Avançar para o conteúdo principal

Desodorizante caseiro

desodorizante_caseiro
Finalmente vou contar como faço o meu desodorizante caseiro. Tenho a dizer que é muito complicado de fazer, envolve muitos passos, cuidados e têm de comprar matéria-prima muito cara. Eheheheh, calma, estou só a brincar. Coisa mais fácil não há. 

Portanto, os ingredientes são:

- Bicarbonato de sódio
- Amido de milho (mais conhecido como farinha maizena)
- Óleo de coco (podem comprar numa loja de produtos naturais)

Preparação:

Juntar a mesma medida de bicarbonato de sódio com a farinha maizena e o dobro da quantidade de óleo. Ou seja, se colocarem duas colheres de sopa de bicarbonato de sódio, metem mais duas de farinha maizena e quatro de óleo de coco. Se acharem que está ainda muito seco podem juntar mais óleo. A ideia é ficar uma espécie de pasta mole, de modo que escorra facilmente para dentro do recipiente. Depois deixam arrefecer pois o óleo de coco vai endurecer o desodorizante. Fica um cheirinho muito agradável e resulta muito bem. O único senão é que pode deixar alguma mancha na parte de dentro da roupa escura mas que sai facilmente na lavagem, nada de grave. 

O porquê dos ingredientes: a farinha maizena e o bicarbonato evitam a transpiração e o mau cheiro. O óleo serve para hidratar e ficarmos perfumados.

As imagens do meu são estas:

Só uma chamada de atenção, o óleo de coco começa a derreter acima dos 25ºC por isso atenção onde deixam o desodorizante pois correm o risco de o encontrar líquido em vez de sólido. No Verão costumo tê-lo no frigorífico mas apenas por precaução.

Adenda: Um dos meus leitores reparou (e eu agradeço) que não indiquei como aqueço o óleo de coco. Basta fazerem-no em banho Maria pois derrete muito rapidamente. O desodorizante deve ser feito com o óleo líquido para poderem fazer bem a mistura. Depois de tudo misturado e colocado no recipiente é que é deixado a arrefecer.

 Desejo um dia cheiroso a todos.

Comentários

  1. Nem sabia que se podia fazer o próprio desodorizante. ehehehe
    Já agora, fazes sempre com o mesmo cheiro ou pode-se fazer com outro óleo?
    Bjs

    ResponderEliminar
  2. Que bela dica, até tem forma de desodorizante e tudo ehehheheh onde é que arranjaste esse recipiente?

    Bjs

    ResponderEliminar
  3. Hum eu adoro coco... Estou tentada a experimentar :)

    Compras alguns frascos próprios para os guardar?

    Bjs,
    Vera

    ResponderEliminar
  4. Eu já uso cremes caseiros, produtos de limpeza caseiros, e o desodorizante caseiro está na minha lista, mas ainda não o fiz - tenho várias receitas e quero ver qual a melhor (e mais fácil...). Esta parece mesmo muito simples!

    ResponderEliminar
  5. Olá Vida Nova.

    Podes juntar azeite (já vi algures que dá) e depois colocar algumas gotas de óleo essencial para perfumar. Não sei é se o azeite vai permitir colocar em stick como tenho, pois o óleo de coco à temperatura ambiente é sólido e o azeite já não. Depois de juntar a farinha maisena e o bicarbonato deve ficar sólido mas não o suficiente para colocar no stick.

    Bjs

    ResponderEliminar
  6. Comandante Luneta e Nós, a casa e a crise,

    O frasco é de um desodorizante Lander que já tinha cá em casa. Vejam a imagem:

    http://lh6.ggpht.com/_V78tgti2DFM/TH60YK1_U7I/AAAAAAAAGQA/WJkeAUBWqCc/s1600-h/ldesodorizante%20lander%20sn02%5B4%5D.jpg

    Bjs

    ResponderEliminar
  7. Olá,

    É exactamente o que estamos a usar cá em casa. Resulta!

    A nível das gorduras, já fiz com (pouco)azeite, óleo de coco e manteiga de coco, todos resultaram bem; experimentei oleo essencial de lavanda e de limao, também gostei de ambos.

    Guardo nuns mini-mini-frasquinhos de compota, retira-se facilmente com a polpa dos dedos e é só aplicar.

    Nao notei qualquer mancha nas roupas.

    Ainda quis, só por curiosidade, achar o valor desta versao caseira, mas as quantidades sao tao reduzidas que a missao é quase impossível...

    Bjs

    ResponderEliminar
  8. Mais uma receita que vou copiar!! :))

    Já andei à procura da receita para a pasta de denets mas não encontro nada... onde está ela?

    Obrigada :)

    ResponderEliminar
  9. Maria Moreira,

    Está aqui o que procura:

    http://aproveitaravidaja.blogspot.com/2009/10/pasta-dentifrica-caseira.html

    Bjs

    ResponderEliminar
  10. É impressão minha ou falta aqui um passo na execução deste deo? É que aparece a frase "deixam arrefecer" mas não consegui ler onde foi aquecido... segui esta receita mas nota-se que está algo errado... obrigada!
    Bjs,
    AS

    ResponderEliminar
  11. As,

    Tem toda a razão. O que é aquecido (mas mesmo muito pouco) é o óleo de coco pois à temperatura ambiente fica sólido. Basta amornar para que fique líquido e assim poder trabalhar a pasta que falei. Pode derreter em banho Maria que é o ideal.

    Bjs e obrigada por ter reparado no lapso. Vou já emendar.

    ResponderEliminar
  12. Só uma dúvida que me parece ser muito importante: a Anabela diz que a combinação de farinha maizena com o bicarbonato evitam a transpiração e o mau cheiro. Esta receita é de desodorizante e não de antiperspirante... não é?

    ResponderEliminar
  13. Olá Maria.

    Sei o que me quer realmente perguntar pois já vi que também leu sobre os antitranspirantes, certo?

    O problema está apenas com os comerciais pois utilizam químicos para eliminar toda e qualquer transpiração. Resultado, acumulação de toxinas que o corpo deveria conseguir libertar. Já li estudos em que essa acumulação diária pode levar a um aumento de risco de cancro da mama. Isto porquê? Porque os tecidos retirados em pacientes com este problema de saúde continham elevados níveis do químico (agora não me lembro o nome) utilizado nesses antitranspirantes.

    Ora os ingredientes que falo não são de todos iguais aos comerciais e permitem que o corpo elimine essas impurezas. O que faz é diminuir a transpiração e elimina o cheiro. Aliás num dia de muito calor, tenho de utilizar o desodorizante mais do que uma vez.

    Bjs

    ResponderEliminar
  14. Olá Anabela

    Exacto, é isso mesmo. Os desodorizantes e antiperspirantes comerciais têm alumínio entre outros componentes perigosos.

    O óleo de côco não refinado é a melhor gordura que há. É eficaz em tudo desde o uso nos fritos (aguenta mais tempo sem perder propriedades) até no tratamento de micoses, acne e até de cândida albicans em todas as mucosas. Podem ler mais acerca das propriedades deste óleo no blogue da Sônia Hirsch.

    Ontem li que há bicarbonato de sódio sem alumínio à venda, o que pode significar que o bicarbonato que compramos no supermercado e drogaria pode conter alumínio. E é precisamente isso que me anda a preocupar... com o uso de bicarbonato para consumo (absorção na pele por exemplo) haverá riscos para a saúde a médio e a longo prazo?

    Obrigada e beijinhos.

    ResponderEliminar
  15. Viva Anabela :)


    Já fiz a receita de desodorizante (os únicos ingredientes extra que juntei à receita da Anabela foram manteiga de karité e umas gotas de óleo essencial. Pode ver aqui: http://angrychicken.typepad.com/angry_chicken/2008/07/homemade-deodor.html). A manteiga de karité (ou shea butter) faz com que o preparado fique muuuuito suave (até dá vontade de comer!) e com um cheirinho agradável. A pele agradece. É muito fácil de mexer (nem é necessário aquecer previamente os óleos para que fiquem mais moldáveis). Só não juntei vitamina E por não ter aqui nada disso... a única coisa que tenho parecido é óleo de fígado de bacalhau mas optei por não juntar. Não queria que o preparado ficasse rançoso.

    Peguei numa embalagem vazia de vasenol (desodorizante em creme) que tinha, lavei-a, deixei-a secar durante 1 dia e coloquei lá o preparado. O marido só pediu que para a próxima a tente fazer um pouco mais líquida porque a tampa de dentro tem tendência a sair com a pressão exercida para o creme sair.

    Fora isso está aprovadíssima por ambos!!! :)

    Obrigada Anabela! :)

    Beijinhos e bom fim de semana!

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Panquecas (ou crepes) sem ovos

Apetecia-me tanto panquecas e não tinha ovos em casa. Que chatice! Lembrei-me então de procurar nesse mundo maravilhoso que é a internet, se havia forma de fazer as ditas cujas sem ovos. E espantem-se, havia! A receita é a que deixo já de seguida. A minha opinião? Gostei, embora a textura fique densa em vez de fofinha. Mas não me surpreendeu, já estava à espera disto. Penso é que é capaz de ficar melhor se fizerem crepes. Só a minha opinião. Fica a receita.
Panquecas sem ovos
- 1 copo ou chávena (cerca de 200ml) de farinha - 3/4 copo de leite (para crepe colocar 1 e 1/3 copo) - 2 colheres de sopa de óleo - 1 colher de chá de fermento em pó - 1/2 colher de chá de sal
Colocar os ingredientes secos numa taça e misturar bem. Juntar o óleo e o leite aos poucos e mexer bem para não formar grumos. Aquecer uma frigideira anti-aderente (pode deitar um pouco de manteiga, se preferir) e colocar um pouco da massa. Quando esta ficar com furinhos, está boa para virar. Deixe ficar dourada de ambos o…

Organização do móvel da cozinha - antes e depois

Organização é um tema que gosto bastante de falar aqui no blog. Não faço tantos posts quanto gostaria mas isso não quer dizer que não vá fazendo pequenas organizações aqui e acolá. Gosto de ler tudo o que está relacionado porque os benefícios que me tem trazido são imensos. São eles:
- Redução de stress  e ansiedade; - Menos acumulação de tralha se existir um lugar para cada coisa; - Maior produtividade (porque não perdemos tempo a procurar coisas); - Maior rapidez nas limpezas; - Mais descanso ou momentos de lazer;
Mas com isto não quero dizer que a organização se faz num abrir e fechar de olhos. Leva tempo, garanto-vos. Primeiro porque não se consegue fazer tudo de uma vez (para ser bem feito, há que pensar bem no que se pretende) e, segundo, porque a organização escolhida pode não resultar. É mesmo na tentativa-erro. 
Cá em casa há ainda muito que fazer mas com calma e um bocadinho de cada vez, conseguimos uma maior fluidez no dia-a-dia.
Um dos cantinhos que há muito "gritava…

O que ando a comer ao pequeno-almoço

Ontem foi um dia complicado. Não que tenha acontecido alguma coisa de mal mas sim porque andei a correr, literalmente. Tive a consulta de rotina do Tiago, dos três anos. Esperei cerca de 30 minutos (depois da hora) e estive quase uma hora lá dentro. Ele está óptimo e recomenda-se. Apenas pequenas alterações na parte da sesta, a ver se as noites ficam melhores. Mas isto é tema para outro post. 
Ora, andei a correr porque quase não chegava a tempo da explicação das 16h, ainda por cima com uma nova aluna. Que stress, só vos digo. Tiago não dormiu sesta devido à hora da consulta e às 18h já ninguém o podia aturar. Deitar cedo era mais que imperativo. 
Foi um dia de correria mas que começou muito bem com um pequeno-almoço que tenho repetido todos os dias nas últimas duas semanas. E calculo que vos vá parecer bem esquisito mas eu adoro a mistura do pão, o queijo-creme e o tomate. Salpicado com coentros fica uma maravilha. Bem sei que isto não agrada à maioria e se calhar alguns até farão c…