Avançar para o conteúdo principal

Está oficialmente aberta...


...a época do desfralde. Apesar de ainda não ter feito dois anos, já tem dado muitos sinais de que talvez esteja na altura de tentar:

- Já faz as suas necessidades no bacio com alguma regularidade e, por vezes, na sanita também.
- Diz quando tem cocó (era bom que dissesse antes de fazer...)
- Sabe onde tem de fazer
- Às vezes acorda da sesta com a fralda seca e depois faz um grande xixi no bacio

Por tudo isto vamos lá tentar ver se nos livramos das fraldas, pelo menos das diurnas. O que vou fazer por aqui não é nada de novo mas ficam as dicas:

Nunca ralhar por descuidos
Porque é algo fisiológico e não propositado e não é por ralharmos que vamos conseguir resultados. É claro que temos de mostrar que não ficámos contentes e explicar novamente onde têm de fazer, mas tudo sem nos exaltarmos.

Evitar levar constantemente à casa-de-banho
É preferível levá-los a horas certas porque isso ajuda a regular o organismo (ajuda muito na parte do cocó), em vez de estarmos sempre a chateá-los com o assunto. A levar constantemente, que seja só no princípio, para se perceber quanto tempo conseguem aguentar.

Ser persistente
Primeiro é importante que, uma vez começado o processo, se continue a ser persistente, mesmo se houverem vários descuidos. Não é num dia ou dois que eles aprendem a ser autónomos. Só se após algum tempo virem que não há progressos, então é necessário voltar atrás e ter um pouco mais de paciência. É porque ainda não era a altura certa. Outro ponto muito importante tem a ver com o facto da persistência ser feita em todos os locais onde a criança está, ou seja, se está em treinos no infantário, é importante que isso também seja feito em casa. É contraproducente e extremamente confuso (além de retardar os devidos progressos)  para a criança fazer de uma forma em casa e de outra no infantário. Como o Tiago fica com o meu pai alguns dias na semana, lá por casa já há outro bacio, calções e calças extra e várias fraldas-cueca.

Evitar deixar a criança tempos infinitos no bacio
Ir à casa-de-banho deve ser algo rápido e feito quando se tem vontade (desculpem mas faz-me alguma confusão quem vai para a casa-de-banho ler revistas à espera de...). Nas crianças é mais complicado porque não sabemos quando têm vontade, mas evitar que se distraiam daquilo que é suposto fazerem ajuda muito. O Tiago, por vezes, está super excitado com alguma brincadeira mas, quando vai ao bacio, tento que se concentre na acção em si (fazendo uma grande festa quando ele faz a sua necessidade) para depois continuar com a brincadeira. Costuma resultar muito bem. Por vezes também me diz que não quer e eu não insisto. Vamos ver como vai ser agora que estamos nisto mais a sério.

Aplicar reforço positivo
Sempre que ele faz no bacio faço sempre uma grande festa e ele adora. Isto ajuda mesmo muito e não é à toa que é pratica corrente sempre que há o treino do bacio.

Basicamente é isto. Há ainda outra coisa que por aqui deixo fazer embora sempre com o meu apoio, que é deixar ser ele a despejar o bacio. Não é algo que seja fácil de pôr em prática, por razões óbvias, mas o Tiago  fica super orgulhoso de ser ele a fazê-lo e isso faz com que se concentre ainda mais para encher o dito cujo com alguma coisa, nem que sejam umas míseras gotinhas de xixi (e eu faço festa na mesma).

No que respeita ao uso da fralda-cueca, confesso que não sou muito fã porque eles não se vão sentir molhados e isso vai atrasar o processo (não se sentem molhados, demoram mais a perceber que não é para fazer ali) mas como também não quero ir muito depressa, prefiro que ele perceba primeiro o que estamos a tentar fazer e só depois passar à cueca.

E por ai, há alguém em treinos? Mais dicas? Já sabem que são sempre bem vindas.

Desejo um dia limpinho a todos.
assinatura

Comentários

  1. Vera Maria Figueiredo26 de junho de 2012 às 15:22

    Obrigada Anabela por partilhar estas ideias. A minha filha ainda só tem 1 ano, mas decerteza que quando chegar a altura certa, vou ter em conta as suas dicas. Acho muito bom o seu estimulo positivo cada vez que o Tiago consegue fazer xixi e coco no penico! Parabéns pela óptima atitude!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Vera. Tento sempre ter uma óptima atitude em relação a tudo mas sou humana e o Tiago por vezes tira-me do sério. Nada que não aconteça com tantas outras mamãs :)

      Bjs

      Eliminar
  2. As minhas filhas deixaram as fraldas bem cedo, as duas aos 18 meses já não tinham fraldas a mais velha ainda dormia com elas mas durante o dia não..
    é bom fazer uma festa mesmo quando eles fazem xixi no bacio e bater palminhas mesmo quando temos de "torcer" e esquecer o cheiro do cocó..lol.
    Sucesso por aí.Pinta

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Uau, 18 meses, que maravilha. E foi rápido?

      As crianças realmente são muito diferentes. Tenho uma amiga cujo filhote, com 3 anos ainda usa fralda de dia (mas é um caso complicado).

      Bjs

      Eliminar
  3. Uma coisa que ajudou muito cá em casa, foi comprar umas cuequinhas com os desenhos preferidos da E.! Pode parecer parvo, mas fez muita diferença! Na altura ela andava com a "pancada" da Kitty, comprei um lote de 3 cuecas da Kitty e avisei-a logo que se as queria vestidas não as podia sujar com xixi! O certo é que resultou, ela demorou 3 dias até acabar com os descuidos, e passado menos de um mês deixou as fraldas também de noite.
    Mas a verdade é que ela tinha mais uns meses, nisto tinha quase 2 anos e meio 8também esperei pelo verão)

    Beijinhos, e espero que corra tudo bem! :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olha que essa é uma boa dica. Obrigada mesmo. Vou tentar ver se arranjo algo com animais, que ele adora. Desenhos animados só vê mesmo a ovelha Choné. Por aqui não temos Panda e evito que ele veja muita tv.

      Eliminar
  4. :) muito bom! Gostei muito desta partilha,qq dia também iremos passar por isso, a minha Maria tem quase 9 meses!!!
    Beijinhos e que o desfralde corra bem!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não está a correr mal. No primeiro dia molhou imenso a fralda-cueca, apesar de o levarmos ao bacio várias vezes. Mas ia sempre explicando que não era para fazer na fralda mas sim no bacio ou sanita. Estamos no terceiro dia e posso dizer que noto a fralda cada vez mais seca e a quantidade de xixi que ele faz no bacio, maior. Balanço positivo, portanto.

      Bjs

      Eliminar
  5. Olá

    A fase do desfralde é uma fase complicada mas muito engraçada. tambem comecei com o meu filhos aos dois. Só que tive varios problemas: Não aceitava fazer no bacio nem dizia que queria fazer xixi.
    A solução foi quando estava em casa deixa-lo andar sem roupa porque ía sozinho à sanita e fazia xixi. Mas nunca dizia (sempre teve a mania de liberal). Agora aos 4 anos tou numa fase de desfraldar nocturno. Pk ja experimentei mais cedo mas ele nao estava preparado, acho que sera desta vez.

    BJS~

    Mónica

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Lá está. Acho muito importante respeitarmos o timing deles, porque é algo fisiológico. Por isso tento fazer as coisas com calma.

      Boa sorte para esses lados :)

      Bjs

      Eliminar
  6. olá Anabela tenho 2 filhotes, um Tomás com 9 que foi uma maravilha com 2 anos e meses (feitos em abril) tirou as fraldinhas de dia e de um dia para o outro foi-se tambem á noite uma maravilha ...a minha experiência com a minha menina a Dânia de 3 anos e meio foi(está a ser) diferente á um ano com 2 anos e meio tirou de dia não quer dizer que não tenha se descuidado um ou outro dia o que até é normal... mas de noite está a ser um problema, no verão passado teve pra ai uma/duas semanas sem fazer á noite o que eu estava bastante contente mas de repente, descuidou-se uma noite e outra e ru pos percaução não tirei a fralda á noite e olha todas as noites se descuida... pede-me desculpa de manha mas não sei o que faça...
    jinhos xana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois, é complicado. Se ela pede desculpa é porque não controla mesmo, coitadinha. Espera mais um pouco. Talvez ainda não esteja na hora. Vê o comentário da Mónica Sousa, que tentou mais cedo e não deu. Esperou mais um pouco e está a tentar novamente. Também ajuda não beberem muitos líquidos à noite. Não é novidade o que te estou a dizer (e confesso que para mim vai ser complicado porque o Tiago bebe muita água e custa-me recusar) mas se ela tem sede, então evita frutas com mais água, tipo melão, melância, pêra e opta por banana ou uma sobremesa tipo gelatina, que é fresca e não dá tanta sede.

      Boa sorte :)

      Bjs,
      Anabela

      Eliminar
  7. Olá Anabela.
    Estou na saga do desfralde também,o meu piolhito faz três anos em agosto e quero mesmo que deixe as fraldas,pelo menos de dia,para já.
    Estas últimas duas semanas estive de férias e aproveitei para lhe tirar a fralda.Os primeiros dias foi só limpar xixi do chão,mas agora as coisas começam a correr melhor.
    Sempre que faz xixi no pote ou na sanita há uma festa aqui por casa e ele fica tão feliz.
    Já vai pedindo para fazer xixi.O cocózito já tem sido mais complicado,não pede mesmo,mas com paciência acredito que vamos conseguir este verão.

    Beijinhos

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Panquecas (ou crepes) sem ovos

Apetecia-me tanto panquecas e não tinha ovos em casa. Que chatice! Lembrei-me então de procurar nesse mundo maravilhoso que é a internet, se havia forma de fazer as ditas cujas sem ovos. E espantem-se, havia! A receita é a que deixo já de seguida. A minha opinião? Gostei, embora a textura fique densa em vez de fofinha. Mas não me surpreendeu, já estava à espera disto. Penso é que é capaz de ficar melhor se fizerem crepes. Só a minha opinião. Fica a receita.
Panquecas sem ovos
- 1 copo ou chávena (cerca de 200ml) de farinha - 3/4 copo de leite (para crepe colocar 1 e 1/3 copo) - 2 colheres de sopa de óleo - 1 colher de chá de fermento em pó - 1/2 colher de chá de sal
Colocar os ingredientes secos numa taça e misturar bem. Juntar o óleo e o leite aos poucos e mexer bem para não formar grumos. Aquecer uma frigideira anti-aderente (pode deitar um pouco de manteiga, se preferir) e colocar um pouco da massa. Quando esta ficar com furinhos, está boa para virar. Deixe ficar dourada de ambos o…

Organização do móvel da cozinha - antes e depois

Organização é um tema que gosto bastante de falar aqui no blog. Não faço tantos posts quanto gostaria mas isso não quer dizer que não vá fazendo pequenas organizações aqui e acolá. Gosto de ler tudo o que está relacionado porque os benefícios que me tem trazido são imensos. São eles:
- Redução de stress  e ansiedade; - Menos acumulação de tralha se existir um lugar para cada coisa; - Maior produtividade (porque não perdemos tempo a procurar coisas); - Maior rapidez nas limpezas; - Mais descanso ou momentos de lazer;
Mas com isto não quero dizer que a organização se faz num abrir e fechar de olhos. Leva tempo, garanto-vos. Primeiro porque não se consegue fazer tudo de uma vez (para ser bem feito, há que pensar bem no que se pretende) e, segundo, porque a organização escolhida pode não resultar. É mesmo na tentativa-erro. 
Cá em casa há ainda muito que fazer mas com calma e um bocadinho de cada vez, conseguimos uma maior fluidez no dia-a-dia.
Um dos cantinhos que há muito "gritava…

O que ando a comer ao pequeno-almoço

Ontem foi um dia complicado. Não que tenha acontecido alguma coisa de mal mas sim porque andei a correr, literalmente. Tive a consulta de rotina do Tiago, dos três anos. Esperei cerca de 30 minutos (depois da hora) e estive quase uma hora lá dentro. Ele está óptimo e recomenda-se. Apenas pequenas alterações na parte da sesta, a ver se as noites ficam melhores. Mas isto é tema para outro post. 
Ora, andei a correr porque quase não chegava a tempo da explicação das 16h, ainda por cima com uma nova aluna. Que stress, só vos digo. Tiago não dormiu sesta devido à hora da consulta e às 18h já ninguém o podia aturar. Deitar cedo era mais que imperativo. 
Foi um dia de correria mas que começou muito bem com um pequeno-almoço que tenho repetido todos os dias nas últimas duas semanas. E calculo que vos vá parecer bem esquisito mas eu adoro a mistura do pão, o queijo-creme e o tomate. Salpicado com coentros fica uma maravilha. Bem sei que isto não agrada à maioria e se calhar alguns até farão c…