Avançar para o conteúdo principal

Para o meu bebé II - Fraldas de pano

Olá a todos,

Esta é mais uma decisão que eu e o papá tomámos em relação ao Tiago. Pois...utilizar fraldas reutilizáveis, mais conhecidas por fraldas de pano.

Imagem retirada da Internet

Não vou aqui repetir acerca de todas as vantagens que elas trazem pois isso é apenas pesquisar um pouco pela Internet para saberem, já que se fala imenso sobre o assunto. Mas posso dizer que, de tudo o que já li, o que mais me agradou foi o facto de os bebés raramente terem o rabinho vermelho. Aliás, já li por diversas vezes que só quando passaram a usar fraldas de pano é que conseguiram recuperar de problemas que tinham. 

Apesar de ser uma pessoa poupada, a razão económica destas fraldas foi a que menos apelo teve. Não tenho receio do trabalho extra, nem do que farei quando sair ou quando ele for para o infantário, tudo a seu tempo. 

Agora o meu problema é que a oferta é muito variada e nem sei para onde me virar, preciso de todos os conselhos possíveis. Estava a pensar comprar dois tipos de packs, aqueles que já vem tudo pronto e que se pode ir ajustando à medida que o bebé cresce e aqueles em que existem 3 tamanhos, o S, M e L. Começarei pelo S e depois irei comprando as outras medidas. Estou a pensar assim porque já li que nos primeiros, por vezes, ocorrem fugas e só quando o bebé vai crescendo e a fralda fica mais ajustada é que o problema desaparece.

Preciso desesperadamente de conselhos para poder decidir pois estou mesmo indecisa.

Obrigada desde já.

Desejo um excelente dia a todos.

Comentários

  1. Queria muito ajudar-te mas não sei nada de fraldas de pano, no entanto acho que fizes-te a escolha mais acertada.

    ResponderEliminar
  2. Bom dia Anabela,
    Antes de mais, e independentemente da opção final de compra, fez a escolha acertada: Fraldas Reutilizáveis.
    Queria deixar-lhe a sugestão do site: www.fraldasecompanhia.com
    Encontrará a opção de tamanho único que se ajusta ao crescimento do bebé,desde o nascimento até à idade do pote. Se tiver dúvidas pode enviá-las através de e-mail: info@fraldasecompanhia.com
    Felicidades para si e para o seu bebé.
    Isabel
    Fraldas&Companhia

    ResponderEliminar
  3. Excelente opção ;)

    É um descanso saber que há pessoas que se preocupam com o ambiente, além de que tem mais vantagens como manter o bebé sem o rabinho assado e poupar um valentes euros (especialmente se depois forem novamente utilizadas pelos irmãos e/ou primos)!

    Custa-me por vezes ouvir o discurso de que não se usa dessas porque dá mais trabalho e que não é tão prático :(
    Como é que dá trabalho meter tudo na máquina? Ah e pelo que sei secam rapidamente também...

    Tanto palavreado e no meio disto tudo não te vou puder ajudar porque não tenho experiência nesse tipo de fraldas, mas uma coisa tenho a certeza, um dia que tenha filhos usaram destas com certeza!

    Espero que alguém te dê boas opiniões...

    Beijinhos!

    ResponderEliminar
  4. Olha na minha opinião não precisas comprar os 3 tamanhos, basta comprares algumas para os primeiros tempos (as minhas preferidas são Fuzzi bunz de recém-nascido) e depois completar com fraldas de tamanho único que vão acompanhar o resto do crecimento do bebé. Eu que sou uma mãe utilizadora de fraldas de pano gosto das Fuzzi Bunz e das popolini. Eu comprei aqui: www.ecofralda.com

    ResponderEliminar
  5. OLA:
    O MEU FILHOTE TEM 6 MESES E FALAREAM ME DESTAS FRALDAS, SO QUE TENHO MEDO DE NAO ME ADAPTAR A ELAS, E PRESISAVA MESMO DE SABER SE RESULTAM MESMO "OU É SO CONVERSA" PARA VENDEREM ESTE TIPO DE FRALDAS. FICO A AGUARDAR UMA RESPOSTA.
    BEIJINHOS

    ResponderEliminar
  6. Olá Sofia.

    É assim, eu penso que vale a pena porque absorvem bem tal como as outras com a diferença de que os nossos filhos não estão a absorver os químicos das descartáveis, além de todas as outras vantagens já ditas.

    Agora depende de cada um. Acredita que se fosse só para vender não havia tanta gente a falar delas e eu não estou a vender nada. Estou a dar a minha opinião para ajudar outras mães que têm dúvidas pois tal como elas eu também tive as minhas.

    Se tens receio de ter mais trabalho ou achares chato teres de mudar as fraldas com mais frequência (eles sentem-se mais molhados, lá está não existem os químicos para evitar isso) e acabares por usar descartáveis na mesma, então não valerá a pena. Agora se pensas que te vais habituar bem então força, avança. Podes sempre comprar apenas algumas e veres como te dás. Depois então poderás investir em mais. Relembro que isto é apenas a minha opinião que vale o que vale. Nem toda a gente gosta e por isso optaram por não investir.

    Bjs

    Qualquer dúvida podes usar o meu email aproveitaravidaja@gmail.com

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Panquecas (ou crepes) sem ovos

Apetecia-me tanto panquecas e não tinha ovos em casa. Que chatice! Lembrei-me então de procurar nesse mundo maravilhoso que é a internet, se havia forma de fazer as ditas cujas sem ovos. E espantem-se, havia! A receita é a que deixo já de seguida. A minha opinião? Gostei, embora a textura fique densa em vez de fofinha. Mas não me surpreendeu, já estava à espera disto. Penso é que é capaz de ficar melhor se fizerem crepes. Só a minha opinião. Fica a receita.
Panquecas sem ovos
- 1 copo ou chávena (cerca de 200ml) de farinha - 3/4 copo de leite (para crepe colocar 1 e 1/3 copo) - 2 colheres de sopa de óleo - 1 colher de chá de fermento em pó - 1/2 colher de chá de sal
Colocar os ingredientes secos numa taça e misturar bem. Juntar o óleo e o leite aos poucos e mexer bem para não formar grumos. Aquecer uma frigideira anti-aderente (pode deitar um pouco de manteiga, se preferir) e colocar um pouco da massa. Quando esta ficar com furinhos, está boa para virar. Deixe ficar dourada de ambos o…

Organização do móvel da cozinha - antes e depois

Organização é um tema que gosto bastante de falar aqui no blog. Não faço tantos posts quanto gostaria mas isso não quer dizer que não vá fazendo pequenas organizações aqui e acolá. Gosto de ler tudo o que está relacionado porque os benefícios que me tem trazido são imensos. São eles:
- Redução de stress  e ansiedade; - Menos acumulação de tralha se existir um lugar para cada coisa; - Maior produtividade (porque não perdemos tempo a procurar coisas); - Maior rapidez nas limpezas; - Mais descanso ou momentos de lazer;
Mas com isto não quero dizer que a organização se faz num abrir e fechar de olhos. Leva tempo, garanto-vos. Primeiro porque não se consegue fazer tudo de uma vez (para ser bem feito, há que pensar bem no que se pretende) e, segundo, porque a organização escolhida pode não resultar. É mesmo na tentativa-erro. 
Cá em casa há ainda muito que fazer mas com calma e um bocadinho de cada vez, conseguimos uma maior fluidez no dia-a-dia.
Um dos cantinhos que há muito "gritava…

O que ando a comer ao pequeno-almoço

Ontem foi um dia complicado. Não que tenha acontecido alguma coisa de mal mas sim porque andei a correr, literalmente. Tive a consulta de rotina do Tiago, dos três anos. Esperei cerca de 30 minutos (depois da hora) e estive quase uma hora lá dentro. Ele está óptimo e recomenda-se. Apenas pequenas alterações na parte da sesta, a ver se as noites ficam melhores. Mas isto é tema para outro post. 
Ora, andei a correr porque quase não chegava a tempo da explicação das 16h, ainda por cima com uma nova aluna. Que stress, só vos digo. Tiago não dormiu sesta devido à hora da consulta e às 18h já ninguém o podia aturar. Deitar cedo era mais que imperativo. 
Foi um dia de correria mas que começou muito bem com um pequeno-almoço que tenho repetido todos os dias nas últimas duas semanas. E calculo que vos vá parecer bem esquisito mas eu adoro a mistura do pão, o queijo-creme e o tomate. Salpicado com coentros fica uma maravilha. Bem sei que isto não agrada à maioria e se calhar alguns até farão c…