Avançar para o conteúdo principal

Limpa móveis caseiro

limpa_móveis_caseiro
Limpar o pó, algo que não gosto muito de fazer, mas que tem de ser feito se quero ter a casa limpa. Como já me vão conhecendo, sabem que tinha de arranjar uma solução, obviamente caseira, que me ajudasse a poupar tempo para coisas mais úteis.

Já não sei muito bem onde li esta dica mas passei a utilizar uma mistura de azeite e vinagre. Eu uso na proporção de três partes de azeite para uma de vinagre e só posso dizer maravilhas. Continuo a poupar dinheiro porque azeite e vinagre tenho em casa e a quantidade que uso dura imenso tempo, poupo tempo porque deixei de limpar o pó tantas vezes, poupo os móveis porque esta mistura também serve para os proteger e poupo saúde porque não uso químicos. 

Cá está o borrifador todo catita e a mesa metade limpa e metade por limpar para poderem ver a diferença. Não fica gorduroso e, assim que seca um pouco o cheiro, a vinagre desaparece.


Conheciam esta dica?

Desejo um dia saudável a todos.

Comentários

  1. Olá!
    Não conhecia, mas acho que vou aplicar. Também me farto de limpar o pó e só parece que ele passa de um móvel para o outro.
    Obrigada pela dica!

    ResponderEliminar
  2. Olá Anbela eu não conhecia essa dica muito obrigada. No entanto eu como tenho rinite alérgica e também porque comecei a notar que só mudava o pó de lugar comecei a usar os papeis da swifer da marca jumbo o pó fica todo agarrado e no fim vai para o lixo, não utilizo produtos de limpeza porque fui aconselhada pelo sr. que nos fez as mobilias a não utilizar.
    Bjs
    Betty

    ResponderEliminar
  3. Nunca experimentei mas vou ter de testar esta dica Anabela, obrigado por partilhares

    beijinhos!!

    ResponderEliminar
  4. Bom dia, Anabela!

    Diz-me, usas isso em todo o tipo de madeiras?
    Por exemplo, dá para as portas?
    E móveis estilo "ikea"?


    É verdade... encontrei o termos na loja "deBorla" como disseste. Não é igual ao teu, mas vai dar para os gastos! Obrigada pela dica!
    Beijocas!

    ResponderEliminar
  5. Segundo esquerdo,

    Os meus móveis são quase todos do IKEA, à excepção dos do meu quarto mas uso em tudo o que seja madeira ou laminado. Ficam óptimos.

    Ainda bem que pude ajudar :)

    Bjs

    ResponderEliminar
  6. Olá Anabela
    Mas que boa sugestão natural, sinceramente nunca teria pensado nessa combinação, ainda mais para móveis.

    Gosto do teu espírito criativo e natural!

    ResponderEliminar
  7. Olá Anabela,
    Hoje ando a "passear" pelo teu espaço, cheio de boas dicas :))
    E esta é otima. Também ando a reduzir os produtos de limpeza industriais.
    ...onde arranjo esse frasquinho spray??
    Beijinho, Lu

    ResponderEliminar
  8. Olha, estes comprei através da internet mas tenho visto cada vez mais nas lojas dos chineses. São transparentes mas serve na mesma. Costuma estar perto das escolvas de cabelo porque eles consideram aquilo para meter produtos para o cabelo ou até mesmo água para molhar.

    Bjs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ola, Anabela,

      Adoro o teu blog e sempre que posso dou uma vista de olhos, adoro as tuas dicas, será que me podias dizer o nome do site onde compras-te os frasquinhos? Gostei muito e queria iguais :)

      Bjs*

      Eliminar
  9. Esta dica não conhecia, tenho usado uma outra de três porções de água para uma de amaciador da roupa. Deixa a casa toda com um cheirinho fantástico e o melhor de tudo é que são coisas que temos em casa e poupamos imenso :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Sandra.
      Sem dúvida que há muitas coisas ue podemos fazer para melhorar o ar dentro de casa. São muitas as fontes de poluição e nem nos apercebemos disso. Quanto à receita que usa, dou outra dica para evitar o perfume artificial do amaciador. Poderá substituir por óleo essencial. É o que faço cá em casa. Além de não ser um perfume artificial, se escolher o óleo certo, poderá até beneficiar a sua saúde.
      Bjs

      Eliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Panquecas (ou crepes) sem ovos

Apetecia-me tanto panquecas e não tinha ovos em casa. Que chatice! Lembrei-me então de procurar nesse mundo maravilhoso que é a internet, se havia forma de fazer as ditas cujas sem ovos. E espantem-se, havia! A receita é a que deixo já de seguida. A minha opinião? Gostei, embora a textura fique densa em vez de fofinha. Mas não me surpreendeu, já estava à espera disto. Penso é que é capaz de ficar melhor se fizerem crepes. Só a minha opinião. Fica a receita.
Panquecas sem ovos
- 1 copo ou chávena (cerca de 200ml) de farinha - 3/4 copo de leite (para crepe colocar 1 e 1/3 copo) - 2 colheres de sopa de óleo - 1 colher de chá de fermento em pó - 1/2 colher de chá de sal
Colocar os ingredientes secos numa taça e misturar bem. Juntar o óleo e o leite aos poucos e mexer bem para não formar grumos. Aquecer uma frigideira anti-aderente (pode deitar um pouco de manteiga, se preferir) e colocar um pouco da massa. Quando esta ficar com furinhos, está boa para virar. Deixe ficar dourada de ambos o…

Organização do móvel da cozinha - antes e depois

Organização é um tema que gosto bastante de falar aqui no blog. Não faço tantos posts quanto gostaria mas isso não quer dizer que não vá fazendo pequenas organizações aqui e acolá. Gosto de ler tudo o que está relacionado porque os benefícios que me tem trazido são imensos. São eles:
- Redução de stress  e ansiedade; - Menos acumulação de tralha se existir um lugar para cada coisa; - Maior produtividade (porque não perdemos tempo a procurar coisas); - Maior rapidez nas limpezas; - Mais descanso ou momentos de lazer;
Mas com isto não quero dizer que a organização se faz num abrir e fechar de olhos. Leva tempo, garanto-vos. Primeiro porque não se consegue fazer tudo de uma vez (para ser bem feito, há que pensar bem no que se pretende) e, segundo, porque a organização escolhida pode não resultar. É mesmo na tentativa-erro. 
Cá em casa há ainda muito que fazer mas com calma e um bocadinho de cada vez, conseguimos uma maior fluidez no dia-a-dia.
Um dos cantinhos que há muito "gritava…

O que ando a comer ao pequeno-almoço

Ontem foi um dia complicado. Não que tenha acontecido alguma coisa de mal mas sim porque andei a correr, literalmente. Tive a consulta de rotina do Tiago, dos três anos. Esperei cerca de 30 minutos (depois da hora) e estive quase uma hora lá dentro. Ele está óptimo e recomenda-se. Apenas pequenas alterações na parte da sesta, a ver se as noites ficam melhores. Mas isto é tema para outro post. 
Ora, andei a correr porque quase não chegava a tempo da explicação das 16h, ainda por cima com uma nova aluna. Que stress, só vos digo. Tiago não dormiu sesta devido à hora da consulta e às 18h já ninguém o podia aturar. Deitar cedo era mais que imperativo. 
Foi um dia de correria mas que começou muito bem com um pequeno-almoço que tenho repetido todos os dias nas últimas duas semanas. E calculo que vos vá parecer bem esquisito mas eu adoro a mistura do pão, o queijo-creme e o tomate. Salpicado com coentros fica uma maravilha. Bem sei que isto não agrada à maioria e se calhar alguns até farão c…