mente que este método não tem de ser levado ao extremo, ou seja, se falhar um cêntimo ou até mais do que isso não tens de ir à procura onde é que se perdeu nas contas. Vê o método, acima de tudo, para deixares de usar tanto o cartão e visualizares o dinheiro que gastas. E este é o ponto central porque é apenas uma questão psicológica. Se vires o dinheiro a sair da carteira/envelope tens mais cuidado onde o gastas. Não sei onde tiveste dificuldades mas seguem então as dicas.


      - Dividir por categorias de gastos mensais tipo alimentação, transportes, filhos, lazer, etc...

      - Não incluas coisas que são anuais (seguro casa/carro, impostos, assinaturas anuais, etc.). Para isso usa poupanças no banco e o que sobra dos envelopes podes colocar nessa poupança (tipo o sistema da Nessie)

      - Faz um mês de experiência e guarda tudo o que é talão (não te esqueças de pedir, nem que seja de uma cafézito). Depois contabiliza dentro de cada categoria para chegares a alguma conclusão sobre o que gastas em cada uma delas. No meu caso depois de chegar aos valores acrescentei mais qq coisita (entre 10 a 20€) porque os meses não são iguais, logo posso gastar mais ou menos, dependendo do que faço.

      Depois, o que sobra, se sobrar, faço uma de duas coisas, se tiver um mês apertado, mantenho o dinheiro e reponho apenas o que falta. Se por outro lado estiver num mês mais tranquilo coloco o dinheiro numa conta do Tiago.

      Espero ter ajudado mas dá feedback para perceber em que sentiste mais dificuldade.

      Bjs,
      Anabela

      Eliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Panquecas (ou crepes) sem ovos

Apetecia-me tanto panquecas e não tinha ovos em casa. Que chatice! Lembrei-me então de procurar nesse mundo maravilhoso que é a internet, se havia forma de fazer as ditas cujas sem ovos. E espantem-se, havia! A receita é a que deixo já de seguida. A minha opinião? Gostei, embora a textura fique densa em vez de fofinha. Mas não me surpreendeu, já estava à espera disto. Penso é que é capaz de ficar melhor se fizerem crepes. Só a minha opinião. Fica a receita.
Panquecas sem ovos
- 1 copo ou chávena (cerca de 200ml) de farinha - 3/4 copo de leite (para crepe colocar 1 e 1/3 copo) - 2 colheres de sopa de óleo - 1 colher de chá de fermento em pó - 1/2 colher de chá de sal
Colocar os ingredientes secos numa taça e misturar bem. Juntar o óleo e o leite aos poucos e mexer bem para não formar grumos. Aquecer uma frigideira anti-aderente (pode deitar um pouco de manteiga, se preferir) e colocar um pouco da massa. Quando esta ficar com furinhos, está boa para virar. Deixe ficar dourada de ambos o…

Organização do móvel da cozinha - antes e depois

Organização é um tema que gosto bastante de falar aqui no blog. Não faço tantos posts quanto gostaria mas isso não quer dizer que não vá fazendo pequenas organizações aqui e acolá. Gosto de ler tudo o que está relacionado porque os benefícios que me tem trazido são imensos. São eles:
- Redução de stress  e ansiedade; - Menos acumulação de tralha se existir um lugar para cada coisa; - Maior produtividade (porque não perdemos tempo a procurar coisas); - Maior rapidez nas limpezas; - Mais descanso ou momentos de lazer;
Mas com isto não quero dizer que a organização se faz num abrir e fechar de olhos. Leva tempo, garanto-vos. Primeiro porque não se consegue fazer tudo de uma vez (para ser bem feito, há que pensar bem no que se pretende) e, segundo, porque a organização escolhida pode não resultar. É mesmo na tentativa-erro. 
Cá em casa há ainda muito que fazer mas com calma e um bocadinho de cada vez, conseguimos uma maior fluidez no dia-a-dia.
Um dos cantinhos que há muito "gritava…

O que ando a comer ao pequeno-almoço

Ontem foi um dia complicado. Não que tenha acontecido alguma coisa de mal mas sim porque andei a correr, literalmente. Tive a consulta de rotina do Tiago, dos três anos. Esperei cerca de 30 minutos (depois da hora) e estive quase uma hora lá dentro. Ele está óptimo e recomenda-se. Apenas pequenas alterações na parte da sesta, a ver se as noites ficam melhores. Mas isto é tema para outro post. 
Ora, andei a correr porque quase não chegava a tempo da explicação das 16h, ainda por cima com uma nova aluna. Que stress, só vos digo. Tiago não dormiu sesta devido à hora da consulta e às 18h já ninguém o podia aturar. Deitar cedo era mais que imperativo. 
Foi um dia de correria mas que começou muito bem com um pequeno-almoço que tenho repetido todos os dias nas últimas duas semanas. E calculo que vos vá parecer bem esquisito mas eu adoro a mistura do pão, o queijo-creme e o tomate. Salpicado com coentros fica uma maravilha. Bem sei que isto não agrada à maioria e se calhar alguns até farão c…