Velas - Perigo!

By Anabela (Aproveitar a Vida) - novembro 27, 2009
Olá a todos.


Hoje vou falar de uma coisa que está muito na moda para completar qualquer decoração e que é bastante utilizado...velas!

Pois é, as velas são muito bonitas, deitam cheiros maravilhosos mas por trás disto tudo está um grande perigo que muitas pessoas desconhecem.

As velas produzidas industrialmente são, normalmente, feitas à base de parafina, que é um derivado do petróleo. Por isso, quando acendemos uma vela estamos na verdade a respirar toxinas, entre elas o tolueno e o benzeno, que são consideradas cancerígenas. Além disso, se repararem, quando acendem a vela, esta deita um fumo preto que se chama fuligem, é deste fumo preto, e da própria cera, que saem todas estas substâncias nocivas que vamos respirando cada vez que acendemos uma vela.

Deixo a definição de fuligem



Outro aspecto grave tem a ver com o pavio pois, nalguns países, este é produzido com chumbo, que é altamente tóxico para a nossa saúde.
Quando soube de todas estas coisas deixei de acender velas cá em casa, até porque acendia-as e depois esquecia-me de as apagar. O meu marido é que fazia isso e chamava-me à atenção do perigo! Assim cortou-se o mal pela raiz. Não acendo velas porque é perigoso deixá-las acesas e porque o cheiro e fumo que deitam e bastante tóxico. Só as uso mesmo para decorar e apenas as que já tinha em casa por acender, pois nunca mais comprei velas.

Tenham um dia maravilhoso!
  • Share:

You Might Also Like

2 comentarios

  1. Falas de algo em que penso bastante, sendo eu viciada em velas de cheiro (as do Ikea são maravilhosas).

    Desde que tive um problema de garganta e de adenoides que sinto que as velas me fazem mal às vias respiratórias.

    Nunca me tinha apercebido da quantidade de fumo que as velas emanam. Uma vez ofereceram-me umas velas da Casa. Como eu não gostava muito delas, decidi queimá-las de uma vez (como vinham dentro de um frasco não havia grande perigo). Adormeci com elas acesas. A meio da noite fui à casa-de-banho e vi-me ao espelho. Olhei para o nariz, ensonada e com miopa, e pensei: mas eu tenho tantos pelos no nariz! que horror! nunca reparei nisto!

    Quando cheguei ao quarto é que me apercebi do que era. Tinha as paredes ao pé das velas todas cinzentas. O meu nariz estava cheio de fuligem. Aquilo preto era mesmo fuligem e não pêlos (que disparatada que eu fui! lol Mas eu não vejo nada sem lentes de contacto...)

    Agora acendo velas na mesma, mas sempre de janela aberta.

    Beijinho e obrigada pelo alerta. :)

    ResponderEliminar
  2. É bem verdade o que aqui dizes, nem te digo o que me custou cortar com as velas e incensos.

    Opto agora pelos perfumes caseiros com paus de madeira, pensei que não funcionasse mas até que duram bastante e deixam uma fragrância suave e relaxante por toda a casa.

    ResponderEliminar