Links da semana*

Créditos
1 - Continuando esta revelação maravilhosa, agora temos a sala de estar e de jantar. A diferença é absolutamente de deixar o queixo caído.

2 - Texto [e livro] para lerem. Palavras tão certas. É pelas razões todas que a autora explica, que eu aconselho tanta vezes aos pais dos meus educandos para os deixarem brincar. Brincar muito. (tenho um pai que se lembrou de ensinar a tabuada ao seu filho de 6 anos, que mal sabe ler e escrever!!!)

3 - Segundo o Tripadvisor, estas são as 10 melhores praias portuguesas. Tenho muita curiosidade em descobrir a nº 7.

Desta vida real* [Resumo da semana]

Terminei a semana esgotada, não fisicamente mas emocionalmente. No geral até correu bem. O que me cansou mesmo foram os imensos amuos do Tiago porque lembrou-se que já não queria levar o fato de Carnaval que tínhamos comprado. Fato esse que custou um balúrdio e que ele respondeu sempre que sim às inúmeras vezes que o pai lhe perguntou se era mesmo aquele que queria. Pois, nem vos conto as vezes que ficou chateado porque de cada vez que tentava que eu mudasse de ideias, levava sempre a mesma resposta, um redondo não, não ia levar outro fato. Ia levar o que tinha escolhido. Ficou danado mas para a próxima pensa melhor na decisão que toma. Esta é uma das razões para só lhe comprar a prenda de aniversário ou de Natal perto da data. Nunca sabe o que quer. 
Tirando esta azáfama do Carnaval, os dias até foram calmos. Continuei nas minhas costurices e leituras, voltei a fazer pão (ficou óptimo!) e fiz uma das minhas receitas favoritas, wraps mexicanos. E é isto que tento fazer todos os dias, ser feliz nas pequenas coisas.

E por aí, como foi a vossa semana?

Projecto da semana* - Jarra em papel fácil, rápida e muito barata

projecto_da_semana_jarra_em_papel_simples_e_rápida_de_fazer.
Tal como já vos tinha dito, ando numa de gastar o material de artes criativas que tenho cá em casa. Por isso, os projectos que vão saindo todas as semanas têm como premissa usar coisas que já tenha cá em casa. Esta semana saiu esta jarra em papel, muito simples, rápida de se fazer e com um custo muito reduzido. O projecto todo não deve ter custado mais do que 1€. É claro que não tem o aspecto de uma jarra de cerâmica mas para uma opção low cost, acho que não fica nada mal. 
Material que usei:
- 2 folhas para impressão de fotografia (um dos lados deve ser brilhante)
- Tesoura
- Cola multiusos (pode ser líquida ou em baton)
- Tesoura
- Frasco de vidro (daqueles de grão ou feijão)

1º - Pegar nas folhas e dobrar cada uma em forma de leque. Fazem uma primera dobra de 1cm, viram e dobram novamente no sentido oposto. Fazer isto até terminar o papel.
2º - Colar as duas folhas pela últimas dobras de cada uma, como na imagem. Voltar a colar a outra ponta da mesma forma, de maneira a formar um cilindro. 
3º - Depois basta enfiar o cilindro, de forma a ficar com o frasco por dentro. 
4º - Para colocar as flores, enchi primeiro o frasco, coloquei-o no local que queria e enfiei o papel por baixo. Super simples e prático. 
projecto_da_semana_jarra_em_papel_simples_e_rápida_de_fazer.
NOTA: optei por não colar o papel ao frasco porque assim posso mudar quando quiser ou até colocar noutro recipiente mais largo. Além disso, é mais fácil mudar as flores e a água e não corro o risco do papel ficar molhado.
E aqui está um projecto simples, rápido de fazer e muito barato. 
 

Mistura caseira anti-piolhos [e uma spray de prevenção]

mistura_caseira_para_eliminar_piolhos_e_spray_de_prevenção
O Tiago até à data presente, teve piolhos uma vez. Mas digo-vos que essa vez valeu por três ou quatro. Tudo porque a educadora dele na altura achou que não era preciso avisar que havia um surto de piolhos na escola. Ora, quando dei conta que ele os tinha (coçava-se imenso) já as lêndeas tinham eclodido e a cabeça dele estava cheia destes bichos minúsculos. Para piorar a coisa, os piolhos têm a mesma cor do cabelo dele. Estão a ver o meu desespero, certo? E foi por desespero que experimentei esta mistura que partilho hoje (o spray de prevenção já usava de vez em quando). 

Na verdade, não há garantias que mate os piolhos mas garanto que se torna mais fácil tirá-los e há menos probabilidades de haver uma recaída (o que implica não ter de usar tantas vezes o champô comercial, que danifica o couro cabeludo). Eu, que pensava que já tinha tirado tudo da cabeça dele (e atenção que, sendo rapaz, o cabelo curto torna tudo mais fácil), depois de aplicar a emulsão é que a vi a carrada que ainda lá estava. 

A mistura que fazem é esta:

- 1 medida de azeite
- 1/4 medida de vinagre de sidra
- algumas gotas de óleo essencial de alfazema 

NOTA: devem verificar se não há alergia a este óleo essencial, colocando um pouco nas costas da mão. Se não ficar vermelho após algum tempo, então poderão usar na cabeça.

Misturam muito bem e aplicam na cabeça da criança. Deixam estar uns 5 minutos com a cabeça enrolada numa toalha, por exemplo. Não devem deixar muito tempo devido ao vinagre.

Depois com um pente fino, passam pelo cabelo todo, de forma a retirar todos os piolhos e lêndeas. Não pode mesmo ficar nada. Vejam o cabelo várias vezes. 

Depois lavam normalmente. Aqui poderão usar o champô de farmácia, para garantir que não fica nenhuma lêndea viva ou o champô normal se acharem que a cabeça ficou mesmo limpa. 

Agora explico a razão dos três ingredientes. O azeite ajuda a que eles fiquem no sítio e comecem a asfixiar, o vinagre ajuda a quebrar a espécie de cola que os piolhos e as lêndeas têm e torna mais fácil (e menos doloroso) retirá-las; e o óleo essencial de alfazema porque também os asfixia, já que os piolhos não gostam de cheiros fortes. Outros óleos que poderão usar são o de jasmim, laranja, tangerina, ylang-ylang, eucalipto, alecrim ou gerânio.
spray_anti_piolhos_prevenção
Para o spray de prevenção, colocam num frasco de spray pequeno (como na imagem) uma mistura de 1 parte de vinagre de sidra para umas 6 de água. Juntam umas 5 a 10 gotas de óleo essencial de alfazema e borrifam o cabelo com esta mistura depois de cada lavagem. Atenção, que NÃO é para enxaguar. Deixam o cabelo secar normalmente com esta mistura. O cheiro a vinagre desaparece quando o cabelo estiver seco.  Curiosamente, foi quando estive sem usar esta mistura no Tiago (tinha acabado e por preguiça, não fiz mais) que ele apanhou piolhos.
spray_anti_piolhos_prevenção
Outra precaução que devem ter é verificar se há partilha de chapéus na escola. Por exemplo, uma queixa que se fez na escola do Tiago, foi a de misturarem os chapéus dos miúdos todos numa caixa. Assim não há champô nem emulsão que valha porque os piolhos até fazem uma festa!

Espero que esta receita vos ajude, se estiverem desesperados!