Avançar para o conteúdo principal

Uma foto que correu mundo!

Olá a todos.

Uma das coisas que prometi a mim mesma, no início deste ano, foi deixar de decorar a casa à pressa. É que, quando não penso muito nos detalhes e na forma como as coisas vão ficar, acaba por sair uma decoração temporária. A curto/médio prazo acabo por não gostar de ver a disposição dos objectos e até mesmo dos próprios objectos, as cores escolhidas, etc. É que as ideias que na minha cabeça estão de uma forma, depois saem de outra... enfim, acaba por haver sempre alguma coisa que não me agrada. 

Mas esta conversa toda porquê? Para dizer que estive, ou melhor, estivemos (eu e o maridão) cerca de 3 anos para escolher a imagem que queríamos colocar no nosso quarto, por cima da cama. Não gostávamos de nada em especial e eu queria algo que tivesse muito significado para nós. Eis que o maridão se lembrou de tirar uma foto das nossas mãos juntas e eu adorei a ideia. O problema era mesmo o Tiago estar quieto para conseguir fazê-lo.

Um dia, depois de uma ia à praia e no caminho para o carro, o Tiago adormeceu e foi a altura ideal. Parámos junto a uma estátua e de máquina em punho lá conseguimos a proeza. Depois de alguma edição no Photoshop e de mandarmos imprimir no tamanho que queríamos (apanhámos uma promoção na Fotosport e por 24€ trouxemos quatro posters de tamanho 100x70), ficou assim:



Ora a foto correu e tem corrido mundo (estou a exagerar um bocadinho, pronto) porque o maridão tem a foto publicada num site de fotografia (este) em que, quem a quer utilizar, tem de pedir autorização. E tem sido muito engraçado porque a foto tem sido muito solicitada (temos algumas condições e não, não é vendida, é cedida gratuitamente) para as mais variadas situações, livros, sites, imagens de facebook, panfletos e até um filme!
Deixo alguns exemplos das coisas que já nos enviaram para mostrar onde usaram a imagem:


 
 


Nunca pensei que a foto fosse tão requisitada. E esta hein?
Desejo um dia fotogénico a todos.

Comentários

  1. Que giro...não sabia que isso era possível (a partilha da foto, pelo "mundo").
    Deves estar toda orgulhosa. Afinal, aquela foto foi tirada por vós...podes mesmo dizer a qualquer pessoa...aquelas, são as nossas mãos!
    Também tenho um foto do género, mas só tem a minha mão e a da pequenina quando tinha dias. Está na sala.
    Por cima da nossa cama, tenho 1 foto do nosso casamento.

    ResponderEliminar
  2. Que motivo de orgulho! Parabéns!
    Daqui a uns anos vê o Tiago a sua mãozinha e dos papás a circular por revistas e outras coisas que lhe venham parar às mãos!

    ResponderEliminar
  3. Parabéns!!! A fotografia está maravilhosa, se não mesmo divinal :)

    Parabéns pelo blog.

    Beijos
    Cátia

    ResponderEliminar
  4. Que lindo! gostei muito da foto. Eu e o meu marido já vamos em dois anos com a parede do nosso quarto vazio (também ainda não achei uma imagem que me enchesse as medidas). Gostei muito da vossa ideia e mais personalizada nao poderia ser, daí ter mais significado para voces. Parabéns. Gostei de ver a utilização da foto, as vossas mãozinhas andam mesmo a correr mundo :)

    ResponderEliminar
  5. Quando li o título, pensei de imediato que se tratava de uma foto que tinham tirado e que tinhas encomendado a um outro país fazer o poster e o correio tinha atravessado vários países até chegar a tua casa (ai esta imaginação)!
    Que espectáculo a históra dessa fotos. É mesmo motivo para estarem muito orgulhosos. A foto está realmente lindíssima. E as mãos são capazes de dizer tantas e tantas coisas. A meu ver são tão expressivas quanto os olhos. Adorei saber esta tua partilha.
    Muitos parabéns!
    Até eu fiquei contente e não é comigo :)
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  6. É realmente uma foto muito bonita.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  7. A fotografia está lindissima, só podia realmente correr o mundo :P

    Gostei muito e fica muito bem por cima da cama!
    bj

    ResponderEliminar
  8. Gostei muito da fotografia! Parabéns pelo (inesperado) sucesso.

    Marlene (das Flores)**

    ResponderEliminar
  9. Adorei! Está muito linda. É daquelas coisas que nos faz sorrir.;)

    ResponderEliminar
  10. Adorável! E o facto de correr mundo, o Tiago um dia vai ficar todo vaidoso! Bj

    ResponderEliminar
  11. Não é apenas uma imagem... é um simbolo! Gosto muito!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  12. Adoro, mas adoro mesmo,acho que te vou copiar a ideia :) Fica muito bem no teu quarto.
    Parabens!

    ResponderEliminar
  13. Uma bela foto !!!
    Continuação de boas inspirações e de belos momentos a 3.

    ResponderEliminar
  14. Não me admira que a foto seja requisitada. É linda. Remodelamos recentemente o nosso quarto e a parede por cima da cama continua vazia, como sempre esteve neste quase 10 anos de casamento. A verdade é que também queria pôr algo especial. Temos um daqueles posters de casamento enormes mas a verdade é que acabamos por nunca pendurá-lo e agora parece-me piroso :)

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Panquecas (ou crepes) sem ovos

Apetecia-me tanto panquecas e não tinha ovos em casa. Que chatice! Lembrei-me então de procurar nesse mundo maravilhoso que é a internet, se havia forma de fazer as ditas cujas sem ovos. E espantem-se, havia! A receita é a que deixo já de seguida. A minha opinião? Gostei, embora a textura fique densa em vez de fofinha. Mas não me surpreendeu, já estava à espera disto. Penso é que é capaz de ficar melhor se fizerem crepes. Só a minha opinião. Fica a receita.
Panquecas sem ovos
- 1 copo ou chávena (cerca de 200ml) de farinha - 3/4 copo de leite (para crepe colocar 1 e 1/3 copo) - 2 colheres de sopa de óleo - 1 colher de chá de fermento em pó - 1/2 colher de chá de sal
Colocar os ingredientes secos numa taça e misturar bem. Juntar o óleo e o leite aos poucos e mexer bem para não formar grumos. Aquecer uma frigideira anti-aderente (pode deitar um pouco de manteiga, se preferir) e colocar um pouco da massa. Quando esta ficar com furinhos, está boa para virar. Deixe ficar dourada de ambos o…

Organização do móvel da cozinha - antes e depois

Organização é um tema que gosto bastante de falar aqui no blog. Não faço tantos posts quanto gostaria mas isso não quer dizer que não vá fazendo pequenas organizações aqui e acolá. Gosto de ler tudo o que está relacionado porque os benefícios que me tem trazido são imensos. São eles:
- Redução de stress  e ansiedade; - Menos acumulação de tralha se existir um lugar para cada coisa; - Maior produtividade (porque não perdemos tempo a procurar coisas); - Maior rapidez nas limpezas; - Mais descanso ou momentos de lazer;
Mas com isto não quero dizer que a organização se faz num abrir e fechar de olhos. Leva tempo, garanto-vos. Primeiro porque não se consegue fazer tudo de uma vez (para ser bem feito, há que pensar bem no que se pretende) e, segundo, porque a organização escolhida pode não resultar. É mesmo na tentativa-erro. 
Cá em casa há ainda muito que fazer mas com calma e um bocadinho de cada vez, conseguimos uma maior fluidez no dia-a-dia.
Um dos cantinhos que há muito "gritava…

O que ando a comer ao pequeno-almoço

Ontem foi um dia complicado. Não que tenha acontecido alguma coisa de mal mas sim porque andei a correr, literalmente. Tive a consulta de rotina do Tiago, dos três anos. Esperei cerca de 30 minutos (depois da hora) e estive quase uma hora lá dentro. Ele está óptimo e recomenda-se. Apenas pequenas alterações na parte da sesta, a ver se as noites ficam melhores. Mas isto é tema para outro post. 
Ora, andei a correr porque quase não chegava a tempo da explicação das 16h, ainda por cima com uma nova aluna. Que stress, só vos digo. Tiago não dormiu sesta devido à hora da consulta e às 18h já ninguém o podia aturar. Deitar cedo era mais que imperativo. 
Foi um dia de correria mas que começou muito bem com um pequeno-almoço que tenho repetido todos os dias nas últimas duas semanas. E calculo que vos vá parecer bem esquisito mas eu adoro a mistura do pão, o queijo-creme e o tomate. Salpicado com coentros fica uma maravilha. Bem sei que isto não agrada à maioria e se calhar alguns até farão c…